q6prmv.md.png
quinta-feira, maio 6, 2021
q6prmv.md.png
InícioDestinosUm dia em Chernobyl

Um dia em Chernobyl

Não, vocês não leram errado: fui a Chernobyl passar o dia. Reservei o tour do Brasil e parti rumo a Kiev, Ucrânia. Antes de mostrar como foi o tour, vou dar algumas informações básicas sobre o a importância local.

Introdução

Chernobyl foi palco do maior acidente nuclear da história da humanidade, ocorrido em 26 de abril de 1986, quando a área ainda pertencia à àntiga União Soviética. À época, o governo tentou esconder o acidente – até que a nuvem radioativa atingiu outros países europeus e não ficou impossível ocultar a ocorrência e gravidade do evento.

Chernobyl e Fukushima são os dois únicos eventos classificados no nível 7 (escala máxima) da Escala Internacional de Acidentes Nucleares. O acidente teve como uma das consequências a liberação de radiação equivalente a 400 bombas de Hiroshima.

Os residentes tiveram que abandonar a área às pressas. Centenas de construções, incluindo casas, foram posteriormente enterradas por conta da contaminação radioativa.

Durante décadas, o local permaneceu proibido à visitação e só recentemente foi liberado para o turismo. Há diversas agências que promovem tours de um dia para Chernobyl e Pripyat, cidade vizinha, hoje totalmente abandonada.

O Tour

Eu escolhi o Solo East Travel no www.tourkiev.com, que tem uma boa avaliação no TripAdvisor. Eu reservei diretamente no site da empresa que é mais barato do que no Viator, a intermediária do TripAdvisor. O almoço está incluso no preço.

É obrigatória a reserva com, pelo menos, 4 dias úteis de antecedência, porque a zona de exclusão é fortemente fiscalizada. Tive que informar todos os meus dados, inclusive os dados do passaporte.

O tour é feito por meio de uma van e eu tive que ir até o ponto de encontro, que é bem no centro antigo de Kiev. Foi bem fácil de achar. Cheguei por volta das 7:45 da manhã e a van saiu pontualmente às 8. Inicialmente, são umas 3 horas até chegar na cidade de Chernobyl, incluindo uma parada em um mercado em um posto de gasolina e todo o trâmite legal de entrada na zona de exclusão. Lá, fizemos uma breve visita do que restou da cidade e a parada para o almoço.

Em seguida, fomos para o local do acidente em si e do sarcófago – que é a construção que encapsulou o reator que derreteu.

A penúltima parada é em Pripyat, a cidade que teve que ser evacuada da noite para o dia. É impressionante ver tantas construções abandonadas há mais de três décadas, incluindo um parque de diversões.

A última visita foi na antena do Duga-3, um radar militar ultra-secreto, que foi descoberto após a queda do Muro de Berlim e a independência da Ucrânia.

Chegamos de volta em Kiev cerca de 19:30 hrs. O dia foi muito cansativo, mas muito interessante e informativo. Valeu super a pena.

Ah, e Kiev é um lugar baratíssimo para se visitar!

Algumas fotos do tour:

Entrada de Chernobyl, a cidade atômica (notem o símbolo atômico em amarelo)

 

Creche abandonada em Chernobyl

Creche abandonada em Chernobyl

Creche abandonada em Chernobyl

O sarcófago que abriga o reator derretido

Entrada de Pripyat – ainda depositam flores em homenagem aos mortos

Pripyat antes do acidente

O mesmo local em 2018

Pripyat

Pripyat antes do acidente

O mesmo local agora

Restaurante em Pripyat

Supermercado em Pripyat

Supermercado em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Parque de diversões em Pripyat

Instalação militar do Duga-3

Instalação militar do Duga-3

Street art na instalação militar do Duga-3

A antena do Duga-3

A antena do Duga-3

Contador Geiger

 

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar