q6prmv.md.png
quarta-feira, abril 14, 2021
q6prmv.md.png
InícioProgramas de FidelidadeEmissão de bilhetes na Smiles: atenção às regras tarifárias!

Emissão de bilhetes na Smiles: atenção às regras tarifárias!

Como a maioria de vocês sabe, a Smiles agora está oferecendo dois tipos de bilhetes para emissão com milhas: aqueles com tarifas comerciais e aqueles com tarifa award.

Inicialmente, a Smiles, sem comunicar nada para nós clientes, distinguia as duas tarifas por meio do carimbo do Viaje Fácil abaixo do logo da companhia aérea escolhida. Assim, quando havia o carimbo, a passagem era award, e permitia o cancelamento com estorno das milhas mediante o pagamento de R$ 250,00, não havia cobrança de tarifa de combustível, etc.

Por outro lado, as tarifas comerciais eram identificadas pela ausência do carimbo do Viaje Fácil abaixo do logo da companhia aérea. Essas tarifas não permitiam cancelamento ou alteração, ou seja: se você utilizasse suas milhas com elas e depois, por um imprevisto qualquer não pudesse viajar, você perderia todas as suas milhas. Também não havia franquia de bagagem, mas havia cobrança de taxa de combustível com a TAP, por exemplo.

Hoje, dando minha vasculhada na Smiles, descobri que ampliou o leque de regras tornando mais importante do que nunca ler as regras tarifárias antes de emitir o bilhete.

EXEMPLO 

Vejam só essa passagem comercial TAP, ida e volta em econômica, entre Rio de Janeiro e Frankfurt, nos dias 11 e 18 de julho, em tarifa comercial.

Incríveis 197.500 milhas (eu sei que é alta temporada – mas é TAP em econômica!), com R$ 1.258,00 em taxa de combustível mais R$ 554,56 de taxas de embarque, totalizando R$ 1.812,56 + 197.500 milhas!

Com essa tarifa, é possível levar uma peça de bagagem e o reembolso das milhas também é possível mediante o pagamento de … USD 400!

Os preços estão absurdos. Mas antes sequer havia a possibilidade de restituição das milhas.

Então, repito: é essencial ler as regras tarifárias na emissão de bilhetes com milhas com a Smiles.

 

 

RELATED ARTICLES

36 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia Beatriz! O viaje fácil te obriga a quitar a passagem no mais tardar 60 dias antes da viagem, e acredito que por esse motivo não é possível utilizar em reservas para menos desses 2 meses. Ou seja, pesquisando hoje não haverá o carimbo do viaje fácil até o dia 29/03, só a partir de 30/03 ele passará a aparecer.

    • Você tem razão, Cainã. Mas vi isso em outras datas também. De qualquer modo, a leitura das regras com a Smiles agora que há tarifas com características diferentes é essencial!

  2. Apenas um louco emite uma passagem como essa da TAP. Com um pouco mais de dinheiro é possível emitir a passagem apenas com dinheiro e ainda ganha milhas.

  3. Cuidado com todas!!!!
    Emiti avianca ponte aérea dois finais de semana seguidos, em um deles tinha franquia de bagagem e no outro não… sendo que as duas emissões foram feitas da mesma forma no sistema antigo.
    Ontem emiti avianca novamente passagens para NY pela Star Alliance (um suplício de quase duas horas no telefone), e a tarifa para reembolso das milhas é 200 dólares por trecho…

    • Sim, Carol. Essa é a prática de muitas companhias aéreas. Mas a Smiles cobrava R$ 80,00 até o início do ano passado, passou para R$ 250,00 e agora tem bilhetes que nem pagando taxa você consegue reembolsar as milhas.

  4. Mais um grande texto Beatriz. Estou com um caminhão de milhas entulhado no smiles e não sei o que fazer. Não consigo achar nenhum resgate vantajoso. Minha esperança é tentar esperar uma promoção + voucher e desconto delta e tentar tirar um coelho da cartola.

    • Tô na mesma… mas preferi torrar no maxmilhas. Não confio em mais nada vindo do Smiles.
      Prefiro transformar minhas milhas em dinheiro (mesmo perdendo um pouco) do que deixar parado lá e ver os preços subindo exponencialmente.

  5. Mais uma postagem excelente sobre a emissão de passagens via Smiles. Recomendo aos leitores buscar as publicações de 30 dias para cá a respeito do assunto, antes de tomar qualquer decisão sobre viagens pelo Smiles.

    Como foi dito anteriormente, o mundo das milhas mudou muito de alguns anos para cá. Viajo com frequência desde o ano 2000 e lembro-me que os primórdios dos “programas de milhagem” era como a VASP (finada) fazia: “A cada 9 trechos voados – independente da tarifa, trecho, etc – a 10ª viagem era cortesia”. Se não me engano, você tinha que guardar os canhotos e (não me lembro mais – desculpem), lançar num sistema ou ir numa agência para emitir seu bilhete.

    O início dos programas da TAM e GOL tinha regras e poucas variáveis, ou seja, você tinha uma quantidade “x” de milhas, entrava no site e emitia. Hoje mudou muito: há variações sazonais, variações da milhagem necessária dependendo da tarifa em R$, disponibilidade de assentos, fora as “taxas de combustível, bagagem por fora, taxas e mais taxas”. Na minha opinião, anteriormente era mais “fácil” emitir um bilhete e não tinha tantas pegadinhas.

    Atualmente é necessário estar muito atualizado e pesquisar com frequência (cuidado com o cache da máquina pois até isso a inteligência artificial das empresas detecta a procura pelo seu IP e misteriosamente aumenta os valores) para fazer um bom negócio.

    O aumento dos “produtos” vinculados aos programas de milhagem ajudou por um lado, mas atrapalhou por outro pois agora até comprando produtos em site você ganha milha, porém não existe “almoço grátis”.

    Enfim, o mundo das milhas mudou. Se foi para melhor ou para pior, essa pergunta vale 1 milhão de dólares. Depende.

    • Ótimo comentário, Carlos. Nos primórdios, a finada TAM também tinha esse mesmo sistema que a VASP (que não me lembrava que existia): a cada 10 viagens, o passageiro ganhava uma de graça, independentemente da tarifa comprada (a TAM só voava doméstico na época e seu nome completo era Transportes Aéreos Marília).

  6. Quer ver algo pior, vá no interline tudo azul e pesquisa pra mesma data e mesma companhia, tá 280.500 pontos tudo azul só no trecho de ida em econômica, em executiva o valor tá 573.500 pontos, na volta só tem econômica pela bagatela de 353.000 pontos. Só de econômica está em 633.500 ida e volta pontos tudo azul, é ou não pior que o smiles?

  7. A última do dia …. o TudoAzul em parceria com o ViajaNet seguindo o péssimo exemplo do SMILES tbm foi e alterou as regras de cancelamento das passagens comerciais emitidas com pontos TudoAzul pelo hotsite https://tudoazul.viajanet.com.br

    INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
    Política de alterações e cancelamentos da companhia aérea

    Alterações/Cancelamento: Não permitido.
    Reembolso: Não permitido.

  8. Clube SMILES cancelado desde o posto passado… e acho que TODOS deveriam seguir o caminho…

    Até porque hoje começaram as promoções de 100%… em breve, 200%, 300% e por aí vai… concomitantemente, aumento da quantidade de pontos para emissão, no mínimo, do dobro destes aumentos de bônus…

  9. Bom dia Beatriz! O viaje fácil te obriga a quitar a passagem no mais tardar 60 dias antes da viagem, e acredito que por esse motivo não é possível utilizar em reservas para menos desses 2 meses. Ou seja, pesquisando hoje não haverá o carimbo do viaje fácil até o dia 29/03, só a partir de 30/03 ele passará a aparecer.

    • Você tem razão, Cainã. Mas vi isso em outras datas também. De qualquer modo, a leitura das regras com a Smiles agora que há tarifas com características diferentes é essencial!

  10. Apenas um louco emite uma passagem como essa da TAP. Com um pouco mais de dinheiro é possível emitir a passagem apenas com dinheiro e ainda ganha milhas.

  11. Cuidado com todas!!!!
    Emiti avianca ponte aérea dois finais de semana seguidos, em um deles tinha franquia de bagagem e no outro não… sendo que as duas emissões foram feitas da mesma forma no sistema antigo.
    Ontem emiti avianca novamente passagens para NY pela Star Alliance (um suplício de quase duas horas no telefone), e a tarifa para reembolso das milhas é 200 dólares por trecho…

    • Sim, Carol. Essa é a prática de muitas companhias aéreas. Mas a Smiles cobrava R$ 80,00 até o início do ano passado, passou para R$ 250,00 e agora tem bilhetes que nem pagando taxa você consegue reembolsar as milhas.

  12. Mais um grande texto Beatriz. Estou com um caminhão de milhas entulhado no smiles e não sei o que fazer. Não consigo achar nenhum resgate vantajoso. Minha esperança é tentar esperar uma promoção + voucher e desconto delta e tentar tirar um coelho da cartola.

    • Tô na mesma… mas preferi torrar no maxmilhas. Não confio em mais nada vindo do Smiles.
      Prefiro transformar minhas milhas em dinheiro (mesmo perdendo um pouco) do que deixar parado lá e ver os preços subindo exponencialmente.

  13. Mais uma postagem excelente sobre a emissão de passagens via Smiles. Recomendo aos leitores buscar as publicações de 30 dias para cá a respeito do assunto, antes de tomar qualquer decisão sobre viagens pelo Smiles.

    Como foi dito anteriormente, o mundo das milhas mudou muito de alguns anos para cá. Viajo com frequência desde o ano 2000 e lembro-me que os primórdios dos “programas de milhagem” era como a VASP (finada) fazia: “A cada 9 trechos voados – independente da tarifa, trecho, etc – a 10ª viagem era cortesia”. Se não me engano, você tinha que guardar os canhotos e (não me lembro mais – desculpem), lançar num sistema ou ir numa agência para emitir seu bilhete.

    O início dos programas da TAM e GOL tinha regras e poucas variáveis, ou seja, você tinha uma quantidade “x” de milhas, entrava no site e emitia. Hoje mudou muito: há variações sazonais, variações da milhagem necessária dependendo da tarifa em R$, disponibilidade de assentos, fora as “taxas de combustível, bagagem por fora, taxas e mais taxas”. Na minha opinião, anteriormente era mais “fácil” emitir um bilhete e não tinha tantas pegadinhas.

    Atualmente é necessário estar muito atualizado e pesquisar com frequência (cuidado com o cache da máquina pois até isso a inteligência artificial das empresas detecta a procura pelo seu IP e misteriosamente aumenta os valores) para fazer um bom negócio.

    O aumento dos “produtos” vinculados aos programas de milhagem ajudou por um lado, mas atrapalhou por outro pois agora até comprando produtos em site você ganha milha, porém não existe “almoço grátis”.

    Enfim, o mundo das milhas mudou. Se foi para melhor ou para pior, essa pergunta vale 1 milhão de dólares. Depende.

    • Ótimo comentário, Carlos. Nos primórdios, a finada TAM também tinha esse mesmo sistema que a VASP (que não me lembrava que existia): a cada 10 viagens, o passageiro ganhava uma de graça, independentemente da tarifa comprada (a TAM só voava doméstico na época e seu nome completo era Transportes Aéreos Marília).

  14. Quer ver algo pior, vá no interline tudo azul e pesquisa pra mesma data e mesma companhia, tá 280.500 pontos tudo azul só no trecho de ida em econômica, em executiva o valor tá 573.500 pontos, na volta só tem econômica pela bagatela de 353.000 pontos. Só de econômica está em 633.500 ida e volta pontos tudo azul, é ou não pior que o smiles?

  15. A última do dia …. o TudoAzul em parceria com o ViajaNet seguindo o péssimo exemplo do SMILES tbm foi e alterou as regras de cancelamento das passagens comerciais emitidas com pontos TudoAzul pelo hotsite https://tudoazul.viajanet.com.br

    INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
    Política de alterações e cancelamentos da companhia aérea

    Alterações/Cancelamento: Não permitido.
    Reembolso: Não permitido.

  16. Clube SMILES cancelado desde o posto passado… e acho que TODOS deveriam seguir o caminho…

    Até porque hoje começaram as promoções de 100%… em breve, 200%, 300% e por aí vai… concomitantemente, aumento da quantidade de pontos para emissão, no mínimo, do dobro destes aumentos de bônus…

  17. Tenho Viaje Facil para pagar em voos business da Qatar para voar na QSuites.
    Então tenho que fazer um esforço e continuar na Smiles por um tempo.
    Mas a QSuites vai valer o sacrificio!

  18. Tenho Viaje Facil para pagar em voos business da Qatar para voar na QSuites.
    Então tenho que fazer um esforço e continuar na Smiles por um tempo.
    Mas a QSuites vai valer o sacrificio!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar