q6prmv.md.png
quarta-feira, junho 23, 2021
q6prmv.md.png
InícioAvaliaçõesVoosANA Primeira Classe Tóquio - Singapura no B773

ANA Primeira Classe Tóquio – Singapura no B773

Eu já tinha feito um flash post – um teaser com 10 fotos da minha experiência na primeira classe da ANA All Nippon Airways, a maior cia aérea japonesa de aviação civil (clique aqui para ver). Agora, chegou a vez do post completo que, dessa vez, vou fazer um pouco diferente em razão do número de fotos e a quantidade de informação que disponho.

Eu emiti essa passagem com 50.000 milhas do Avianca Lifemiles. Para mim, é o “sweet spot” do programa: voos intra-Ásia em primeira classe. Meu próximo objetivo é Bangkok – Tóquio pela Thai (que eu dois anos depois – clique aqui para ler)

O voo, realizado em um Boeing 773, sai de Tóquio Narita às 18:05 e chega em Singapura às 00:40, com duração aproximada de 6:20 minutos.

A Cabine do B773 da ANA

A cabine do B773 da empresa possui 8 assentos de primeira classe em duas fileiras, em uma configuração 1-2-1.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O Assento

Todos os assentos são cubículos abertos – eles não têm portas como o The Apartment da Etihad, por exemplo.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Apesar da ausência de portas, os assentos possuem total privacidade. Nem mesmo quando o passageiro se curva para frente ele consegue ver o passageiro ao lado.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O assento em si é extremamente confortável, com o estofamento em tecido. Ele é amplo e reclina em 180o se transformando em uma cama.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A tela de entretenimento tem um bom tamanho.  As comissárias haviam deixado os chinelos, o pijama e o cardigan em cima da área de repouso dos pés.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há uma “prateleira” que separa a tela do encosto dos pés.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há também uma área enorme que serve para colocar copos.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A mesa de refeições fica embutida na prateleira da tela de entretenimento.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O mecanismo é simplíssimo: basta puxar a alça.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A mesa desliza suavemente até a altura que o passageiro deseja.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A mesa é enorme. O passageiro pode comer ou trabalhar com facilidade.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Controles e Compartimentos

Uma das características que me impressionou favoravelmente foi a quantidade de pequenos compartimentos para guardar toda a sorte de pertences. Há um grande painel na lateral do assento com diversas funções.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há duas luzes individiduais na parte superior.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O primeiro compartimento serve para guardar os fones de ouvido durante o voo. É ali que há a tomada especial para conectá-lo.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Abrindo outra porta, nós temos o controle da televisão.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O último compartimento desse lado pode abrigar um celular ou algo parecido.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há micro portas que, quando levantadas, fazem aparecer outros controles de luzes: para a cama e para os pés.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há uma porta USB, uma tomada elétrica comum e outra tomada para eletrônicos.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O controle remoto do assento é muito intuitivo e de fácil manuseio, além de ser totalmente digitalizado.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Do outro lado, outro compartimento: eu adorei esse aqui tipo um copo.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Coloquei meus óculos aqui quando fui dormir.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

E, na parte inferior interna do assento, tem o guarda revistas.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O Amenity Kit e Outros Produtos Oferecidos

Logo quando o passageiro entra no avião, a comissária aparece com uma bandeja cheia de produtos de livre escolha. Eu peguei um kit de escova e pasta de dente – apesar de saber que teriam diversos à minha disposição no banheiro – uma máscara para os olhos e um hidratante Shiseido para os lábios (que é maravilhoso!).

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O amenity kit é uma graça – um dos melhores que já recebi: uma micro malinha da Samsonite (já foi da Rimowa).

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Dentro do kit, alguns dos produtos que foram previamente oferecidos pela comissária.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

E também uma sacolinha com produtos The Ginza, que é a linha premium da Shiseido. Nota 10, ANA, nota 10.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Como o voo foi noturno, foi distribuído, também, um pijama que veio dentro de uma embalagem de pano.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Detalhes da parte superior do pijama.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Detalhes da parte inferior do pijama.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A ANA também disponibiliza um cardigan para quem sentir frio.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Há uma pashmina de lã para os passageiros.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A ANA também oferece fones de ouvido Sony.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O Serviço de Bordo da ANA

Uma das áreas em que os japoneses são superiores ao restante da raça humana, no geral, é a prestação de serviços. E a ANA é prova viva dessa excelência. A comissária abre o saquinho de plástico com os chinelos e os coloca ao lado dos pés do passageiro, assim que o passageiro se acomoda.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Ao chegar a bordo, a comissária ofereceu, quase que imediatamente, a toalhinha perfumada e se apresentou para mim. Em seguida, veio a chefe de cabine me cumprimentar pessoalmente e se colocar à minha disposição para qualquer coisa que eu precisasse. Ah, se todos fossem iguais a você, que maravilha viver …

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Assim que me acomodei no meu assento, a comissária chegou com um copo de champagne e outro de suco de laranja em uma bandeja.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Em terra, a champagne oferecida é diferente – geralmente mais barata – do que aquela servida após a decolagem. Isso tem a ver com a cobrança de impostos sobre a bebida alcóolica aberta em solo.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Menu e Carta de Bebidas

O menu foi apresentado em um caderno com capa em tecido azul escuro. O passageiro pode pedir que o jantar seja servido a qualquer momento. Na primeira classe da ANA e na da JAL também, o serviço é personalizado.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Tanto a ANA como a JAL disponibilizam o menu do voo e a carta de bebidas com meses de antecedência.

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O Serviço de Bordo da ANA

Logo após a decolagem, iniciou-se o serviço de bordo. A comissária passou com uma garrafa de Krug , que custa a bagatela de USD 190 no varejo. A Qatar também serve Krug na primeira classe e no bar do A380, que pode ser frequentado por passageiros da executiva. #ficaadica

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Servida a champagne, logo chegou o aperitivo: o melhor foi o tataki de salmão com maionese que estava no copo.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Quando eu li as entradas do menu ocidental, meu coração ficou na dúvida: o que fazer? Eu prefiro comer a comida japonesa nas companhias aéreas japonesas, ainda mais quando voo em primeira classe. Mas, havia dois itens no menu ocidental que eu gosto muito: caviar e foie gras. Então, eu pedi para a comissária o menu japonês, mas eu queria, também, esses dois itens do menu ocidental. Eles foram os primeiros a serem servidos.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Junto com a entrada, veio pão quente com azeite, manteiga, sal e pimenta. Tudo de ótima qualidade.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

A salada de caranguejo com maçã e molho de pepino estava deliciosa.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Eu não entendi por que o caviar veio sozinho – sem os blinis e os demais ingredientes: ovo cozido e cebola picada. Mas isso não me impediu de comer todo o potinho com muito gosto!

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O foie gras com gelatina de morango e vinaigrette de framboesa estava divino além de ser visualmente lindo. Uma das melhores entradas de avião que já comi na vida.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Quando o menu kaiseki foi servido, pedi para trocar de champagne para saquê, afinal, a César o que é de César. O saquê japonês não guarda relação de semelhança com esse saquê que é vendido no Brasil. Aliás, nem precisa ir para o Japão para sentir a diferença: basta ir a qualquer restaurante japonês nos EUA que a gente já entende que a qualidade é outra.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O primeiro prato foi muito bom e com uma linda apresentação.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Estavam especialmente bons o caranguejo grelhado e esse creme de ovos com manteiga de siri e caviar.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Já essa sopa de peixe poderia estar mais bem temperada.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Em seguida, foi servido esse prato com sashimi de baiacu (globefish) em fatias finíssimas. Estava excelente. Só um detalhe: se eu soubesse que baiacu é venenoso e que é necessário um treinamento de anos para poder servi-lo seguramente, eu teria deixado para lá. Mas, como diriam os ingleses, ignorance is bliss e eu posso dizer que comi baiacu e não morri!

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Nessa altura do jantar, eu já não tinha condições de comer mais nada. Por outro lado, eu sabia que não voaria com a ANA em primeira classe tão cedo. Então, eu decidi enfrentar esse desafio final somente experimentando os pratos.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O pequeno prato é uma enguia cozida com rabanete.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O prato principal era filet de cavalinha com molho de ovo.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

O arroz estava quente, macio e divino. Os japoneses dão enorme importância à qualidade do arroz que consomem.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Um dos pratos era esse pato defumado – estava ok. Nada de especial.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Esse prato tinha dois ingredientes do mar: camarão e congro. Achei bom, mas nada de espetacular. Mas não sei se já tinha me excedido tanto que nem conseguia mais provar os pratos decentemente.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

No dia que vocês tomarem uma sopa de misô no Japão, vocês nunca mais vão conseguir tomar misô em outro lugar do mundo. A sopa é super bem temperada e é feita com molho de soja.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Para arrematar, decidi pedir esse suco de uva chardonnay cultivada no Japão.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Uma delícia que não precisa de qualquer aditivo.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Depois dessa farra gastronômica, pedi para a comissária arrumar a  minha cama. Ela colocou um colchão sobre o assento e o cobriu com um edredom.

ANA
 First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Quando eu acordei, os chinelos haviam sido colocados aos pés da minha cama pela comissária enquanto eu dormia, para que eu não precisasse colocar meus pés no chão do avião. Nota 10, ANA. Nota 10. Ela me ofereceu mais comida, mas eu não tinha a menor condição física de comer qualquer coisa. Pedi um whisky.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Ela insistiu em me oferecer macha (chá verde japonês). Ainda bem! Eu nunca havia provado nada remotamente semelhante a isso. A ideia que eu tive é que as folhas tinham acabado de serem colhidas. Além disso, estava levemente cremoso. Um sonho.

ANA
First Class NRT – SIN B773 Fev 2017

Nisso já estávamos chegando em Singapura relativamente tarde da noite: em torno da meia-noite.

 

Algumas  Palavras

Eu adorei meu voo com a ANA. A equipe se antecipa às necessidades do passageiro, o que é fantástico. A qualidade das bebidas servidas a bordo e dos ingredientes que integram o menu é muito boa. Eu achei que a comida poderia ter sido mais saborosa, ressaltando que as entradas estavam espetaculares.

Voar na primeira classe da empresa é uma experiência que une profissionalismo, qualidade, atenção e cortesia. Na minha opinião, o serviço prestado pelas equipes japonesas supera, em muito, aquele prestado pelas cias do Oriente Médio. É simplesmente uma questão cultural: já está no DNA dos japoneses e vem sem qualquer esforço.

Recomendadíssimo!

RELATED ARTICLES

32 COMENTÁRIOS

    • Eu achei com bastante antecedência no Lifemiles, da Avianca, onde eu tenho algumas milhas. Procure no site da United. Geralmente, a ANA tem boa disponibilidade com as parceiras.

  1. estou procurando para janeiro..porem nen executiva…. somente economica…. fiquei muito feliz com seu relato.

    com as milhas bonus da tap, yenho que planejar como irei usar pra nao perder.

    outra questao sera que esse ano ainda rola emissao com a tap de milhas reduzidas?.

  2. Prezada Beatriz,

    Lendo seu post, e após pesquisas no Lifemiles, veio a dúvida: será tal melhor do que a First da ASIANA?

    Pergunto tal pois para TPE há disponibilidade ASIANA saindo de First A380 de LAX e, já na ANA, de First ANA até Tóquio, sendo depois apenas econômica. Ou seja, de ASIANA, faria em First e Business; de Ana, First e animal Class (a conexão)…

    O que me preocupou é que a ASIANA sequer é citada no SKYTRAX, o que achei muito estranho após ter lido um interessante review sobre tal cia no OMAAT…

    O que acha?

    • Pela Asiana eu só voei em executiva intra-Ásia e foi excelente. Mas não creio ela que seja melhor do que a ANA. Eu vou para TPE saindo de JFK na business da EVA, em voo direto.

  3. Oi Beatriz, quanta riqueza de detalhes vc conseguiu transmitir neste post! Que sonho de consumo…
    Entre a ANA e a JAL, por qual delas seu coração bate mais forte? 🙂

  4. Conheci seu site por uma citação do Eloy do Mestre das Milhas…
    Parabéns pelo seu trabalho..
    Impecável…
    Primeira vez que leio seu site.. a partir de hoje, vou acompanhar diariamente…

      • Foi numa reportagem dele sobre uma maneira de voar de volta de Seul com qtde. de milhas razoável…
        Ele aproveitou a sua dica do dia 03/01/2018 e ele fez referência ao seu artigo….. ele agiu de forma elegante informando o “pai”, quer dizer, a “mãe” da criança era você e não ele……rsrs…
        Depois lá na sua reportagem do dia 03/01/18 (cabines executivas na Qatar), vi você falando que eu tinha elogiado um artigo publicado no dia 04/01/18 em outro site.. e realmente eu tinha elogiado o trabalho do outro colega….. quanto ao fato dele não ter citado a fonte, eu não vou entrar no mérito, pois para mim é uma coisa que está fora de objeto…
        Inclusive verifiquei que tem um outro Henry em seu site, então estou pensando num sobrenome para o meu “Henry”, haja vista que o nome não é exclusive e o outro Henry tem direito a usar o nome que quiser…

  5. Conheci seu site por uma citação do Eloy do Mestre das Milhas…
    Parabéns pelo seu trabalho..
    Impecável…
    Primeira vez que leio seu site.. a partir de hoje, vou acompanhar diariamente…

      • Foi numa reportagem dele sobre uma maneira de voar de volta de Seul com qtde. de milhas razoável…
        Ele aproveitou a sua dica do dia 03/01/2018 e ele fez referência ao seu artigo….. ele agiu de forma elegante informando o “pai”, quer dizer, a “mãe” da criança era você e não ele……rsrs…
        Depois lá na sua reportagem do dia 03/01/18 (cabines executivas na Qatar), vi você falando que eu tinha elogiado um artigo publicado no dia 04/01/18 em outro site.. e realmente eu tinha elogiado o trabalho do outro colega….. quanto ao fato dele não ter citado a fonte, eu não vou entrar no mérito, pois para mim é uma coisa que está fora de objeto…
        Inclusive verifiquei que tem um outro Henry em seu site, então estou pensando num sobrenome para o meu “Henry”, haja vista que o nome não é exclusive e o outro Henry tem direito a usar o nome que quiser…

  6. Prezada Beatriz,

    Lendo seu post, e após pesquisas no Lifemiles, veio a dúvida: será tal melhor do que a First da ASIANA?

    Pergunto tal pois para TPE há disponibilidade ASIANA saindo de First A380 de LAX e, já na ANA, de First ANA até Tóquio, sendo depois apenas econômica. Ou seja, de ASIANA, faria em First e Business; de Ana, First e animal Class (a conexão)…

    O que me preocupou é que a ASIANA sequer é citada no SKYTRAX, o que achei muito estranho após ter lido um interessante review sobre tal cia no OMAAT…

    O que acha?

    • Pela Asiana eu só voei em executiva intra-Ásia e foi excelente. Mas não creio ela que seja melhor do que a ANA. Eu vou para TPE saindo de JFK na business da EVA, em voo direto.

  7. Oi Beatriz, quanta riqueza de detalhes vc conseguiu transmitir neste post! Que sonho de consumo…
    Entre a ANA e a JAL, por qual delas seu coração bate mais forte? 🙂

    • Eu achei com bastante antecedência no Lifemiles, da Avianca, onde eu tenho algumas milhas. Procure no site da United. Geralmente, a ANA tem boa disponibilidade com as parceiras.

  8. estou procurando para janeiro..porem nen executiva…. somente economica…. fiquei muito feliz com seu relato.

    com as milhas bonus da tap, yenho que planejar como irei usar pra nao perder.

    outra questao sera que esse ano ainda rola emissao com a tap de milhas reduzidas?.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea