q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasDream Up: o novo programa de upgrade da Avianca Brasil

Dream Up: o novo programa de upgrade da Avianca Brasil

A Avianca Brasil lançou o Dream Up, um programa que oferece aos passageiros a possibilidade de concorrer a um upgrade da classe econômica para a executiva, por meio de um leilão digital. Com essa iniciativa, que entrou no ar na última semana, os donos dos melhores lances poderão aproveitar o maior conforto da classe executiva.

Para participar do leilão, é preciso confirmar a elegibilidade do bilhete aéreo, por meio do site da iniciativa. Os clientes com reservas válidas receberão um e-mail sete dias antes da data do voo, com um convite que dará acesso à plataforma, que contém todas as informações sobre os voos aptos aos lances.

A plataforma apresenta um gráfico dinâmico que aponta as possibilidades de aceitação do lance, de acordo com o valor oferecido. Todo o processo de pagamento deverá ser feito on-line, apenas com cartão de crédito. A companhia aceita todas as bandeiras, incluindo cartões emitidos no exterior. Todos os participantes receberão um e-mail de retorno sobre oferta, seja ele positivo ou negativo.

Perguntas Frequentes:

Termos e Condições:

Para acessar o site com as informações, clique aqui.

RELATED ARTICLES

12 COMENTÁRIOS

  1. Prezada Beatriz,

    Chega a ser cômico ler à notícia acima e verificar, ao final, o post do caos enfrentado pelos passageiros de tal cia em
    NYC há pouco tempo…

    A criação de tal ferramenta, não duvidemos, pode decorrer da baixa venda de cabine premium em tal voo.

    Por que alguém em sã consciência pagaria a mais (bilhetes em Business de algumas companhia estrangeiras estão mais baratos) para voar em uma cia que mal possui aeronaves para o trecho, e quando, tal como ocorrido, há algum problema, não tem aeronave disponível para o trecho???

    De minha parte, sem a menor possibilidade de voar em tal companhia iniciante (ao menos em voos internacionais), que deu provas concretas no ocorrido relatado de seu amadorismo para tratar o consumidor no exterior…

  2. Prezada Beatriz,

    Chega a ser cômico ler à notícia acima e verificar, ao final, o post do caos enfrentado pelos passageiros de tal cia em
    NYC há pouco tempo…

    A criação de tal ferramenta, não duvidemos, pode decorrer da baixa venda de cabine premium em tal voo.

    Por que alguém em sã consciência pagaria a mais (bilhetes em Business de algumas companhia estrangeiras estão mais baratos) para voar em uma cia que mal possui aeronaves para o trecho, e quando, tal como ocorrido, há algum problema, não tem aeronave disponível para o trecho???

    De minha parte, sem a menor possibilidade de voar em tal companhia iniciante (ao menos em voos internacionais), que deu provas concretas no ocorrido relatado de seu amadorismo para tratar o consumidor no exterior…

  3. Também acho que seja a baixa procura… Se querem encher a executiva, sugestão simples: liberem assentos com emissão de milhas para os parceiros que facilmente começará a encher… Essa trava é ridícula.

    • Marcos, o TI da Avianca é problemático … Além de não permitirem o resgate por outros programas de milhas, o sistema também não enxerga disponibilidade em algumas parceiras.

      • Sim, Beatriz.

        A grande questão é que isso me parece uma escolha consciente da Avianca, nesse caso, pois a disponibilidade em econômica aparece para os parceiros. Mas, para executiva, nada. Seria uma ótima alternativa voar business da Avianca Brasil usando os pontos TAP Victoria…
        Quanto ao TI, já vivi isso… Na única emissão Star Alliance que fiz com pontos Amigo até hoje, consegui emitir COPA para os EUA, ida em econômica, volta em executiva, porém precisei de 4 ligações (nas 3 anteriores, o atendente não achava disponibilidade) e na última, o trecho da volta não fechava a reserva por nada. A pessoa precisou falar com alguém do suporte pra liberar. Durou 40 minutos a ligação, mas consegui.

  4. Esse sistema é manipulado pelas companhias aéreas. Se todos os lances forem baixos eles não liberaram assentos. Recentemente fiz um lance de upgrade na Latam e três horas antes do voo, já no aeroporto, recebi e-mail dizendo com minha oferta não havia tido sucesso. Questionei a empresa no check-in e pelo Twitter, já que naquele momento havia disponibilidade de 06 assentos em consulta no Google Flights. A resposta foi que há um número limitado de lugares que que entram no leilão, ou seja, se todas as ofertas forem baixas eles têm a opção de não aceitar nenhuma.

  5. Também acho que seja a baixa procura… Se querem encher a executiva, sugestão simples: liberem assentos com emissão de milhas para os parceiros que facilmente começará a encher… Essa trava é ridícula.

    • Marcos, o TI da Avianca é problemático … Além de não permitirem o resgate por outros programas de milhas, o sistema também não enxerga disponibilidade em algumas parceiras.

      • Sim, Beatriz.

        A grande questão é que isso me parece uma escolha consciente da Avianca, nesse caso, pois a disponibilidade em econômica aparece para os parceiros. Mas, para executiva, nada. Seria uma ótima alternativa voar business da Avianca Brasil usando os pontos TAP Victoria…
        Quanto ao TI, já vivi isso… Na única emissão Star Alliance que fiz com pontos Amigo até hoje, consegui emitir COPA para os EUA, ida em econômica, volta em executiva, porém precisei de 4 ligações (nas 3 anteriores, o atendente não achava disponibilidade) e na última, o trecho da volta não fechava a reserva por nada. A pessoa precisou falar com alguém do suporte pra liberar. Durou 40 minutos a ligação, mas consegui.

  6. Esse sistema é manipulado pelas companhias aéreas. Se todos os lances forem baixos eles não liberaram assentos. Recentemente fiz um lance de upgrade na Latam e três horas antes do voo, já no aeroporto, recebi e-mail dizendo com minha oferta não havia tido sucesso. Questionei a empresa no check-in e pelo Twitter, já que naquele momento havia disponibilidade de 06 assentos em consulta no Google Flights. A resposta foi que há um número limitado de lugares que que entram no leilão, ou seja, se todas as ofertas forem baixas eles têm a opção de não aceitar nenhuma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar