q6prmv.md.png
quarta-feira, junho 23, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasAmerican Airlines para mim: livre-arbítrio e bom senso

American Airlines para mim: livre-arbítrio e bom senso

Estava pesquisando um voo com milhas para a Europa pelo AAdvantage e me deparei com uma conexão de 1h10mins em Madri. Achei o tempo para conexão curto demais para Barajas, até por que teria que fazer a imigração lá, já que o voo seguinte seria intra-europeu.

Decidi ligar para o call center brasileiro para ver se não havia um outro voo mais tarde na conexão, mas aquele era o único disponível.

Aí seguiu o seguinte diálogo (foi mais longo e surreal – o mais surreal que tive nos meus 23 anos de associação ao AAdvantage, mas simplifiquei porque é suficiente):

Eu: Olha, eu acho esse tempo curto para uma conexão, mas como o sistema está disponibilizando o voo é porque está dentro dos parâmetros. O que vai acontecer se eu não conseguir pegar o voo seguinte - tem imigração, deslocamento entre terminais ...?

Atendente: Esse tempo é calculado levando em conta que o passageiro não tem bagagem despachada. 

Eu (atônita com a resposta anterior): Eu não vou despachar bagagem.

Atendente: A senhora terá que ligar para o AAdvantage para ver se há disponibilidade com milhas para um outro voo.

Eu: E se não houver?

Atendente: Existe uma coisa chamada livre arbítrio e outra chamada bom-senso. 

Eu (boba com a audácia, mas rápida no gatilho): Existe uma terceira coisa chamada Direito do Consumidor.

Atendente: Eu não estou aqui para discutir Direito do Consumidor com a Sra. Estou lhe falando sobre os procedimentos da minha empresa, a American Airlines.

Eu: OK, entendi. Agradeço demais os seus esclarecimentos.

Mas hein?

 

 

RELATED ARTICLES

66 COMENTÁRIOS

  1. Beatriz..
    Eu não sabia que vc era velocista….
    Rindo (SQN) muito do “bom senso e o livre arbítrio” da funcionária da AA em falar isso para um cliente…
    Uma hora e dez minutos… em Barajas ???
    Bem, o único brasileiro capaz de tal façanha, passou desta em 01/05/2004… atendia pelo nome de Ayrton…

    • Vou, não. Vou ligar pro call center americano. Eles podem até me dizer implicitamente que eu é que terei que me virar caso haja algum problema (como essa moça fez), mas não dirão que isso vai acontecer porque eu escolhi e que não tive o bom senso de reservar uma conexão mais tarde.

      • Eu achava que se eles emitem o bilhete dessa forma, se voce perder a conexão a responsabilidade é deles. Colocar em outro vôo, refeições, até hotel. Se eles emitiram o bilhete assim e’ tudo por conta deles. Estou enganado ?

        • Sim, a responsabilidade é deles. Mas eles dizem que não é … Se acontecer alguma coisa, eu provavelmente terei que tirar do meu bolso e entrar na justiça – mas aí eu ganho.

  2. Uma vez a AA adiantou um voo meu Mia x MCO em quase 2 hora, não deu tempo de fazer a imigração em mia e perdemos o voo. Éramos 12 pessoas e não tiveram como nós colocar em outro voo, mandaram esperar no aeroporto mas provavelmente só no dia seguinte haveria vaga. Depois de muita briga arrumaram um ônibus, isto mesmo, um ônibus para nos levar e também outro grupo de 6 que estava no mesmo vôo que nós. Na volta entramos na justiça e o que ganhamos pagou as passagens, o hotel é o carro. Nem fiquei triste.

    • Pois é. Depois eu emito, dá tudo errado, eu entro na justiça, ganho a causa e os programas de milhas ficam chateados comigo porque eu publiquei a saga toda. Vai vendo …

  3. Este é o tipo de conduta que não merecemos. Se não nos respeitam como consumidores, e devem respeitar, que nos respeitem como cidadãs e cidadãos.
    Mesmo que a atendente não estivesse num dia bom, ela que tivesse o bom senso de não atender os clientes/passageiros.
    Devem ter em mente, que somos nós quem mantém o emprego delas, e seus aviões da empresa que representa voando.
    A American Airlines é muito maior que isto, e este tipo de conduta, em minha opinião, têm de ser do conhecimento de Dallas.
    Mr. Robert Isom e Mr. Doug Park podem até fazer nada, mas saberão que existe no Brasil, onde a AA é bastante presente, alguém pode deixar de escutar “Welcome to American Airlines”, porque tem muitas outras para nos receber com um Bem Vindo, Bienvenido ou mesmo Welcome to….
    Fico triste por você ter passado por esta situação Beatriz.

    • Marcio, inicialmente eu fiquei muito impactada mesmo. Agora eu já estou achando amusing, porque é muita falta de noção da atendente. E olha que eu disse que era million miler com a empresa, e que tinha sido Executive Platinum durante anos a fio, e só deixei de ser por conta da exigência dos EQDs. E ela se manteve inabalada.

  4. Beatriz, eu entendo a sua preocupação, porém eu não teria medo de comprar esse vôo não. Se o vôo atrasar, você provavelmente perderá a conexão, se o próximo sair no horário, mas será realocado no próximo vôo disponível. Se chegar no horário, provavelmente irá pegar o vôo, sei que a fila de imigração pode ser imensa, mas não acredito que as empresas ficam montando conexões que a chance de perda de vôo é de 100%. E caso fique muito tempo fila imigração, acho muito improvável que a empresa não reacomode você em outro vôo. Lógico, que se houver despesas de alimentação ou hospedagem, aí seria por sua conta, ou entrar na justiça. Outra coisa, você poderia acionar o seu seguro de viagem (pague as taxas com um cartão Visa infinite, se você tiver, que estará coberta, mesmo usando milhas….) Mastercard também cobre, mas tem que tomar cuidado com a pegadinha, de que as milhas tenham que ter vindo de um cartão mastercard (não sei se você tem cartão Santander Advantage, que poderia provar isso). Em último caso, poderia fazer um seguro de viagem, que iria te cobrir, ou entrar na justiça. Se é o único vôo que tem, e o sistema está vendendo, eu compraria de boa. Lógico, se houvesse a possibilidade de outro vôo, com conexão maior, seria mais confortável, mas na ausência…. Finalmente, em viagens é impossível prever o que é seguro e o que não é seguro. Uma viagem que fiz com a United tinha 2 opções de conexão, uma de 1 hora e outra de 3 horas, o atendente TAM (época ainda era Star Alliance), obrigou eu a pegar o de 3 horas. Bem, ambos os vôos saíram no horário, porém o meu fechou o aeroporto de Houston por uma tempestade, na hora do pouso, fomos para Dallas. O aeroporto abriu, mas até pousar cheguei com mais de 2 horas e meia de atraso. O vôo de 1 hora de conexão chegou na hora, pois na hora do pouso, ele já estava reaberto. Resumo, eu perdi o meu vôo com 3 horas de conexão, que o atendente da TAM me “obrigou” a emitir, e quem estava vôo de 1 hora de conexão não perdeu… Na aviação, nem sempre o mais seguro, realmente funciona na prática….

    • Eu sei que, no final, mesmo que tenha que entrar na justiça, tudo vai dar certo.
      O problema é todo o transtorno que vai dar. Ter que ligar para a AA da Espanha já vai ser um estresse só.

  5. Beatriz,um adendo se me permite.
    Este voo eh IB?
    Caso positivo as conexões são montadas com 45 minutos…um absurdo!!!
    Um pequeno delay na fila de aviões para decolagem já era.
    Minha irmã costumava voar Iberia e nem esperava a bagagem na esteira pois sabia que não ia chegar…rs

  6. Meu Deus… diálogo surreal MESMO!!! Hahahaha. Beatriz, ainda bem que vc pensa rápido. Se fosse eu, iria ficar congelado e só depois de um tempo teria pensado numa resposta pra essa doida.

    Mas muito estranho esse comportamento da atendente. 99% das vezes que liguei no call center da AA fui muitíssimo bem atendido, com polidez, simpatia muitas vezes, e nunca sofri pra emitir um bilhete com eles. Essa foi uma das razões que me fez manter milhas lá, mesmo tendo perdido status esse ano no programa.

  7. Prezada Beatriz,

    Já tive situações exdrúxulas via call center… e descobri como fazer as empresas rapidamente ofertarem uma resposta satisfatória: ligar novamente e exigir, com fundamento no Decreto Federal que trata do tema, cópia da ligação telefônica…

    Nas poucas vezes que fiz tal, foi óbvio que ouviram as ligações e me ligaram na maior “educação” pedindo desculpas pelo ocorrido…rsrs

    Ou seja, peça a cópia da ligação… tende a ter solução inesperada…

    Boa sorte!

  8. Não sei se vai adiantar ligar pro exp desk. Já me aconteceu varias vezes , o sistema diz que da tempo eles não trocam.
    Exp desk é uma loteria, tem que pegar a atendente certa na hora certa.
    Na maioria dos casos é mais fácil resolver com as menina da loja do citta america (Adriana o resto não resolve nada) que com as centrais.
    Já dormi varias vezes as custas de AA em Ord e Dfw por causa disso.
    VC consegue mudar no aeroportos nos EUA daqui do Brasil não rola.
    Outra opção é ligar com menos de 24 horas pro vôo, ai pode ser que consiga.
    Abs

  9. Óia, esses atendentes estão cada dia mais abusados, estão perdendo a noção do perigo… kkkkk
    Rolou uma ouvidoria ou você relevou a infelicidade da abusadinha?

  10. Assim como o artigo da Tiffany sobre a ligação para Angola, sua pergunta foi respondida. No entanto, nada a impede de tentar a conexão em Madrid. Não vejo na demais.

  11. Beatriz..
    Eu não sabia que vc era velocista….
    Rindo (SQN) muito do “bom senso e o livre arbítrio” da funcionária da AA em falar isso para um cliente…
    Uma hora e dez minutos… em Barajas ???
    Bem, o único brasileiro capaz de tal façanha, passou desta em 01/05/2004… atendia pelo nome de Ayrton…

    • Vou, não. Vou ligar pro call center americano. Eles podem até me dizer implicitamente que eu é que terei que me virar caso haja algum problema (como essa moça fez), mas não dirão que isso vai acontecer porque eu escolhi e que não tive o bom senso de reservar uma conexão mais tarde.

      • Eu achava que se eles emitem o bilhete dessa forma, se voce perder a conexão a responsabilidade é deles. Colocar em outro vôo, refeições, até hotel. Se eles emitiram o bilhete assim e’ tudo por conta deles. Estou enganado ?

        • Sim, a responsabilidade é deles. Mas eles dizem que não é … Se acontecer alguma coisa, eu provavelmente terei que tirar do meu bolso e entrar na justiça – mas aí eu ganho.

  12. Uma vez a AA adiantou um voo meu Mia x MCO em quase 2 hora, não deu tempo de fazer a imigração em mia e perdemos o voo. Éramos 12 pessoas e não tiveram como nós colocar em outro voo, mandaram esperar no aeroporto mas provavelmente só no dia seguinte haveria vaga. Depois de muita briga arrumaram um ônibus, isto mesmo, um ônibus para nos levar e também outro grupo de 6 que estava no mesmo vôo que nós. Na volta entramos na justiça e o que ganhamos pagou as passagens, o hotel é o carro. Nem fiquei triste.

    • Pois é. Depois eu emito, dá tudo errado, eu entro na justiça, ganho a causa e os programas de milhas ficam chateados comigo porque eu publiquei a saga toda. Vai vendo …

  13. Rindo muito… só faltou ela te perguntar se tu tinhas visto o filme do Tom Hanks… “A senhora pode seguir o exemplo do Tom Hanks naquele filme… se não der tempo”

  14. Este é o tipo de conduta que não merecemos. Se não nos respeitam como consumidores, e devem respeitar, que nos respeitem como cidadãs e cidadãos.
    Mesmo que a atendente não estivesse num dia bom, ela que tivesse o bom senso de não atender os clientes/passageiros.
    Devem ter em mente, que somos nós quem mantém o emprego delas, e seus aviões da empresa que representa voando.
    A American Airlines é muito maior que isto, e este tipo de conduta, em minha opinião, têm de ser do conhecimento de Dallas.
    Mr. Robert Isom e Mr. Doug Park podem até fazer nada, mas saberão que existe no Brasil, onde a AA é bastante presente, alguém pode deixar de escutar “Welcome to American Airlines”, porque tem muitas outras para nos receber com um Bem Vindo, Bienvenido ou mesmo Welcome to….
    Fico triste por você ter passado por esta situação Beatriz.

    • Marcio, inicialmente eu fiquei muito impactada mesmo. Agora eu já estou achando amusing, porque é muita falta de noção da atendente. E olha que eu disse que era million miler com a empresa, e que tinha sido Executive Platinum durante anos a fio, e só deixei de ser por conta da exigência dos EQDs. E ela se manteve inabalada.

  15. Beatriz, eu entendo a sua preocupação, porém eu não teria medo de comprar esse vôo não. Se o vôo atrasar, você provavelmente perderá a conexão, se o próximo sair no horário, mas será realocado no próximo vôo disponível. Se chegar no horário, provavelmente irá pegar o vôo, sei que a fila de imigração pode ser imensa, mas não acredito que as empresas ficam montando conexões que a chance de perda de vôo é de 100%. E caso fique muito tempo fila imigração, acho muito improvável que a empresa não reacomode você em outro vôo. Lógico, que se houver despesas de alimentação ou hospedagem, aí seria por sua conta, ou entrar na justiça. Outra coisa, você poderia acionar o seu seguro de viagem (pague as taxas com um cartão Visa infinite, se você tiver, que estará coberta, mesmo usando milhas….) Mastercard também cobre, mas tem que tomar cuidado com a pegadinha, de que as milhas tenham que ter vindo de um cartão mastercard (não sei se você tem cartão Santander Advantage, que poderia provar isso). Em último caso, poderia fazer um seguro de viagem, que iria te cobrir, ou entrar na justiça. Se é o único vôo que tem, e o sistema está vendendo, eu compraria de boa. Lógico, se houvesse a possibilidade de outro vôo, com conexão maior, seria mais confortável, mas na ausência…. Finalmente, em viagens é impossível prever o que é seguro e o que não é seguro. Uma viagem que fiz com a United tinha 2 opções de conexão, uma de 1 hora e outra de 3 horas, o atendente TAM (época ainda era Star Alliance), obrigou eu a pegar o de 3 horas. Bem, ambos os vôos saíram no horário, porém o meu fechou o aeroporto de Houston por uma tempestade, na hora do pouso, fomos para Dallas. O aeroporto abriu, mas até pousar cheguei com mais de 2 horas e meia de atraso. O vôo de 1 hora de conexão chegou na hora, pois na hora do pouso, ele já estava reaberto. Resumo, eu perdi o meu vôo com 3 horas de conexão, que o atendente da TAM me “obrigou” a emitir, e quem estava vôo de 1 hora de conexão não perdeu… Na aviação, nem sempre o mais seguro, realmente funciona na prática….

    • Eu sei que, no final, mesmo que tenha que entrar na justiça, tudo vai dar certo.
      O problema é todo o transtorno que vai dar. Ter que ligar para a AA da Espanha já vai ser um estresse só.

  16. Beatriz,um adendo se me permite.
    Este voo eh IB?
    Caso positivo as conexões são montadas com 45 minutos…um absurdo!!!
    Um pequeno delay na fila de aviões para decolagem já era.
    Minha irmã costumava voar Iberia e nem esperava a bagagem na esteira pois sabia que não ia chegar…rs

  17. Meu Deus… diálogo surreal MESMO!!! Hahahaha. Beatriz, ainda bem que vc pensa rápido. Se fosse eu, iria ficar congelado e só depois de um tempo teria pensado numa resposta pra essa doida.

    Mas muito estranho esse comportamento da atendente. 99% das vezes que liguei no call center da AA fui muitíssimo bem atendido, com polidez, simpatia muitas vezes, e nunca sofri pra emitir um bilhete com eles. Essa foi uma das razões que me fez manter milhas lá, mesmo tendo perdido status esse ano no programa.

  18. Prezada Beatriz,

    Já tive situações exdrúxulas via call center… e descobri como fazer as empresas rapidamente ofertarem uma resposta satisfatória: ligar novamente e exigir, com fundamento no Decreto Federal que trata do tema, cópia da ligação telefônica…

    Nas poucas vezes que fiz tal, foi óbvio que ouviram as ligações e me ligaram na maior “educação” pedindo desculpas pelo ocorrido…rsrs

    Ou seja, peça a cópia da ligação… tende a ter solução inesperada…

    Boa sorte!

  19. Não sei se vai adiantar ligar pro exp desk. Já me aconteceu varias vezes , o sistema diz que da tempo eles não trocam.
    Exp desk é uma loteria, tem que pegar a atendente certa na hora certa.
    Na maioria dos casos é mais fácil resolver com as menina da loja do citta america (Adriana o resto não resolve nada) que com as centrais.
    Já dormi varias vezes as custas de AA em Ord e Dfw por causa disso.
    VC consegue mudar no aeroportos nos EUA daqui do Brasil não rola.
    Outra opção é ligar com menos de 24 horas pro vôo, ai pode ser que consiga.
    Abs

  20. Óia, esses atendentes estão cada dia mais abusados, estão perdendo a noção do perigo… kkkkk
    Rolou uma ouvidoria ou você relevou a infelicidade da abusadinha?

  21. Assim como o artigo da Tiffany sobre a ligação para Angola, sua pergunta foi respondida. No entanto, nada a impede de tentar a conexão em Madrid. Não vejo na demais.

  22. Rindo muito… só faltou ela te perguntar se tu tinhas visto o filme do Tom Hanks… “A senhora pode seguir o exemplo do Tom Hanks naquele filme… se não der tempo”

  23. Beatriz,

    Ontem consegui realizar meu primeiro resgate de pontos multiplus por parceira, no caso American Airlines. Vou fazer um breve relato, pois deve haver pessoas que acessam o site e também são ” de primeira viagem” como eu para fazer esse tipo de resgate.
    Então, primeiro fui em uma loja da LatamTravel que cobra aquela taxa administrativa de R$ 120,00 por passageiro, fui lá pois achava mais fácil emitir do que ligar e esperar. Mas ao tentar BSB-MIA-YYZ (Brasília-Miami-Toronto) o funcionário não conseguiu (na verdade não senti muito empenho do mesmo). Pois bem, depois disso resolvi ligar no Call Center. Primeira tentativa o atendente disse que não tinha. Lembrei do que você diz, sempre tentar, tentar… e como bom brasileiro não desisti! Na segunda ligação já encontraram disponibilidade, mas quando estava fechando….a ligação caiu… Liguei mais uma vez e fiquei mais de 1 hora (não sei se todos procedimentos do Call Center demoram isso), mas no final consegui fechar por 25k esse trecho (econômica), o que achei muito bom, uma vez que apenas BSB-MIA estava saindo por 30k resgatando pelo site da Multiplus. Antes de fechar, mais uma dica valiosa sua me ajudou a economizar! O atendente tinha dito que ficariam uns R$ 270 reais de taxa. Daí eu pedi para ele descrever as taxas e me disse que tinha uma de emissão via Call Center, aquela “taxa administrativa”. Disse-o que tinha uma amiga viajante frequente e sempre que emitia passagens via call center para trechos não disponíveis online essa taxa não era cobrada. Então, ele verificou e disse que era verdade e a retirou, sendo o valor final das taxas aeroportuárias de R$ 180,00. Muito obrigado! 🙂
    Agora mais uma vez lhe peço uma ajuda. Depois que comprei, vi que aeronave é o boeing 757, talvez seja o pior avião que voarei em um voo internacional, mas não ligo muito, e gostaria de marcar um assento, sabe como faço para realizar essa operação sem custo adicional?
    Li uma notícia que a AA fez retrofit em sua frota em 2017. Sabe se isso foi feito nesta aeronave? (vi que essa nem tela nas poltronas da econômica tem…)

  24. Beatriz,

    Ontem consegui realizar meu primeiro resgate de pontos multiplus por parceira, no caso American Airlines. Vou fazer um breve relato, pois deve haver pessoas que acessam o site e também são ” de primeira viagem” como eu para fazer esse tipo de resgate.
    Então, primeiro fui em uma loja da LatamTravel que cobra aquela taxa administrativa de R$ 120,00 por passageiro, fui lá pois achava mais fácil emitir do que ligar e esperar. Mas ao tentar BSB-MIA-YYZ (Brasília-Miami-Toronto) o funcionário não conseguiu (na verdade não senti muito empenho do mesmo). Pois bem, depois disso resolvi ligar no Call Center. Primeira tentativa o atendente disse que não tinha. Lembrei do que você diz, sempre tentar, tentar… e como bom brasileiro não desisti! Na segunda ligação já encontraram disponibilidade, mas quando estava fechando….a ligação caiu… Liguei mais uma vez e fiquei mais de 1 hora (não sei se todos procedimentos do Call Center demoram isso), mas no final consegui fechar por 25k esse trecho (econômica), o que achei muito bom, uma vez que apenas BSB-MIA estava saindo por 30k resgatando pelo site da Multiplus. Antes de fechar, mais uma dica valiosa sua me ajudou a economizar! O atendente tinha dito que ficariam uns R$ 270 reais de taxa. Daí eu pedi para ele descrever as taxas e me disse que tinha uma de emissão via Call Center, aquela “taxa administrativa”. Disse-o que tinha uma amiga viajante frequente e sempre que emitia passagens via call center para trechos não disponíveis online essa taxa não era cobrada. Então, ele verificou e disse que era verdade e a retirou, sendo o valor final das taxas aeroportuárias de R$ 180,00. Muito obrigado! 🙂
    Agora mais uma vez lhe peço uma ajuda. Depois que comprei, vi que aeronave é o boeing 757, talvez seja o pior avião que voarei em um voo internacional, mas não ligo muito, e gostaria de marcar um assento, sabe como faço para realizar essa operação sem custo adicional?
    Li uma notícia que a AA fez retrofit em sua frota em 2017. Sabe se isso foi feito nesta aeronave? (vi que essa nem tela nas poltronas da econômica tem…)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea