q6prmv.md.png
quarta-feira, abril 14, 2021
q6prmv.md.png
InícioAssuntos VariadosComo estão os programas de milhas brasileiros?

Como estão os programas de milhas brasileiros?

Ontem, pensando sobre as estratégias que vou adotar com os programas de milhas em 2019, dei uma revisada no estado atual dos programas brasileiros – vou excluir o TudoAzul porque, confesso, não entendo nada dele. Então, vou falar sobre o Multiplus, Smiles, Amigo e Livelo.

Multiplus: mudou o Clube e prometeu mundos e fundos para quem migrasse para os novos Clubes. Depois, tirou todas as vantagens. A empresa também não está bem no quesito promoções: até agora não houve nada impactante. O site é muito, muito ruim. O departamento de TI precisa ser reformulado com urgência – a migração do sistema foi um desastre. Os resgates se tornaram impossíveis com as parceiras e com a própria LATAM. No primeiro caso, o sistema aparentemente não exerga as parceiras Oneworld, e no segundo, é fácil ver resgates para a Europa por 300.000 pontos e para a Austrália por 500.000 pontos o trecho … Com a incorporação pela LATAM, em breve começará a especulação de como a LATAM vai administrar o programa. De qualquer modo, acredito que a LATAM tenha que investir muito para recuperar o programa.

Smiles: ao contrário do Multiplus/Fidelidade, o Smiles começou mal o ano, mas ainda no início de janeiro estabilizou e não trouxe nenhuma novidade significativa em 2018. O grande bafafá foi que no final de 2017, início de 2018 a gente descobriu que o Smiles havia implementado – sem avisar aos clientes – uma nova tarifa com milhas que não permitia cancelamento. Ao longo do ano, a empresa adicionou 2 parceiras aéreas: Ethiopian e Royal Air Maroc, cujos resgates são estratosféricos. Os demais resgates continuam na mesma: muito altos na maioria das companhias aéreas, com bons resgates com a Korean Air e com a Qatar Airways. O ritmo das promoções também permanece inalterado: toda semana tem uma promo de transferência bonificada, compra de milhas com desconto, transferência com bônus + voucher de desconto, enfim … Quem não é Diamante, é bom ter o Clube mais barato para poder ganhar os maiores bônus. É o melhor programa em termos de interface amigável para os clientes.

Amigo: no momento, eu o considero o melhor programa para resgate com parceiras aéreas, apesar do TI não ser o forte da empresa. É uma pena o sistema não enxergar diversas parceiras como EVA Air, SAS, Thai, ANA em alguns casos, etc. Há rumores que o Clube Amigo será lançado até o fim do ano, o que pode se tornar um problema para nós. Todos somos testemunhas da deterioração do Multiplus e do Smiles depois que eles criaram seus clubes, né? Além disso, com as últimas promos com 100% de bônus via Livelo muita gente está com muita milha, o que é indicativo de possível alteração dos valores da tabela. Há uma expectativa (ou seria um desejo pessoal?) de que seja firmada uma parceria com o Itau. Afinal, o Amigo é o único programa brasileiro que não tem vínculo com o Itau.

Livelo: é um player made in Brazil, já que não é vinculado a nenhuma empresa aérea, mas tem parceria com muitos programas de milhas. Oferece inúmeras promoções durante o ano que empolgam muito o pessoal das milhas. Acredito, contudo, que apesar de a Livelo ser a melhor fonte de pontos atualmente, ela poderá ser responsável pelo estrangulamento do mercado de milhas/pontos no Brasil. Não sei até que ponto uma Lufthansa pode continuar a oferecer uma ida e volta entre Brasil e Europa na primeira classe por R$ 3.500,00 (compra-se 100.000 pontos Livelo com desconto de 50% no valor do ponto, depois transfere para o Amigo na promo de 100% de bônus). Mas em se mantendo o jogo do jeito que está, é a melhor relação custo-benefício do mercado atualmente dada a flexibilidade no uso dos pontos.

Vocês concordam? O que vocês acrescentariam?

 

RELATED ARTICLES

51 COMENTÁRIOS

  1. Multiplus está muito ruim para emissão. Fiquei 1h50 para emitir 2 executivas pela própria Latam. Tive que printar a tela e enviar para eles. Depois mais 2h10 para emitir 2 econômicas para Miami. Não achavam o voo que eu queria e acabaram oferendo outro com desconto de 10% na emissão. Voos com bebê, por isso tive a infelicidade de perder 4h da minha vida com eles.

  2. Uma pequena correção, o Smiles adicionou quatro parceiros aéreos esse ano e não apenas dois. Royal Air Maroc, Ethiopian, Passaredo e South African Airways.

  3. Olá Beatriz, sobre a executiva pra Europa por 100.000 pontos… Sou clube livelo e não vi essa promoção de 50%… Tb não encontrei voos na avianca na executiva por 100 mil ida e volta. Para qual país/data? Obrigado

  4. Beatriz, concordo com as suas avaliações. Smiles sigo no clube mais baixo porque não sou diamante e ano que vem farei uma emissão na Qatar, isso se até lá não houver uma majoração na tabela. Multiplus deixei de mandar pontos para lá diante da escassez nas promoções com a Livelo e em razão da não emissão com as parceiras. Quanto ao Amigo tenho uma boa quantidade de milhas lá, que planejo para levar a família para a Europa, porém também fico temeroso com eventual lançamento de clube e majoração da tabela. Aliás, ontem li uma entrevista da Diretora de marketing da Avianca para o Jornal do Comércio aqui em Poa e ela enfatizou que a empresa busca expandir o programa dos atuais 4 milhões para 5 milhões de clientes e que muitas novidades estão por vir nos próximos meses, sobretudo no que se refere à troca de pontos por produtos com os parceiros comerciais. Enfim, é aguardar para ver como ficará, inclusive na questão que levantas quanto à Livelo e a inflação no mercado de milhas. Abraço.

  5. Beatriz e demais leitores do blog.
    Alguém conseguiu efetuar pelo LATAM Fidelidade o resgate de passagem aérea com as parceiras OW após a mudança de sistema? Como tiveram êxito?
    Pelo site está impossível encontrar Qatar, Cathay e outras cias OW e pela central as informações são as mais variadas e confusas.
    Estão ocorrendo diversos problemas como a falta de informação e conhecimento sobre a OW, sistema lento ou inoperante, valor de resgate de tabela que não está sendo honrado (os valores sao somados trecho a trecho), e exclusão da taxa de combustível. Antes de maio consegui 2 resgates pelo preço de tabela e sem a YQ, mas agora ficou impossível!!!

      • Obrigado pelo retorno Carlos.
        Com vc tem checado a disponibilidade da Qatar antes de ligar?
        Se para um trecho simples vc gastou 10 hs, eu devo gastar pelo menos 20 hs para emitir Asia – BR, kkkkkk.

        • Eu tinha pesquisado tanto na British quanto no Smiles e o inventário batia. Eu imagino que o Multiplus vai conseguir localizar os trechos da Ásia para Doha e DOH-GRU, mas tenho dúvidas se vão conseguir juntar os dois voos em uma única emissão e cobrar 110k.
          Boa sorte, deixe o celular carregado e pegue uma série do Netflix para assistir enquanto fica escutando a música de espera. 🙂

          • Pelo visto vou precisar carregar ao máximo o celular e mais um carregador portátil, kkkkkk.
            Valeu pelo feedback. Eu também tenho confirmado a disponibilidade pelo BAEC e pelo Smiles, e ambos tem batido, só não bate com a disponibilidade dos atendentes despreparados do Fidelidade, rs.
            Abraço.

    • Consegui resgatar para meus pais no início deste mês 2 vôos de ida e volta no trecho SP – Los Angeles pela American. Tentei por 3 vezes resgatar através do site da empresa em meu PC e estava dando erro, mas entrando no mesmo site pelo celular inexplicavelmente consegui concluir a emissão.

  6. Concordo plenamente, Beatriz. O LIvelo tem sido, desde o ano passado, o melhor programa para mim. Esperamos que continue sem grandes mudanças. Hoje em dia, meu sonho é que a relação 1:1 se estenda aos programas estrangeiros, mesmo sabendo que é difícil…

  7. Caramba, não sabia que o Itaú não transfere até hoje para o Amigo. Que banco mais mequetrefe!
    Concordo com suas avaliações, Beatriz. O Multiplus ou Lanpass vão ter de suar muito a camisa para recuperar os clientes e o mercado, conseguiram a proeza de transformar o programa líder de mercado em programa a ser evitado. O Smiles tem boas oportunidades e mantém sua salvação, que é o Viaje Fácil. Apesar da merecida má fama, ainda acho bastante interessante em situações específicas. E o Amigo, apesar de ser o atual líder no quesito oportunidades, não pode se dar ao luxo de se fazer de Multiplus e queimar o mercado conquistado lentamente. Antes de promoverem qualquer alteração, no mínimo precisam fazer o programa funcionar plenamente, conforme estabelece seu regulamento.
    Quanto ao Livelo, é o melhor programa do mercado, em todos os quesitos, e continuará sendo por um bom tempo. Vamos supor a hipótese improvável que os programas nacionais boicotem o Livelo e acabem de oferecer quaisquer bônus de transferência. O Livelo sempre tem a possibilidade de oferecer desconto por conta própria, com promoções de points back, como fazia para superar a batalha com o Multiplus.
    Ainda que não houvesse mais nenhum bônus de transferência, os valores obtidos com transferências 1:1 para os programas nacionais ainda seriam mais vantajosos do que a compra de pontos em programas estrangeiros. Para ficar inviável, somente se não houvesse mais bônus de transferência e reajuste massivo das tabelas nacionais. Não impossível, mas improvável.
    Mesmo neste caso, o programa ainda seria nossa melhor opção disponível. Com o Clube 20k ou compra de milhas em promoção de 50%, consegue-se o milheiro por cerca de R$ 50 no Lifemiles e R$ 70 no Mileage Plus e Avios. Nas melhores promoções que estes programas vendem suas milhas, no câmbio de hoje (R$ 4,32 no Amex + IOF), o milheiro sai a R$ 63 no Lifemiles, a R$ 67 no Avios e a R$ 86 no Mileage Plus.
    Enfim, só se houver um grande reajuste dos valores do Livelo mais eliminação dos bônus de transferência mais reajuste massivo das tabelas nacionais é que ficaríamos sem boas opções. Mas mesmo com essa tempestade perfeita, sempre conseguimos achar novas oportunidades para usar milhas com mais eficiência que comprar as passagens em dinheiro.

    • A parceria Livelo e Lifemiles está bem razoável enquanto está no 1:1. Quando houver o deságio, o preço vai sair por R$ 45,50/milheiro com a promo de 50% de desconto na compra de milhas e com a transferência 1,3:1. Dá uma boa piorada no valor atual, mas ainda sai mais em conta do que comprar na promo que eles geralmente fazem (e que está em vigor).

  8. Excelente análise. Bons tempos do LATAM Fidelidade, um passado que não volta mais. Quanto ao Amigo, em 20/1 do ano passado, feriadão aqui no Rio, emiti para FLN po 20k I/V. Mencionei no outro post que eles estavam cobrando 60k só pela ida(na verdade 50k), ou seja, já está ocorrendo “efeito Smiles” nele. Vou acompanhar com carinho o Livelo, já que o Sempre Presente não é flor que se cheire.

  9. Beatriz, você pode dar o link para um post seu, acho que tutorial, que preciso reler para ver qual a melhor maneira de “enxergar” passagens nas parceiras da Amigo e poder adquirir via call center?
    Super obrigada!

  10. Beatriz, boa noite! Sou assinante do Clube Livelo de longa data e precisei consultar o regulamento para checar um informação. Entrei deslogado na página de assinar os planos e selecionei um qualquer. Eis que na página de adesão apareceu um checkbox novo dando a opção de por mais R$ 9,90 mensais todos os novos pontos Livelo obtidos a partir desta assinatura não expirem, e não apenas os oriundos do Clube.

    Pra quem quer fazer uma “poupança” em milhas na Livelo com pontos do cartão ou dos parceiros fica a opção (R$ 118,80/ano). Mas considerando que no Brasil o mercado de milhas é volátil e esquizofrênico, o “Earn and Burn” nunca deve ser desconsiderado. rsrs

    https://uploads.disquscdn.com/images/a5ff2407640503eb1c1391c2b741ffccee0fad599dcb6657018ab8c25c6b04ae.jpg

      • Ficamos muito tempo sem conseguir resgatar passagens, ate mesmo domesticas em alguns casos! Muita gente perdeu pontos ou foi obrigada a resgatar eletrodomesticos. O atendimento do call center é feito para que as pessoas nao consigam fazer os resgates com as parceiras nem em cabines premium. Só quem liga e tem um conhecimento avançado e muito tempo livre consegue. O cliente medio acaba emitindo so o que é interessante para a empresa.

        • Me considero sortudo após ler tantos relatos recentes de problemas para resgatar passagens no Multiplus. Consegui no início deste mês resgatar voos de ida e volta para Los Angeles (saindo de SP) para meus pais, quando todos relatavam instabilidade ou indisponibilidade de emissões pelo site. Foram trechos pela AA no valor de 35k cada unidade.

  11. Citando vc:
    “…No primeiro caso, o sistema aparentemente NÃO ENXERGA as parceiras Oneworld…” (destaque em maiúsculo nosso)
    Eles vão resolver o problema de imagem decorrente desse problema…
    Entrarão com propaganda na mídia especializada, e, ao fundo, poderemos ouvir lindas canções de Steve Wonder…..

    PS: “sorry, pela piada de humor neg.. quer dizer, humor afrodescendente, mas não pude deixar de associar mentalmente com o excelente cantor americano…”

  12. Beatriz..
    Vou dar minha opinião sobre os programas de fidelidade no Brasil, mas temo que, entre o tempo de começar a digitar e o “enter” final, os regulamentos possam ter mudado e ir tudo por água abaixo.

    Primeira coisa: vc fez bem em nem perder tempo analisando o TUDOAZUL.. pois ele consegue a façanha “hercúlea” de ser pior que o Smiles… façanha igual só se Hércules derrota-se todos os heróis da Marvel num “tête-a-tête”, não esquecendo que a Escarlet, vida real, ficaria nua pra tentar desviar a atenção do herói das lendas….e depois, derrotada, o acusaria de assédio sexual…

    SMILES…melhor site/sistema do mundo: amigável ao extremo, bonito, lindo, padrão visual impecável…(toda essa “frescura” é meu lado feminino se expondo…rsrs, já meu lado normal, o masculino acha que o site “serve”), mas realmente o site dele deveria ser minimamente imitado por todos os programas de fidelidade….
    Já no que interessa pra valer, que são emissão de passagens… aí, tá complicado…eles têm transtorno bipolar em relação aos associados: ora eles enganam os clientes, ora eles são sinceros e ferram na cara dura mesmo…neste meio tempo, de vez em quando aparece algo que preste, principalmente naquele mantra que vc sempre invoca “…Smiles é precioso pra voar Qatar…”…com eles só mesmo usando a filosofia “aterrizar as milhas e decolar as passagens”, ou que o galera conhece como “earn and burn”… ( eu não gosto muito do termo “burn”…. me traz lembranças do Tio Nero & A Lira Encantada mandando ver em Roma…rsrs

    MULATÃO – meiose decorrente da combinação genética do Multiplus com a Latão Air Chile…
    Vou te falar… tem coisas que são inexplicáveis… e vou te pedir sinceras desculpas pelo termo que vou usar, mas não existe outro pra ser aplicado no caso…
    Eles não fizeram migração de sistemas/sites, mas fizeram uma “suruba internética”(TM) e a fusão virou uma confusão…
    Tudo esquisito, não enxergando, o site não anda, trava toda hora…só mesmo um milagre bíblico pra salvar o programa, do tipo “levanta, anda, e olhe ao seu redor”… Lázaro que o diga…
    Mas… veja, com o procedimento “aterrizar & decolar”, pode-se eventualmente, com muiiiiita paciência chinesa, se conseguir boas oportunidades de resgate, porque está ocorrendo um movimento bíblico com os associados do programa: “O Êxodo”.. todo mundo pulando fora.. e com mesma quantidade de assentos, devem aparecer boas oportunidades de resgates …

    Agora vamos ao atual “queridinho” dos brasileiros:

    AMIGO (da onça ???)…
    Nos últimos anos foi o programa que se mostrou mais “sustentável”… compatível com a “política tartarugiana” de crescimento da Avianca…
    Até o momento o programa demonstra um apetite moderado por recursos financeiros, isto é, não virou um “banco particular” da Avianca, a exemplo do que a Gol / Smiles fizeram…
    O programa tem um norte direcionado para fidelizar clientes… e boas/ótimas oportunidades PERENTES de resgates para MIA/NYC na Avianca Brasil e boas oportunidades com os parceiros…
    Como o Brasil sempre gosta ser superlativo em tudo, o programa conseguiu a façanha de ter “dois calcanhares de Aquiles”: o site e o 0800…
    O site é instável, esquisito, não amigável, “travavel”, tudo de ruim..muitas pessoas cabeludas ficam carecas após 1 hora de uso… numa avaliação positiva do site, eu diria que ele é de arrancar os cabelos…
    Já o seu 0800, como decorrência da péssima qualidade do site, é sobrecarregado pelos usuários.. conclusão: ficamos horas aguardando para ser atendido….mas, depois os atendentes são gentis, educados, mas não conhecem muito o produto…
    OBS….
    Nos últimos dias, alguns colegas têm relatado em outros sites, principalmente no MMM do Guilherme, que “coisas estranhas” estão acontecendo nas consultas/tarifas pra voar..
    A executiva pela Avianca pros EUA, tipo MIAMI, cuja tabela sempre foi de 60k, POR TRECHO, tem aparecido com 180/120/100/90k… e a econômica, que sempre foi de 30k
    tem aparecido com 60/50k..
    Isto tem que ser questionado com o programa… afinal, eles vão ou não manter a tabela fixa de resgates pros EUA…
    Hoje e diante das incertezas, tb é programa pra se adotar a política “aterrizar & decolar”…nada da acumular milhas lá tb.. pelo menos até a empresa jurar de pé junto que vai continuar com a tabela fixa e que só muda com aviso prévio de 12 meses….

    LIVELO…
    Tem se mostrado um programa bem razoável pra se “comprar” pontos para depois enviar para os programas nacionais… e até mesmo internacional, como no caso do Lifemiles..
    Mesmo com a taxa de 2:1, não é de todo desprezível a possibilidade de se fazer um envio para o Executive Club… e emitir passagem só de ida pra LHR…
    Perenemente acham-se tarifas de 17k pra viajar GRU/GIG => LHR…
    Vamos as contas:
    Aquele que acumula no Club 20.000, tem o custo do ponto de R$ 0,0325.. se considerarmos 34.000 pontos viram 17.000 ávios, o custo do trecho seria de R$
    1.105,00…
    Se lembrarmos que este ano (e em anos anteriores), o EC, já cobrou 9.500 ávios por esse trecho, então o custo seria de R$ 617,50…o que é um excelente valor..
    O único inconveniente é que, chegar na Europa por LHR, depois vai ter que ir pra Paris de trem, pagando uns 59 euros.. porque as taxas aeroportuárias na terra de sua Majestade são violentas… terrorismo no bolso do turista…
    Hoje, eu não tenho “club” em nenhum programa de fidelidade de cia. aérea ou associados, mas tenho o Club 20.000.. estou guardando lá, “pagando pra ver”…

    (TM) By Jucá, o honesto….

  13. Olá, pessoal!
    Estou com um problema em algumas reservas minhas, e resolvi postar o caso no site, pois acredito que muita gente aqui possa me orientar sobre o que fazer nessa situação.
    Eu emiti passagens em econômica para 2 pessoas pela Avianca (Ida Brasília – Cartagena e volta Bogotá – Brasília.
    Apesar dos voos serem pela Avianca, eu fiz essa emissão pela TAP, com milhas Victoria.
    Acontece que ontem a Avianca alterou o horário do primeiro trecho da ida (BSB – GRU). Com essa alteração, o horário de chegada em Guarulhos é o mesmo do voo de saída de GRU para Bogotá (mesmo sendo absurdo e claramente impossível se pegar a conexão, a Avianca alterou somente esse trecho, sem alterar os demais).

    Então eu liguei na Avianca, para solicitar a alteração dos outros trechos da ida (GRU-BOG e BOG-CTG), de forma que fosse possível pegar os voos. Liguei 3 vezes na Avianca e em todas as vezes me disseram que eles não poderiam alterar nenhum dos meus voos, pois a emissão das passagens foi feita pela TAP e só eles poderiam alterar.

    Então liguei na TAP, e o atendente me disse que não há disponibilidade de assentos para emissão por milhas em classe econômica, em um mesmo dia, para os três trechos que compõem o trajeto de ida (BSB-GRU, GRU-BOG, BOG-CTG). O voo de ida está marcado para o dia 08/11, mas o atendente da TAP disse que não há disponibilidade nem no dia 07, nem no 08 e nem no 09. Liguei 2 vezes na TAP e em ambas as vezes disseram a mesma coisa.

    A TAP me propôs cancelar as passagens e fazer o reembolso das taxas, mas isso seria bem prejudicial para mim, pois já fiz reservas de voos internos para 2 pessoas e reservei as hospedagens nos 3 lugares por onde vou passar nessa viagem, e todos esses gastos não são reembolsáveis.

    Dessa forma, gostaria de orientação sobre o que fazer nessa situação. Agradeço a qualquer um que puder ajudar!

    Valeu!

    • A responsabilidade é do Victória. A partir do momento que a passagem foi emitida por eles, é responsabilidade deles resolverem o problema, independentemente da existência de passagem BSB-GRU com milhas.
      Tente ligar no atendimento do Victória (0800-727-2347) e peça a criação de um protocolo (ou faça por escrito online), pelo menos para ter registrada a demanda. É provável que não haja solução amigável.
      Não havendo, eu ligaria, tiraria o trecho BSB-GRU para não haver no-show, compraria em separado esta passagem e depois cobraria no Juizado o ressarcimento da despesa.

      • Carlos e Felipe: estou com um problema parecido. Tenho ida JFK-HKT com escala em ICN com a Asiana em janeiro próximo e a volta SGN-JFK com a Eva. Ontem recebi um email da Asiana informando q o vôo do segundo trecho, ICN-HKT, alterou o horário de saída das 19.50 para as 18h. Ocorre que chego de JFK com a própria Asiana as 17.30. É o mesmo terminal mas estes 30 min não respeitam o tempo mínimo de conexão, que segundo a TAP seria de 45 min. Então, à noite, liguei para o VICTORIA no 08000254638, central de atendimento na qual emiti as passagens em fev deste ano. Vieram com o papo de que não tinha disponibilidade em outros vôos com a Asiana na mesma classe (executiva) nos dias próximos à viagem. Solicitei que fizessem contato com a Asiana e me disseram que enviaram por email um pedido de realocação em outro vôo e que aguardasse por uns dias o retorno deles por email para eu voltar a ligar pra Central deles. Enfim, além deles sequer se darem contato disso (peguei eles de surpresa), acho que vou me incomodar muito. Em princípio não queria judicializar a questão, mas se preciso o farei. A solução mais simples seria só retirar este segundo trecho da ida? A TAP aceitaria só esta alteração? E se eu deixar assim e perder o vôo por culpa da empresa o que será que Asiana fará? Meu medo é prejudicar também a volta. Se pudesse tirava este trecho e daí emito com milhas Lifemiles com a THAI, gastaria em eco 60 mil pra mim, esposa e filho, num vôo de 10hs, computando escala em bkk. Ou poderia esperar e ver o que vai dar na hora, e, por cautela, já ter a emissão com a THAI pro dia seguinte. Daí se a Asiana conseguisse resolver cancelava a emissão, arcando com as taxas de cancelamento. Mas e as malas será que tb não iriam pra conexão?
        Enfim, o que os amigos me sugerem? Aliás este problema meu e do Felipe dá um post de ajuda não achas Beatriz?
        Desde já agradeço pela atenção e desculpas pelo texto longo, é que esta questão está ” tirando meu sono”, pois já tenho tudo planejado e inclusive hotéis pagos e trecho de vôos internos emitidos em tarifa não reembolsável.

    • Muito obrigado pela ajuda, Henrique e Carlos.
      Vou dar um update do que eu fiz:
      Tentei ligar mais algumas vezes na TAP. Em outras 2 vezes o(a) atendente alegou a mesma coisa: que não havia assentos disponíveis em econômica para emissão por milhas em voos da Avianca para esses trechos, nem no dia 07, nem no 08 e nem no 09 (mesmo com eu verificando a disponibilidade de alguns poucos voos com possibilidade de resgate por milhas, pelo Expert Flyer).
      O pessoal da Avianca já havia alegado que a TAP era obrigada a me realocar, de uma forma que ficasse conveniente pra mim, mesmo se não houvesse disponibilidade de emissão com milhas (nesse caso, a TAP deveria arcar com a compra da minha passagem). Os atendentes da TAP diziam que isso não era verdade, e, caso não houvesse passagem disponíveis com milhas, eles não poderiam fazer nada.
      Já estava pensando em tentar as vias judiciais (Talvez acionar o Procon ou a Anac. Não sei quem seria o mais indicado no caso. Sou totalmente leigo.) Mas resolvi tentar ligar na TAP mais uma vez.
      Nessa última vez, fui atendido por uma atendente consideravelmente mais educada que as últimas pessoas com quem eu tinha falado, e ela “magicamente” conseguiu encontrar voos disponíveis no dia 07 (um dia antes do previsto inicialmente). Entre antecipar a viagem em um dia e entrar com uma ação para “ver o que dá”, preferi aceitar a antecipação.

      Fiquei aliviado por ter conseguido resolver o problema, mas, ao mesmo tempo, bastante desanimado com os programas de milhas em geral. Acho que nem dá para dizer que fiquei decepcionado com a TAP também, pois dessa companhia eu não espero nada. Só quero terminar de usar minhas milhas Victoria que comprei naquela famigerada promoção de dia dos namorados, e torcer para nunca mais ter que utilizar os serviços deles.

    • Muito obrigado pela ajuda, Henrique e Carlos.
      Vou dar um update do que eu fiz:
      Tentei ligar mais algumas vezes na TAP. Em outras 2 vezes o(a) atendente alegou a mesma coisa: que não havia assentos disponíveis em econômica para emissão por milhas em voos da Avianca para esses trechos, nem no dia 07, nem no 08 e nem no 09 (mesmo com eu verificando a disponibilidade de alguns poucos voos com possibilidade de resgate por milhas, pelo Expert Flyer).
      O pessoal da Avianca já havia alegado que a TAP era obrigada a me realocar, de uma forma que ficasse conveniente pra mim, mesmo se não houvesse disponibilidade de emissão com milhas (nesse caso, a TAP deveria arcar com a compra da minha passagem). Os atendentes da TAP diziam que isso não era verdade, e, caso não houvesse passagem disponíveis com milhas, eles não poderiam fazer nada.
      Já estava pensando em tentar as vias judiciais (Talvez acionar o Procon ou a Anac. Não sei quem seria o mais indicado no caso. Sou totalmente leigo.) Mas resolvi tentar ligar na TAP mais uma vez.
      Nessa última vez, fui atendido por uma atendente consideravelmente mais educada que as últimas pessoas com quem eu tinha falado, e ela “magicamente” conseguiu encontrar voos disponíveis no dia 07 (um dia antes do previsto inicialmente). Entre antecipar a viagem em um dia e entrar com uma ação para “ver o que dá”, preferi aceitar a antecipação.

      Fiquei aliviado por ter conseguido resolver o problema, mas, ao mesmo tempo, bastante desanimado com os programas de milhas em geral. Acho que nem dá para dizer que fiquei decepcionado com a TAP também, pois dessa companhia eu não espero nada. Só quero terminar de usar minhas milhas Victoria que comprei naquela famigerada promoção de dia dos namorados, e torcer para nunca mais ter que utilizar os serviços deles.

  14. Pessoal, pessoalmente não gosto do Smiles mas a Gol abriu essa noite uma promoção, com algumas oportunidades pontuais para resgates de passagem. Tem uma boa disponibilidade de trechos para Punta Cana (saindo de SP) por 25 mil milhas, e uma bem pequena por 13 mil. Compondo bem as datas dá pra fazer idade e volta por 38, algo ótimo para um programa inflacionado como o Smiles. Se alguém tiver interesse corra: os assentos não devem durar muito https://uploads.disquscdn.com/images/1547fab8992e53c09a0fd034d6d05a7fca06dfd4abca87266c4df02b7616ee67.jpg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Henrique S on O adeus do Milhas e