q6prmv.md.png
domingo, maio 9, 2021
q6prmv.md.png
InícioProgramas de FidelidadeLATAM vai unir LATAM Fidelidade e LATAM Pass

LATAM vai unir LATAM Fidelidade e LATAM Pass

Imagino que todos vocês que estão cadastrados no LATAM Fidelidade receberam um email hoje com uma pesquisa de satisfação sobre a experiência de voo. Eu fiquei surpresa, pois não voo com a LATAM desde junho.

Entretanto, o email não tem nada a ver com isso! Quando se clica no link, na realidade, o cliente é direcionado a uma pesquisa sobre o programa de passageiro frequente. Gente, por quê não falaram isso no email?

Parece que eles entenderam que é difícil para as pessoas entenderem o que é o Multiplus e o LATAM Fidelidade. Eu avisei …

Enfim, vai haver uma mudança, mas não há nenhuma informação sobre quando isso vai acontecer e o que será mantido de cada programa. Eu nada conheço do LATAM Pass, então não sei dizer se ele é um bom programa.

Espero, sinceramente, que o LATAM Fidelidade aproveite a oportunidade para tirar o Multiplus da jogada e permitir que tudo seja feito via programa de passageiro frequente. Estou cansada de ter que ver batedeira antes de consultar meu extrato.

 

 

RELATED ARTICLES

8 COMENTÁRIOS

  1. Quando fizeram a fusão e definiram a marca Latam, lembro de ter visto uma entrevista do CEO (do grupo, não da operação brasileira) falando sobre a questão dos programas de fidelidade.
    O grande problema é que o Multiplus é uma empresa a parte, controlada pela Latam Brasil, mas até de capital aberto, então não poderiam simplesmente fundir o programa sem decidir como ficaria a relação entre Latam e Multiplus.
    O que abre 3 possibilidades:
    1 – os outros países também passam administração do programa para o Multiplus;
    2 – a Latam desvincula seu programa de fidelidade do Multiplus (como a Air Canada anunciou que fará com a Aeroplan, que também é um terceira empresa)
    3 – a Latam fecha capital do Multiplus (faz alguma operação de compra e/ou troca de ações) para assumir a gestão e trazer “para dentro de casa”

    Os impactos para nós milheiros podem ser dos mais distintos. A aguardar…

    • Para mim, o melhor é tirar o Multiplus da jogada. É confuso e, francamente, desnecessário. A AA tem o AAdvantage Shopping, por exemplo, que possibilita o acúmulo de milhas com comércio mas não colide com o AAdvantage.

      • Sim Beatriz, o problema é que existe uma outra empresa, que por sinal tem capital aberto. Fechar o capital e absorver esta empresa não é o movimento mais simples.
        Há a possibilidade de manter o Multiplus como parceiro que envia pontos para o Latam (Pass, Fidelidade, o nome que quiserem), o que obviamente iria retirar muito valor dos acionistas da Multiplus, pois a empresa passaria a transacionar muito menos (e emissão de passagens prêmio, seja com Latam ou com parceiras, passariam a ser feitas dentro da Latam) e o Multiplus viraria uma espécie de Dotz ou Netpoints. Não é simples, talvez tenha que ser feito, e acionistas da Multiplus veriam o valor de suas ações virar pó.
        Para a Latam, isso daria mais controle e flexibilidade em seu programa de fidelidade, além de manter significativa parcela do lucro dessas operações na empresa mãe e não na empresa controlada.

        • Oi Cristiano, tenho ciência das questões jurídicas e financeiras envolvidas. Minha opinião aqui é como consumidora mesmo – aquela que não é acionista de nenhuma das empresas e só quer uma boa prestação de serviços.

  2. Quando fizeram a fusão e definiram a marca Latam, lembro de ter visto uma entrevista do CEO (do grupo, não da operação brasileira) falando sobre a questão dos programas de fidelidade.
    O grande problema é que o Multiplus é uma empresa a parte, controlada pela Latam Brasil, mas até de capital aberto, então não poderiam simplesmente fundir o programa sem decidir como ficaria a relação entre Latam e Multiplus.
    O que abre 3 possibilidades:
    1 – os outros países também passam administração do programa para o Multiplus;
    2 – a Latam desvincula seu programa de fidelidade do Multiplus (como a Air Canada anunciou que fará com a Aeroplan, que também é um terceira empresa)
    3 – a Latam fecha capital do Multiplus (faz alguma operação de compra e/ou troca de ações) para assumir a gestão e trazer “para dentro de casa”

    Os impactos para nós milheiros podem ser dos mais distintos. A aguardar…

    • Para mim, o melhor é tirar o Multiplus da jogada. É confuso e, francamente, desnecessário. A AA tem o AAdvantage Shopping, por exemplo, que possibilita o acúmulo de milhas com comércio mas não colide com o AAdvantage.

      • Sim Beatriz, o problema é que existe uma outra empresa, que por sinal tem capital aberto. Fechar o capital e absorver esta empresa não é o movimento mais simples.
        Há a possibilidade de manter o Multiplus como parceiro que envia pontos para o Latam (Pass, Fidelidade, o nome que quiserem), o que obviamente iria retirar muito valor dos acionistas da Multiplus, pois a empresa passaria a transacionar muito menos (e emissão de passagens prêmio, seja com Latam ou com parceiras, passariam a ser feitas dentro da Latam) e o Multiplus viraria uma espécie de Dotz ou Netpoints. Não é simples, talvez tenha que ser feito, e acionistas da Multiplus veriam o valor de suas ações virar pó.
        Para a Latam, isso daria mais controle e flexibilidade em seu programa de fidelidade, além de manter significativa parcela do lucro dessas operações na empresa mãe e não na empresa controlada.

        • Oi Cristiano, tenho ciência das questões jurídicas e financeiras envolvidas. Minha opinião aqui é como consumidora mesmo – aquela que não é acionista de nenhuma das empresas e só quer uma boa prestação de serviços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar