q6prmv.md.png
quinta-feira, maio 6, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasComo conseguir o "throne" na executiva da Swiss sem pagar a mais...

Como conseguir o “throne” na executiva da Swiss sem pagar a mais por ele

Eu podia estar comendo, eu podia estar bebendo aqui no Senator Lounge da SWISS em Zurich, mas não. Estou aqui escrevendo um post para vocês, meus queridos leitores que tanto me prestigiam!

O assunto do post é como conseguir o “throne” (trono, assento isolado) da SWISS sem pagar a mais por ele. A configuração da executiva no B777-300ER da SWISS é “esquisita”.  Ora é 1-2-2, ora é 2-2-1. A certeza é que todos os assentos centrais são duplos e todos têm acesso ao corredor, e os assentos laterais podem ser individuais, ou duplos. Estou chamando de duplo os assentos lado a lado.

Então, há alguns assentos sem acesso direto ao corredor, e também há assentos na janela sem ninguém ao lado. Esses últimos são chamados de thrones e só estão disponíveis para marcação na reserva para os passageiros elite do Miles and More, programa de milhas da SWISS. Aqui vai uma foto do throne para vocês entenderem:

Ele é o melhor assento da executiva da SWISS para quem viaja sozinho. É o que tem mais espaço pessoal e não há passageiro ao lado. Os demais assentos têm sempre alguém do lado, comprometendo a privacidade.

Vejam o mapa de assentos que o ExpertFlyer. Os thrones são os assentos A das fileiras 4, 7, 9, 11, 14 e 16; e os assentos K das fileiras 5, 8, 10, 12, 15 e 17.

O problema é o seguinte: a SWISS cobra USD 200 por trecho para os passageiros sem status no Miles & More que quiserem reservar esses assentos com antecedência. Isso vale tanto para os bilhetes pagantes como para os emitidos com milhas.

Mas há um modo de se contornar essa exigência.

Em primeiro lugar, é necessário verificar se a aeronave que opera o voo é o B777-300ER,  também chamado de B77W. A rota GRU-ZRH está alternando entre o Boeing e o A340, com assentos antigos (evitem ao máximo!).  Então, antes mesmo de emitir o bilhete, verifique a aeronave – seja com o atendente do call center, seja no Seat Guru, seja no ExpertFlyer.

Já com o bilhete emitido, ligue para a SWISS para marcar o assento. Você pode verificar a disponibilidade no ExpertFlyer (para assinantes). Nesse momento, você não tem saída: vai marcar o melhor lugar dentre aqueles que é possível marcar.

O pulo do gato é você ligar para a SWISS entre 48 e 24 horas antes do check-in abrir.  Entre no ExpertFlyer e veja a disponibilidade do voo. Nesse momento, os thrones estão liberados para todos os passageiros. Não ligue para o call center brasileiro, porque os atendentes afirmam que 48 horas antes o controle passa para o aeroporto. Not true! Ligue para o call center americano, que a sua chance é melhor. Eu fiz isso nesses dois voos com a SWISS e deu certo. Consegui o throne em ambos sem pagar nada a mais por isso.

Não estou garantindo que isso vai dar certo em 100% das vezes, mas as chances são boas se o voo não estiver lotado. A propósito, os dois voos da SWISS que consegui o throne estavam lotados na executiva, mas com a estratégia correta, deu certo! Em breve faço a avaliação para vocês.

Espero ter ajudado vocês com mais essa dica!

OBS. A partir do final de março, a rota GRU – ZRH será operada exclusivamente pelo B77W. Como as companhias aéreas fazem alterações sazonais nas aeronaves, recomendo sempre dar uma checada antes de emitir o bilhete.

 

 

 

 

RELATED ARTICLES

40 COMENTÁRIOS

  1. Ótimo dica Beatriz!
    Desculpe-me pela pergunta um pouco off-topic, mas, existe dica semelhante para marcar assento na Business class da BA com antecedência e sem pagar os US$112? Vou fazer GRU-LHR com eles (minha primeira vez em Londres e primeira vez em executiva com a BA), e queria ver se você tem dicas. Como vou viajar sozinho, estou com medo de cair naqueles assentos de casal na sessão do meio…
    Também gostaria de saber se já fez esse voo, se sim, eles dão amenity kit e pijama na rota, ou isso é só pra First Class?

    Um grande abraço!

  2. Estou pensando em zerar as milha do tap vitoria e tirar passagem de ida e volta para setembro ou outubro para Alemanha. Mas só está aparecendo disponibilidade da swiss e nada da Lufthansa. Vale a pena a business deles?

  3. Ótimo dica Beatriz!
    Desculpe-me pela pergunta um pouco off-topic, mas, existe dica semelhante para marcar assento na Business class da BA com antecedência e sem pagar os US$112? Vou fazer GRU-LHR com eles (minha primeira vez em Londres e primeira vez em executiva com a BA), e queria ver se você tem dicas. Como vou viajar sozinho, estou com medo de cair naqueles assentos de casal na sessão do meio…
    Também gostaria de saber se já fez esse voo, se sim, eles dão amenity kit e pijama na rota, ou isso é só pra First Class?

    Um grande abraço!

  4. Estou pensando em zerar as milha do tap vitoria e tirar passagem de ida e volta para setembro ou outubro para Alemanha. Mas só está aparecendo disponibilidade da swiss e nada da Lufthansa. Vale a pena a business deles?

  5. Eu sou do call center da Swiss e há uma info falha na matéria. Todos nós tentamos abrir o mapa de assentos pelo Amadeus antes de informar que o controle já está com o aeroporto. E não há diferença entre o americano ou o brasileiro, estamos todos juntos trabalhando com o mesmo programa, nas Ilhas Fiji. Então podem ligar para o Brasileiro sim e pedir que atendente abra o mapa para verificar a disponibilidade. Boa sorte para vcs, pq a executiva tem andando LOTADA!

      • A mesma cena em dois países diferentes:
        Você compra um produto e resolve devolver…

        Aí, vc vai numa loja brasileira:
        “.. Quer devolver…. porque ?? Qual o motivo ??..O produto ainda está no prazo de validade….OK… Vamos precisar do seu CPF, Identidade, Título de Eleitor, nome dos seus pais, avós (os 4…) etc etc… Ah…. vai querer um vale para compra futura, com prazo de validade de 7 dias ou prefere um crédito no cartão em até 60 dias ???”..
        Mas… eu paguei em dinheiro.. quero devolução em dinheiro…
        “Sinto muito.. não é possível.. vamos lhe dar um vale para compras….. isto é norma da empresa e faz parte do regulamento de trocas e devoluções…”

        Mesma situação numa loja americana:
        Gostaria de devolver o produto….
        “…Vai querer em dinheiro, trocar por outro produto ou devolução no cartão de crédito ???”
        DEZ SEGUNDOS após resolver seu problema, a atendente fala a célebre palavra:”…Next!!!!!!!!”

        Aí, eu penso com meus botões… “Really, time is money…”

        • Isso é culpa do brasileiro que quer levar vantagem em tudo, ser malandro. Abra uma loja e aceite trocas sem reclamar, vai ver se o povo não vai usar o produto e depois de um mês não vai lá pedir um novo. Um colega meu que mora nos eua comentou que tem walmart em kissimmee que não faz trocas para brasileiros

        • O mercado brasileiro é o mais temido do call center exatamente pelas regras peculiares em beneficio do passageiro como o full refund de passagem mesmo depois do grace period. Enfim coisas da aviação, o grupo Lufthansa abre mão de regras restritivas para entrar no mercado brasileiro. Tipo Name Correction sem cobrar taxa, meu mercado espanhol paga 50 euros para mudar uma letra no nome na passagem. E Beatriz não tem atendimento telefonico da Swiss em SP, são brasileiros trabalhando da Africa do Sul ou Ilhas Fiji.

          • Oi Anonimo, obrigada pelo esclarecimento. Achei que havia call center em SP, por conta do número fornecido pela SWISS. Os call centers são todos na África do Sul e Ilhas Fiji?

      • Beatriz,

        pelo check-in online , que abre 23horas antes da partida, não é possível mudar o assento? ou porque as chances diminuem muito pela proximidade do voo?

  6. Eu sou do call center da Swiss e há uma info falha na matéria. Todos nós tentamos abrir o mapa de assentos pelo Amadeus antes de informar que o controle já está com o aeroporto. E não há diferença entre o americano ou o brasileiro, estamos todos juntos trabalhando com o mesmo programa, nas Ilhas Fiji. Então podem ligar para o Brasileiro sim e pedir que atendente abra o mapa para verificar a disponibilidade. Boa sorte para vcs, pq a executiva tem andando LOTADA!

      • A mesma cena em dois países diferentes:
        Você compra um produto e resolve devolver…

        Aí, vc vai numa loja brasileira:
        “.. Quer devolver…. porque ?? Qual o motivo ??..O produto ainda está no prazo de validade….OK… Vamos precisar do seu CPF, Identidade, Título de Eleitor, nome dos seus pais, avós (os 4…) etc etc… Ah…. vai querer um vale para compra futura, com prazo de validade de 7 dias ou prefere um crédito no cartão em até 60 dias ???”..
        Mas… eu paguei em dinheiro.. quero devolução em dinheiro…
        “Sinto muito.. não é possível.. vamos lhe dar um vale para compras….. isto é norma da empresa e faz parte do regulamento de trocas e devoluções…”

        Mesma situação numa loja americana:
        Gostaria de devolver o produto….
        “…Vai querer em dinheiro, trocar por outro produto ou devolução no cartão de crédito ???”
        DEZ SEGUNDOS após resolver seu problema, a atendente fala a célebre palavra:”…Next!!!!!!!!”

        Aí, eu penso com meus botões… “Really, time is money…”

        • Isso é culpa do brasileiro que quer levar vantagem em tudo, ser malandro. Abra uma loja e aceite trocas sem reclamar, vai ver se o povo não vai usar o produto e depois de um mês não vai lá pedir um novo. Um colega meu que mora nos eua comentou que tem walmart em kissimmee que não faz trocas para brasileiros

        • O mercado brasileiro é o mais temido do call center exatamente pelas regras peculiares em beneficio do passageiro como o full refund de passagem mesmo depois do grace period. Enfim coisas da aviação, o grupo Lufthansa abre mão de regras restritivas para entrar no mercado brasileiro. Tipo Name Correction sem cobrar taxa, meu mercado espanhol paga 50 euros para mudar uma letra no nome na passagem. E Beatriz não tem atendimento telefonico da Swiss em SP, são brasileiros trabalhando da Africa do Sul ou Ilhas Fiji.

          • Oi Anonimo, obrigada pelo esclarecimento. Achei que havia call center em SP, por conta do número fornecido pela SWISS. Os call centers são todos na África do Sul e Ilhas Fiji?

      • Beatriz,

        pelo check-in online , que abre 23horas antes da partida, não é possível mudar o assento? ou porque as chances diminuem muito pela proximidade do voo?

  7. Beatriz, que coincidência, minha esposa e eu estávamos justamente neste voo que chegou hoje em GRU. Queria muito ter uma foto com vc ! Acompanho o blog há alguns meses e acabei virando seu fã pelo modo imparcial e detalhista de escrever (sem falar na redação impecável 🙂 ).

    Sobre a business ZRH-GRU da Swiss, posso dizer que esta nova executiva está bem melhor que a anterior (fizemos esse trecho em dezembro, então a comparação é inevitável). Mais espaço para guardar nossas quinquilharias, sistema de entretenimento atualizado (com tela touch capacitiva), mais espaço para nos acomodarmos com o assento na posição horizontal e por aí vai.

    E para finalizar, cá entre nós, o amenity kit da Victorinox foi quase uma mudança da água para o vinho, né ? Haha

    Um abraço e perdoe-me pelo off topic.

    Parabéns pelo blog !

  8. Beatriz, que coincidência, minha esposa e eu estávamos justamente neste voo que chegou hoje em GRU. Queria muito ter uma foto com vc ! Acompanho o blog há alguns meses e acabei virando seu fã pelo modo imparcial e detalhista de escrever (sem falar na redação impecável 🙂 ).

    Sobre a business ZRH-GRU da Swiss, posso dizer que esta nova executiva está bem melhor que a anterior (fizemos esse trecho em dezembro, então a comparação é inevitável). Mais espaço para guardar nossas quinquilharias, sistema de entretenimento atualizado (com tela touch capacitiva), mais espaço para nos acomodarmos com o assento na posição horizontal e por aí vai.

    E para finalizar, cá entre nós, o amenity kit da Victorinox foi quase uma mudança da água para o vinho, né ? Haha

    Um abraço e perdoe-me pelo off topic.

    Parabéns pelo blog !

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar