q6prmv.md.png
domingo, maio 9, 2021
q6prmv.md.png
InícioAssuntos VariadosPolêmica: reclinar ou não reclinar? (com vídeo)

Polêmica: reclinar ou não reclinar? (com vídeo)

Uma polêmica para vocês, queridos leitores: em voos domésticos na classe econômica, a gente deve ou não deve reclinar o assento?

O assunto está gerando uma polêmica danada depois que uma mulher filmou um sujeito sentado na fileira atrás dela repetidamente batendo no seu assento depois dela tê-lo reclinado.

Parece que o tweet não teve o apoio que a Wendi esperou, porque a maioria dos internautas, nos comentários, preferiu tomar as dores do sujeito.

Minha Opinião Pessoal sobre a Polêmica

Esse assunto não é novo aqui no blog. Ele surgiu quando eu publiquei um post sobre os 10 piores passageiros em um voo (clique aqui para ler). O número 8 da lista era “o reclinador” e o texto do post é o seguinte:

8 – O reclinador

Também voltado para os passageiros da classe econômica. Esse tópico deveria ter regulamentação legal. Sério. Em um voo de médio e longa distância, eu até entendo que a gente queira dar uma reclinada. Mas em um voo de ponte aérea? Um voo de 2 horas? A reclinação é pouca pro passageiro que faz e muita para quem está atrás. Só reclino se não tiver ninguém atrás de mim. E uma vez pedi, educadamente, para o passageiro da frente não reclinar o assento dele – eu estava viajando a trabalho e, quando ele reclinou, não consegui mais trabalhar no meu laptop. Ele concordou na boa.

Fui duramente (e educadamente, diga-se de passagem) criticada pelos meus queridos leitores cuja posição predominante é a seguinte: se o assento reclina, é um direito do passageiro recliná-lo. (OBS. É uma pena que, com a migração do blogs, todos os comentários dos posts antigos sumiram. O pessoal do Boarding Area está tentando resolver isso).

Bom, levanto de novo a polêmica hoje.

Reclinar ou não reclinar? Eis a questão.

RELATED ARTICLES

58 COMENTÁRIOS

  1. Entendo seu lado… eu tendo a achar que se pode reclinar quando é reclinável – e que se quero mais espaço então devo usufruir do Espaço conforto, Espaço Mais entre outros. MAS se alguém me pede, numa ponte aérea, pra não reclinar, eu provavelmente não o faria, como foi seu caso. Agora, ficar esmurrando a poltrona e ainda receber um ‘agrado’ da companhia… aí eu realmente fiquei, mais uma vez, surpreso com o ser humano, sempre capaz de novas atitudes… no caso aí eu dou TOTAL apoio à passageira – mesmo eu não estando lá e não sabendo os desdobramentos completos da história.

  2. Viajando de eco na Europa e nos Estados Unidos percebi que algumas cias retiraram a possibilidade de reclinar o assento.
    Agora aqui no Brasil, normalmente eu reclino, por ter status na Azul e Gol sempre viajo no espaço conforto.

    • As empresas low cost geralmente não permitem a reclinação do assento, que já são naturalmente reclinados em poucos graus. Aqui no Brasil tanto a Jetsmart como a SKY (A320Neo) funcionam assim.
      Já em uma empresa aérea normal eu, por ser grande, sempre reclino. E com todo o respeito à Beatriz, se não sobrar espaço para o laptop do passageiro de atrás, sinceramente não é meu problema. Que no próximo voo ele compre um assento na primeira fila ou com mais espaço.

  3. O problema é o seguinte: as cias aéreas espremem ao máximo, mas é o passageiro que tem que pagar o pato de não poder reclinar? Chato isso, parece que quem tem que se adaptar são os que estão pagando pelo serviço e não a Cia Aérea.

  4. Claro que sim, reclinar.

    A não ser que o cara de trás peça educadamente para eu voltar o assento. Aí eu retorno pra posição vertical e peço gentilmente que ele abra uma reclamação na ANAC em cima da cia aérea para que ele não precise solicitar isso toda vez que voe.

    Eu acho ainda que esta questão poderia ser tratada pelo pouco espaço que o cartel de cias aéreas brasileiras disponibilizam aos seus ricos passageiros e não o fato do passageiro da frente estar incomodando o de trás.

    Pra mim, a culpa é do cartel das 3 grandes e não de quem reclina a poltrona.

      • Para mim as Nao low cost pegaram a idéia e estao tentando cobrar e conseguindo até que O MP acabe com a festa das taxas que vão sendo incluidas no seu ticket de viagem a cada ano que se passa.

        Daqui a pouco vão cobrar taxa de resort nos vôos

  5. Eu sou reclinados, até em voo menor que o da ponte aérea, como o Ilheus- salvador que faço rotineiramente.

    Quem reclina está no seu direito, não está abusando e está utilizando apenas uma coisa que a companhia oferece. Se o outro se sente incomodado, pode comprar um assento com mais espaço

  6. Não entendo pq “polêmica”. O banco reclinável serve para reclinar e ponto.
    É só reclinar e quem não goste, não recline. Simples assim rss 🙂

    Ambos reclinando, o espaço será o mesmo de nenhum reclinando.

      • Claro que não, porque o espaço de deslocamento fica prejudicado… básico. Mas concordo em reclinar… o dispositivo foi feito pra isso e já é quase nada. Só faço uma observação, que seria não quanto a reclinar ou não, mas como reclinar… pra tudo, há jeito e educação… se tá na hora do lanche, etc., presta atenção e não desce de qualquer jeito, ou mesmo não desce… olhar ao redor, saber que o mundo não é só você, simples assim.

  7. Cara beatriz,,

    Se eu posso e tenho esse direito então eu uso ou não.

    Ele estava vendo um vídeo e nem estava trabalhando, portanto os incomodados que se mudem.

    Foi o meu caso num vôo da alitália que tinha um senhor paulista do meu lado que não sabia o que era banho, desodorante e roupa limpa..

    Eu falei com a comissária da situação e voltei de Roma – GIG (de 12 horas) sentado na cadeira de madeira da comissária o vôo inteiro, pois não havia uma poltrona sobrando.

    Deveria existir uma regulamentação para pessoas com falta de higiene pessoal, isso sim. Barrava a pessoa e mandava para um chuveiro caso quisesse embarcar.

    Imagina pegar uma galera de uns 20 que não sabem e não está nem ligando para isso por causa da cultura deles e estar voando num ambiente fechado por horas..

    Só pedindo a máscara que fica acima da poltrona para poder respirar.

    • Breve um portal com monte de narizes, estilo/porte do Luciano Huck, para cheirar as pessoas…
      O único perigo é vc colocar mais de 4 narinas dessas no mesmo portal e o passageiro morrer asfixiado com falta de ar…. rsrs

      • Caro henry.

        Não sei em qual cidade vc mora, mas se um dia vc estiver dirigindo na linha vermelha aqui no RJ e parar num engarrafamento saindo da z sul para o sentido GiG , ficar parado do lado do rio antes da UFRJ, vc lembrará e sentirá apenas 5 min de um dos piores odores da sua vida.

        Imagine aturar isso do seu lado por 12 horas dentro de um charuto metálico com asas e vc nao pode abrir a porta pra dar uma respirada ???

        • Luiz Paulo…
          Moro em Niterói e, nos últimos 19 anos, todo os dias passos na Linha Vermelha, pois eu trabalho na Ilha do Governador… mas eu evito, quando dá, pegar engarrafamentos..
          Vejo pelo google como está o trafego…. e quando tá ruim, vou pela Ponte do Saber…
          Mas.. tem vezes, que até ela está engarrafada… aí, não tem jeito… mesmo com o vidro fechado tem o odor ruim…

          • Imagina esse budum no seu nariz em formato de ser humano numa fila de economica de 4 lugares por 12 hs ?

            Eu jurava que vc era de sp …..!!!

          • Eu sou paulista sim…
            Mas vim pro Rio… me apaixonei por Niterói quando morei aqui na década de 60.. depois, larguei 50% dos meus neurônios na Faculdade de Engenharia da UFF…. quando casei, vim morar aqui …
            Eu ainda gosto de Sampa.. principalmente a gastronomia… mas nao saio mais de Nicty City …

  8. Reclino sempre! A menos que a pessoa de trás me peça com educação pra não reclinar. Quem quer mais espaço, há opções pra isso. Se é meu direito reclinar, não vejo problemas nisso.

  9. Quando reclino nunca desço totalmente o banco. Apenas alguns poucos centímetros para dar um pouco mais de conforto. Mas é problemático quando a pessoa da frente reclina tudo. Como sou alto acabo sendo obrigado a reclinar o meu da mesma forma

  10. Acho que a única polêmica que deveria existir nesse caso era se deveria abrir a porta do avião e jogar o cara mal educado, grosso e sem noção lá de cima ( ok, não sejamos ruins e demos um paraquedas pra ele, afinal até um ze ruela desses tem mãe ) ou, se constatassemos que é impossível abrir a porta de um avião em pleno voo ou que isso poderia colocar o voo em risco, talvez uma solução melhor seria pegar a mãozinha meiga e educada dele e colocar no vaso do WC e dar descarga …..
    Agora respirando e assimilando esse ato de vandalismo com mais tranquilidade …
    A bordo de um meio de transporte público, deve-se agir com um mínimo de tranquilidade, urbanidade, educação e civilidade … principalmente quando esse transporte é um avião!!!
    Gente, até o Super Homem tem medo, ainda que inconsciente, de voar… ( de repente ele pensa que Lex Luthor botou kriptonita na Coca Cola)….
    A bordo de um avião nós temos uma natural alteração de humor… somos mais suscetíveis a reações extremas…..
    A Bia com muita propriedade disse uma coisa certíssima uma vez: dentro de um avião a gente tá dentro de um “charuto de alumínio”….
    Espaço confinado, ar reciclado forçado, cadeiras apertadas etc etc…
    O assento tem a reclinacao prevista e isso ñ foi colocado ali como algo que dependa de autorização superior ou concordância de quem quer que seja…
    Então se vc está no assento de trás, vc deve saber que a pessoa que está a sua frente vai reclinar o assento…. e vc tem que se preparar para isso…
    Eu nunca, jamais incomodaria a pessoa da frente pedindo para não reclinar o assento da frente porque isso me incomoda ou porque eu quero trabalhar no meu notebook…
    Eu só ousaria fazer isso se eu estivesse com algum ferimento na perna/joelho que me causase dor ou se eu tivesse outra anomalia em que a reclinacao pudesse trazer muitos transtornos para mim e mesmo assim eu pediria isso com muito tato e educação esperando que o passageiro da frente tivesse compreensão com o fato…
    E, ainda que eu a pessoa ñ quisesse colaborar eu ñ faria nada… no máximo mostraria uma cara de decepção e enfiava a viola no saco…
    Em verdade, se eu fosse/tivesse um caso que merecesse atenção eu chegaria no aeroporto 3 horas antes do check-in e iria no setor de atendimento especial da cia. e explicava o caso ou então pagaria um assento premium ou executiva, que é o que o “Mike Tyson de assento” deveria ter feito…
    Por outro lado, como passageiro educado que eu sou (não tem mérito nisso, é obrigação de todos nós) se eu visse um cara de 1.90 sentado atrás de mim, eu tomaria a iniciativa de perguntar se ele gostaria que eu ñ reclinasse ou se alguém me pedisse isso com educação e dando um motivo justo, eu ñ reclinacao….
    Por outro lado, quando eu vou reclinar o assento eu SEMPRE aviso o passageiro de trás e reclino bem devagarzinho ….
    Isso do vídeo aconteceu comigo num voo da AA vindo de Miami… o cara atrás esmurrou o assento um monte de vezes..
    Chamei o comissário e ele ordenou de forma bem enérgica que o cara parasse e ele atendeu…

    • Exato… essa é a grande questão. Melhor fazer logo como a Wizz Air, Ryan Air, Spirit e não oferecer a opção de reclinar o banco. Peguei um avião da Spirit de Detroit para Los Angelis e não sabia como era aquela lata de sardinha. No final paguei 50 dólares mais barato que pela Delta e me arrependi demais… Banco inteiriço igual ao de Kombi e espaço para as pernas inexistente.

  11. O pior é aquele passageiro (em voos de longa duração) que não sabe mexer no IFE sem esmurrar o touch… isso sim é difícil de compreender que é “sem querer”!

  12. Eu gostava do modelo que a AA fazia antigamente (não sei se ainda o faz pois faz tempo que não voo de economica por ela): na hora da refeição pediram para ajustar as poltronas em respeito ao passageiro atras. Depois era livre.. ai azar ou sorte..

    Hoje em dia parece q isso acabou: na hora da refeição comer espremido é sacanagem..

    • Os comissários continuam pedindo para levantar o assento na hora da refeição…
      Aí, a pessoa da frente recusar é uma baita falta de educação e de civilidade…
      Mas.. até hoje, eu nunca vi ninguém se recusar a levantar…
      Se fizer isso com o valentão do vídeo, é capaz dele jogar a bandeja na cabeça da pessoa da frente…

  13. Completamente surreal e inaceitável isso. O infeliz de trás claramente se aproveitou que a passageira da frente era mulher pra importunar a mesma. Misoginia básica e pura.
    A postura da AA é mais deplorável ainda. Por essas e outras que tá nessa decadência.

      • Ninguém falou em sempre. Quais seriam a chances de um cara desse fazer isso com você? Ou comigo? Os covardes, geralmente, escolhem alvos que eles julgam como de menor risco. Misóginos são covardes por essência.

        • Taxar ele de misógino apenas pelo fato da pessoa ser uma mulher faz a sua afirmação ser tão preconceituosa quanto a de uma pessoa presumir que eu tenho origem humilde pelo fato de eu ter a pele escura (fato que sempre acontece comigo).

          • Discordo completamente. São situações absolutamente distintas. Ele deliberadamente agrediu exageradamente uma mulher. Não preciso presumir nada, o vídeo é claro.

          • Ele agrediu uma pessoa. Por isso que o movimento feminista perdeu o sentido. Assim como a maioria a pauta progressista. Generalização de opiniões, sempre colocando etiquetas nas pessoas, rotulando de tudo que não concorda. Imagina se eu achar que todos que discordam de mim são racistas ou Xenófobos porque sou nordestino…

    • AA tá na decadência, porque o tio do Homem Aranha, o Sr.º Doug Parker, resolveu fazer laboratório com a empresa.
      Está testando quanto tempo uma empresa resiste a um monte de m—- que um CEO e uma diretoria a ele submissa, antes de falir de vez…
      Eu gosto muito de voar pela AA.. entrega o que vende.. é standard, não tem novidades boas, mas tb não decepciona…
      Os pilotos são pra lá de excelentes… e isso é um ponto a favor..
      A manutenção das aeronaves é ótima…
      Mas.. a cia. talvez não resista às trapalhadas do Sr.º Parker…

  14. É um assunto bem polêmico mesmo. Particularmente, prefiro usar o bom senso, mas costumo inclinar a poltrona nos vôos (até porque como moro em Mossoró, RN, os vôos que faço sempre tem duração acima de 3h).

  15. HOT(*) do dia…
    Eu fico com uma pulga, imensa, atrás da orelha com esse percentual de pessoas que estão morrendo com o contágio do coronavírus..
    Caraca.. todo dia é divulgado o número de mortos e de contagiados..
    Aí, a gente calcula o percentual e está SEMPRE dentro da faixa de 2,0%… eu venho calculando isso há quase um mês.. e bingo, todo dia o percentual está nesta faixa…
    Eu sei que o povo chinês é extremamente obediente e submisso às determinações “superiores”, mas até para morrer tb são ???
    Fico com a impressão de que o % é algo que está sendo trabalhado/manipulado pelas “autoridades” de lá…
    Nunca tinha percebido antes uma doença ter um comportamento tão linear com relação às vítimas fatais produzidas….
    (*) Henry Off Topic…

  16. Deixo aqui um trecho de uma entrevista concedida pelo Prof. Clóvis de Barros:

    Uma boa convivência é uma construção que depende de muitos saberes práticos, saber deixar passar na frente, saber ceder a vez, saber deixar o outro entrar no banheiro antes, mesmo estando apertado, por que na hora que você fazer triunfar todas as suas pretensões no peito e na raça isso vira uma guerra de todos contra todos […]

    Eu estava indo de Tóquio para Pequim, eu me sentei naquela poltrona do corredor, numa aeronave de companhia chinesa de pouco espaço entre as poltronas e sentou-se um japonês na minha frente e quando decolou ele virou para trás […] e perguntou se eu me incomodaria se ele reclinasse a poltrona.

    Aquilo para mim foi um golpe! Um golpe de extrema violência, porque eu ensino ética há trinta anos, digo que a ética é a arte da convivência e nos últimos anos tenho pego avião quase todo dia, nunca fiz isso. Nunca me ocorreu fazer isso. Porquê?

    Porque tá lá o botão, eu aperto, reclino se tem que reclinar, sem dar a menor pelota para que está atrás e de repente um rapaz, um menino, condicionou o conforto dele a minha autorização.

    Aquilo pra mim foi uma revolução eu olhei pra ele sem ter o que responder, falei “pode reclinar, tá tudo certo”.

    Ele não acreditou em mim, e não reclinou a porra da poltrona, pra levar a humilhação até o fim!

  17. Se que conforto, paga pela passagem com mais espaço. Eu faço isso para poder não reclamar. Se custa minha paz, é caro demais, sempre penso assim, e a diferença do preço na passagem nem é tanta.

  18. O assento conforto da gol reclina muito. Tem que aproveitar o benefício. Saiu do solo, já joga pra trás.. e depois segue o efeito dominó até o fim do avião.

  19. Pra mim não há polêmica. Você tem todo o direito de declinar. E olha q eu sofro bastante pq tenho 1.89. A exceção é a hora da refeição, é cortesia manter o assento na posição normal durante essa fase.

    • Nesta hora eu acho que é uma obrigação da pessoa da frente não reclinar o assento, senão a pessoa de trás não tem como fazer sua refeição…
      Eu nunca vi qq tipo de problema nesse momento.. todo mundo levanta o assento de boa..
      Claro que eu não tenho as “milhas rodadas” que alguns aqui.. que se somar as viagens, dá pra ir a Marte e voltar algumas vezes.. rsrs…

      • Henry, não voo tanto assim, mas já tive problemas com pessoas com banco reclinado no momento da refeição, pedi para deixar na vertical e a pessoa além de não deixar, foi bem mal educada.

  20. Eu reclino inclusive em trechos curtos, até pq na maioria das vezes é a oportunidade de um breve “descanso”, enquanto para outros possa ser a oportunidade de adiantar um trabalho. Havendo conflito de interesses, creio que prevalece sempre a educação por meio de um pedido justificando a necessidade.

  21. Pra mim nao ha polemica nenhuma. O assento é reclinavel. Ponto final. O sujeito que esta incomodado tem a opcao de pagar mais pelos “assentos conforto”, que se nao me engano todas as companhias de grande porte oferecem, ou, em ultimo caso, se estover estressadinho e quiswr se queixar com alguem, que se dirija a companhia aerea e reclame da diatancia entre os assentos, e nao ao passageiro da frente, que alem de estar no direito dele, nao teve nenhuma influencia na decisao da companhia aerea sobre qto espaco deixar entre as cadeiras.

  22. Se pode reclinar, tenho o direito de reclinar a minha poltrona. O que não faço e não gosto que os outros façam é reclinar a poltrona logo ao entrar no avião e antes das luzes informarem que não é mais obrigatório fechar o cinto de segurança. Aquilo atrapalha muito.
    Na hora do lanche ou almoço eu também, em respeito ao meu conforto e do passageiro de traz, eu volto o banco para a posição normal.

  23. Ficam no mimimi de reclinar ou não, de convívio, de o fato ocorrer só pq ela era mulher, etc, etc, etc… mas o principal no vídeo é a DESGRAÇADA da última fileira de poltronas que não reclina! Vc paga menos por ela dq a da frente? NUNCA! Vc ao menos é informado previamente desse problema? NUNCA! Na boa, qual é o impacto de 6 passagens a menos (última fileira inteira) no preço individual do ticket???? O problema real e que deve ser debatido é essa fileira infeliz! Tira ela e joga TODOS os assentos um pouco para trás, 2 cm para cada já é uma imensidão nesses aviões! Ou retire uma fileira de assentos com qq nome afrescalhado lá da frente para permitir que a última fileira recline! Entendam uma coisa, empresa aérea presta um serviço para vc e tem que ter o mínimo razoável de espaço humanamente suportável, empresa aérea não é carro de F1 onde só entra quem tem menos de 1.60 de altura, nem passageiro é jockey, o assento tem que comportar alguém com 2 metros de altura, se a pessoa tem nanismo ela se deu bem, mas o de 2m tem que entrar no assento da msm forma! Mas é difícil o pessoal entender as coisas… então eu desenho para os jumentos, vc já viu alguma medida REDUZINDO espaços, direitos, etc retornando em passagens bem mais baratas? NUNCA! Toda redução de direitos dos passageiros mantêm o preço igual ou ele até sobe, e sobre isso vc ainda paga um valor x a mais para poder fazer aquilo que até ontem era o mínimo oferecido! E tem gente que reclama de repartição pública… cia aérea consegue ser muito pior mas nunca ninguém fala a maior verdade do universo, se a empresa não consegue tocar seu negócio com um mínimo de regras que a empresa saia do negócio e abra espaço para alguém que consiga! Mas é muito mais fácil deixar passageiro já desequilibrado surtar e botar a culpa exclusivamente nele, pq empresa SEMPRE é uma santa e o ruim é o consumidor, né????

    • Sobre os comentários que vc fez sobre as cias. aéreas são totalmente corretos, mas nada disso justifica a grosseria e agressão do “esmurrador de assento”.. era o caso de quando o avião pousasse ele ser preso…
      Não se resolve problemas dessa forma, até porque a passageira da frente era uma mulher… e mesmo que fosse homem, ia resolver como ?? saindo no braço ?? não né..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Maria Lucia on