q6prmv.md.png
domingo, maio 9, 2021
q6prmv.md.png
InícioAssuntos VariadosB737-MAX: coragem para voar depois da liberação

B737-MAX: coragem para voar depois da liberação

Gente, o B737-MAX é, provavelmente, o maior problema da história da aviação comercial da Boeing. Todas as aeronaves produzidas estão aterradas há mais de 6 meses, causando milhões de dólares de prejuízo – se já não passou da casa do bilhão – para a própria Boeing e para todas as empresas aéreas que estavam operando ou contavam operar com o modelo.

Além disso, a Boeing continua a produzir o B737-MAX e há estacionamentos lotados de aeronaves já comercializadas e aterradas, além daquelas que jamais levantaram voo. Há lugares em que os aviões estão ocupando o estacionamento de carros – veja na imagem abaixo, à esquerda!

Estacionamento lotado de B737-MAX
Estacionamento lotado de B737-MAX

Inicialmente programado para levantar voo em julho/agosto de 2019, as projeções mais otimistas, agora, já estão para janeiro de 2020.

Entretanto, a cada dia que passa, surgem mais informações desconcertantes sobre a conduta da Boeing durante o desenvolvimento do projeto da aeronave.

Ontem, o New York Times publicou um artigo extremamente comprometedor do discurso adotado até agora pela empresa, que sugeria que todos os cuidados tinham sido tomados durante a concepção da aeronave e que ela seguiu todos os parâmetros determinados pelas autoridades aeronáuticas estadunidenses.

Segundo o jornal americano, foram descobertas mensagens de um piloto de testes do modelo mencionando que o MCAS estava agindo imprevisivelmente no simulador de voo da companhia. O piloto em questão, Mark Forkner, era o chief technical pilot do B737-MAX!

O MCAS é o software que está no centro de todo o caos que se instaurou no B737-MAX. Em português, ele signfica Sistema de Aumento de Características de Manobra, que corrige o comportamento da aeronave em determinadas condições de anormalidade. O problema é que em duas ocasiões, o MCAS se comportou indevidamente e resistiu aos comandos manuais dos pilotos, o que levou a dois acidentes fatais com 346 vítimas.

Enfim, a Boeing, até o momento, tem sustentado o desconhecimento de qualquer anomalia no desenvolvimento do MCAS, o que foi desmentido com as mensagens de Mark Forkner em 2016, dois meses antes da certificação da aeronave pela FAA, a agência reguladora americana.

Essa informação levou a uma queda de 7% no valor das ações da companhia ontem.

Eu fico imaginando: o que passou na cabeça dessas pessoas – foram várias – em liberar uma aeronave nessas condições tão críticas? Se fosse algo simples de resolver, esses aviões já estariam no ar faz tempo …

Eu sei que todas as aeronaves, quando são lançadas, têm seus problemas. O B787 teve aqueles episódios com as baterias que chegaram a groundear as aeronaves por algum tempo (mas não chegou ao nível no MAX!). O A220 está tendo problemas com os motores também. Todavia, em nenhum desses casos tivemos acidentes fatais ou pessoas feridas.

Agora, ninguém da Boeing e do FAA pensou no impacto que isso teria no público do planeta? Sim, porque não estamos falando de uma aeronave utilizada em uma companhia aérea regional de um país desconhecido, certo? O MAX é um projeto de vendas globais para as maiores empresas do planeta!

Aí vem a minha inquietação: imagino que um dia o B737-MAX estará liberado para voar de novo, concordam?

Diante de todas as falhas, não só no projeto da aeronave, mas na concepção do software e na própria certificação pelas autoridades competentes, eu pergunto: vocês terão coragem de voar no B737-MAX quando ele for liberado?

Eu sei que se o Lito do Aviões e Músicas ler minha opinião, ele vai me chamar de ignorante para baixo. Mas eu confesso: não me sinto nem um pouco à vontade de voar nesse avião em um futuro próximo.

Talvez, em alguns anos sem nenhum incidente mais grave (porque se tiver outro acidente, aí é que eu não voo mesmo!), pode ser que eu tope a aventura. Mas não creio que isso aconteça em 2020, 2021, 2022 …

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Sílvio Carneiro on A GOL vai incorporar a Smiles
Vanessa de Carvalho Dias on A GOL vai incorporar a Smiles
Daniel Gadelha on A GOL vai incorporar a Smiles
Luiz Rodrigues on A GOL vai incorporar a Smiles
Henrique P. P. on A GOL vai incorporar a Smiles
Daniel Gadelha on Uma pausa necessária …
Sílvio Carneiro on Uma pausa necessária …
Vanessa de Carvalho Dias on Uma pausa necessária …
Luiz Carlos Costa on Uma pausa necessária …
Carlos Certório on Uma pausa necessária …
Luiz Rodrigues on Uma pausa necessária …
Wanderley Campos on Uma pausa necessária …
Dott. Macchia on Uma pausa necessária …
Beto Junior on Uma pausa necessária …
Anna Paula David on Uma pausa necessária …
Fabio Henrique on Uma pausa necessária …
Henrique P. P. on Uma pausa necessária …
Jorge Brito on Uma pausa necessária …