q6prmv.md.png
quinta-feira, abril 15, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasQuerida Lufthansa, contrate os meus serviços advocatícios

Querida Lufthansa, contrate os meus serviços advocatícios

Oi Lufthansa, tudo bem?

Entrei com uma ação contra você por danos materiais e morais. Mas antes de entrar na Justiça – você não sabe como é doloroso para nós, advogados, escrevermos uma petição inicial em nome próprio – eu tentei resolver o assunto por outras vias.

Entrei em contato com você via Twitter e você me disse: olha, como o dano não aconteceu no Brasil, só nossos colegas na Alemanha podem resolver. Eu sei que isso não é verdade, Lufthansa. Mas tudo bem. Não quis iniciar uma troca que mensagens que não levaria a lugar algum. Quem quer resolver, resolve. Quem não quer, não resolve.

Escrevi explicando a situação para o endereço de email que me deram, enviando cópia da passagem, do cartão de embarque, prova do dano, prova da perícia atestando o valor do dano. Tudo certinho.

Você me respondeu que sentia muito pelo ocorrido, e que pagaria o valor periciado. Isso tem valor probatório de confissão, tá? Você pediu meus dados completos, conta corrente, IBAN etc etc etc. Enviei tudinho.

Esperei, esperei e esperei. Enviei diversos emails pedindo uma previsão de pagamento. “No máximo em duas semanas”, o email que você me mandou afirmou peremptoriamente há meses atrás.

Só um aparte: eu sei (e um montão de gente sabe), Lufthansa, que uma ordem de pagamento internacional, hoje em dia, não demora mais do que 48 horas para cair na conta.

Esperei, esperei e esperei. Escrevi, escrevi e escrevi. “Espere, espere, espere”, você respondeu. Nada.

Entendi, então, que o pagamento não sairia voluntariamente.

Como nossos emails foram trocados em inglês, tive que enviá-los para um tradutor juramentado por exigência do Código de Processo Civil. Mais um gasto pra conta, que já supera os R$ 3.000,00 em danos materiais comprovados.

Fiz minha petição inicial bonitinha, anexei todos os emails traduzidos, tudo certinho. Pedi danos morais, dentre outras coisas, por desvio do tempo produtivo. Afinal, olha só a trabalheira que você me tem dado e que poderia ter sido resolvida facilmente em 2018 …

Daí que nosso encontro no Judiciário vai acontecer semana que vem – no 4o mês de 2019 – e eis que agora à noite, recebo um email do escritório terceirizado que você contrata para cuidar dos casos relativos ao Direito do Consumidor.

Olha só o que o escritório que atua em seu nome me enviou fez: contratou uma empresa chamada Acordo Fechado e esta, por sua vez, me enviou uma proposta de acordo em nome do escritório e, em última análise, em seu nome.

Pois é, Lufthansa, o escritório a quem você está pagando terceirizou o serviço de conciliação. Mas isso não é o pior. Dê uma lida na proposta feita, por favor.

Lufthansa, como assim R$ 2.000,00? O escritório não se deu nem ao trabalho de ler o quanto você já tinha confessado que ia pagar para orientar a terceirizada?

E em 20 dias úteis? Eu tenho que esperar mais um mês para receber menos do que você confessou que me deve – isso sem contar os danos morais, nem os juros e correção monetária dos danos materiais?

Você não avalia o impacto que esse tipo de oferta tem para a sua reputação junto ao seu cliente? Você não quer que ele volte a fazer negócio com você (voar)? Você quer ser assunto de conversa de bar? De almoço de família aos domingos? Troca de mensagens no grupo de whatsapp?

“Gente, vocês não sabem a chateação que a Lufthansa está me dando … Não, André, não é a Lao Airlines. É a LUFTHANSA!”

Lufthansa, lutar para ser uma empresa 5 estrelas no Skytrax e poder fazer publicidade disso implica não somente ter um produto competitivo, com boas aeronaves, cabines confortáveis e excelentes tripulações. Ser uma companhia aérea 5 estrelas é prezar pelo seu cliente mesmo e, principalmente, quando o voo acaba.

É, além de admitir que causou um dano e se prontificar a pagar, pagar. E pagar o mais rápido possível. É claro que tem um lapso de tempo para o processamento desse tipo de evento, mas ele tem que ser razoável. Prazo de companhia aérea 5 estrelas.

E vamos combinar que o pessoal do Brasil está cansado de saber que, ao fim e ao cabo, se der problema, ele será resolvido aqui. Se o pessoal aqui do Brasil tivesse agido como uma empresa 5 estrelas, esse assunto teria sido encerrado em 2018.

Então, Lufthansa, venho aqui, publicamente te oferecer os meus serviços advocatícios, cujos valores podemos acertar em caráter privado, com a promessa de que eu, pelo menos, lerei as petições dos seus clientes.

Você tem o meu contato.

De qualquer modo, até breve.


RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Sílvio Carneiro on A GOL vai incorporar a Smiles
Vanessa de Carvalho Dias on A GOL vai incorporar a Smiles
Daniel Gadelha on A GOL vai incorporar a Smiles
Luiz Rodrigues on A GOL vai incorporar a Smiles
Henrique P. P. on A GOL vai incorporar a Smiles
Daniel Gadelha on Uma pausa necessária …
Sílvio Carneiro on Uma pausa necessária …
Vanessa de Carvalho Dias on Uma pausa necessária …
Luiz Carlos Costa on Uma pausa necessária …
Carlos Certório on Uma pausa necessária …
Luiz Rodrigues on Uma pausa necessária …
Wanderley Campos on Uma pausa necessária …
Dott. Macchia on Uma pausa necessária …
Beto Junior on Uma pausa necessária …
Anna Paula David on Uma pausa necessária …
Fabio Henrique on Uma pausa necessária …
Henrique P. P. on Uma pausa necessária …
Jorge Brito on Uma pausa necessária …
Schack Baue