q6prmv.md.png
segunda-feira, junho 21, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasAir Canada Faz com o Aeroplan o que a LATAM Deveria Fazer...

Air Canada Faz com o Aeroplan o que a LATAM Deveria Fazer com o Multiplus

Logo depois dos ataques terroristas de 9 de setembro, em um período extremamente difícil para a aviação civil da América do Norte, a Air Canada vendeu o seu programa de fidelidade para a Aeroplan, uma empresa independente fidelização. Já recuperada da turbulência financeira, a Air Canada pretende tomar as rédeas da situação de novo a partir de junho de 2020, quando termina o seu contrato com a Aeroplan.

Não é surpresa saber que a Air Canada vai construir um programa de fidelidade do zero. Na realidade, os clientes da Air Canada lidam com dois programas de fidelidade: o Aeroplan e o Altitude. Este último tem relação com status e upgrades – e é da Air Canada, ao passo que o Aeroplan  é o intermediário utilizado para acúmulo e resgate de bilhetes na empresa e nas parceiras da Star Alliance.

Então, a partir de 2020, as milhas acumuladas na Air Canada e nas parceiras serão creditadas no novo programa e não mais no Aeroplan. Até lá as milhas creditadas nesse programa nele ficarão e não poderão ser transferidas para o novo programa. É claro que a ordem agora é planejar o resgate de passagens com as milhas até agora acumuladas.

Esse modelo de negócio é também adotado pela LATAM – há o Multiplus, que gerencia o acúmulo e resgate de pontos e passagens, e há o Fidelidade, que é responsável por status e upgrades.

E eu pessoalmente acho que é exatamente isso que a LATAM tem que fazer agora: descartar o Multiplus e montar um único programa próprio. Para vocês terem uma ideia da mina de ouro que são os programas de milhagem, em termos de receita líquida, o Smiles teve um aumento de 26,4% e a GOL , um decréscimo de 2,5% no primeiro trimestre de 2017. Para ter o acesso aos resultados da empresa de 2017T1, clique aqui. Há alguns analistas americanos que acreditam, por exemplo, que o AAdvantage vale mais do que a American Airlines (clique aqui para saber mais).

Há enormes dificuldades para se manter dois programas simultaneamente, o que eu acho que contribui muito para a péssima reputação do LATAM Fidelidade. Alguns exemplos são:

(a) a a frustração dos clientes que não conseguem resolver alguns problemas porque a solução passa por duas empresas;

(b) o prazo absurdo e ridículo de um mês para devolver os pontos no caso de cancelamento de passagens (emitidas com pontos);

(c) o “jogo de empurra” quando o atendente não sabe resolver seu problema (o Fidelidade manda falar com o Multiplus e o Multiplus diz que o problema é do Fidelidade).

Portanto, não tem sentido a LATAM não desenvolver um produto completo em termos de fidelização. Um eventual fim de contrato seria vantajoso tanto para a LATAM como para os clientes. A LATAM ficaria sozinha com o negócio mais rentável no mercado da aviação comercial hoje e poderia promover seu programa com ofertas bem vantajosas para os clientes. A separação levaria a Multiplus a oferecer promoções para atrair a transferência de pontos de cartões de crédito, a compra direta de pontos etc.

Para a LATAM e os clientes seria uma win-win situation.

Clique aqui para saber mais sobre a Air Canada e o fim do contrato com a Aeroplan.

RELATED ARTICLES

9 COMENTÁRIOS

  1. Concordo contigo, mas neste caso foi o caminho oposto. A TAM criou o Multiplus Fidelidade, que cresceu demais (como vocês mesmo pontuou no texto sobre o Smiles em relação a GOL) e, em razão do crescimento, optaram por separar as empresas. Não houve venda como na Air Canadá, mas uma opção comercial da própria TAM.

    • Obrigada pela contribuição, Luiz!
      Os problemas são tantos na manutenção dos dois simultaneamente que eu acho que a solução é a separação, mesmo. Pela primeira vez, nesse ano, eu decidi investir no Fidelidade e já sou Black, com muito arrependimento. É problema atrás de problema … Foi estreia, sucesso e despedida …

    • A relação GOL-Smiles e LATAM-Multiplus é bem diferente.
      Mas o ponto do post é: é muito ruim ter dois programas que não conversam bem. O GOL-Smiles dialoga que é uma maravilha, a mesma coisa AA-AAdvantage, UA-MileagePlus, etc.
      Essa dupla face LATAM-Multiplus é horrível para o consumidor. Eu tenho que checar atualização de saldo em dois sites diferentes (LATAM Fidelidade e Multiplus). Isso não acontece com as demais, apesar de todas elas serem empresas diferentes.

  2. Concordo contigo, mas neste caso foi o caminho oposto. A TAM criou o Multiplus Fidelidade, que cresceu demais (como vocês mesmo pontuou no texto sobre o Smiles em relação a GOL) e, em razão do crescimento, optaram por separar as empresas. Não houve venda como na Air Canadá, mas uma opção comercial da própria TAM.

    • Obrigada pela contribuição, Luiz!
      Os problemas são tantos na manutenção dos dois simultaneamente que eu acho que a solução é a separação, mesmo. Pela primeira vez, nesse ano, eu decidi investir no Fidelidade e já sou Black, com muito arrependimento. É problema atrás de problema … Foi estreia, sucesso e despedida …

    • A relação GOL-Smiles e LATAM-Multiplus é bem diferente.
      Mas o ponto do post é: é muito ruim ter dois programas que não conversam bem. O GOL-Smiles dialoga que é uma maravilha, a mesma coisa AA-AAdvantage, UA-MileagePlus, etc.
      Essa dupla face LATAM-Multiplus é horrível para o consumidor. Eu tenho que checar atualização de saldo em dois sites diferentes (LATAM Fidelidade e Multiplus). Isso não acontece com as demais, apesar de todas elas serem empresas diferentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar