q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioEmpresas AéreasOutras Empresas AereasEtihad em maus lençóis: cancelamento de rotas

Etihad em maus lençóis: cancelamento de rotas

A Etihad anunciou hoje o cancelamento da rota Abu Dhabi – Perth a partir do dia 30 de setembro.

Além dela, a rota para a cidade de Ho Chi Min no Vietnam já tinha sido anúncio de cancelamento que noticiei aqui no Milhas e Destinos (clique aqui para ler).  A rota, que até hoje, era operada 6 vezes por semana, passará a ocorrer 3 vezes por semana sendo que será totalmente cancelada a partir do dia 30 de agosto.

Mas a empresa não parou por aí. O voo Abu Dhabi – Edinburgh na Escócia, operado 5 vezes na semana, também deixará de existir a partir do dia 1o de outubro.

Isso, sim, é uma empresa em maus lençóis. A Etihad está lentamente retirando todos os benefícios gratuitos para passageiros premium, como o serviço de motorista que era oferecido em algumas cidades do mundo para passageiros de primeira classe e o fechamento do spa no lounge de Londres. Além disso, ela passou a vender o acesso aos seus lounges,os pijamas e amenity kits da first para passageiros voando em econômica.

Além disso, há muitas reclamações de passageiros quanto à qualidade dos serviços que hoje são uma sombra do que já foram.

A Etihad revolucionou a primeira classe com o The Residence e o The Apartment. Hoje, está vendo suas concorrentes do ME3 apresentando novos produtos muito elogiados: a Qatar com as QSuites e a Emirates com a sua nova primeira classe.

Os péssimos investimentos na Air Berlin, Alitalia e Air Serbia estão impactando as operações da Etihad em todas as áreas.

Nunca é demais lembrar que, há alguns anos atrás, a empresa tinha tantos passageiros que não dava conta da demanda em suas próprias aeronaves, tendo que usar 6 B777 da Jet Airways.

 

RELATED ARTICLES

12 COMENTÁRIOS

  1. Eu fico triste com a notícia, e com a situação da Etihad, pois gostaria de ver a EY crescendo e aumentando as suas rotas, como fazem as suas “irmãs” do Oriente Médio, Qatar e Emirates, ou como são chamadas em algumas reportagem ME3.

    Eu nunca entendi a estratégia da mesma de estar adquirindo cias européias, e sempre tive um pé atrás diante do ex-CEO da empresa, James Hogan, ele me parece um pouco corrupto, e acho que saiu com muito dinheiro após o anos administrando a Etihad. Sei que a Qatar também adquiriu partes de cia aéreas, mas de maneira mais tímida, quando a QR comprou parte da British Airways e Tam, e quando tentou adquirir parte da AA (se não estou enganado).

    Eu lembro quando a Etihad estava usando os aviões da Jet Airways, minha primeira viagem com a EY foi para a incrível Índia, em maio de 2014, e no trecho, Abu Dhabi-Mumbai, voei na business class de um avião da Jet. No mais, desejo a volta dos anos de glória a Etihad, pois dinheiro o emirado de Abu Dhabi tem bastante, precisa de uma melhor gestão!

  2. Triste, cancelarão SFO também, se já não cancelaram. Vai acabar se concentrando em poucos destinos. Acho difícil voltar para o Brasil, mas agora que estou cheio de AA, seria ótima opção.

  3. Eu fico triste com a notícia, e com a situação da Etihad, pois gostaria de ver a EY crescendo e aumentando as suas rotas, como fazem as suas “irmãs” do Oriente Médio, Qatar e Emirates, ou como são chamadas em algumas reportagem ME3.

    Eu nunca entendi a estratégia da mesma de estar adquirindo cias européias, e sempre tive um pé atrás diante do ex-CEO da empresa, James Hogan, ele me parece um pouco corrupto, e acho que saiu com muito dinheiro após o anos administrando a Etihad. Sei que a Qatar também adquiriu partes de cia aéreas, mas de maneira mais tímida, quando a QR comprou parte da British Airways e Tam, e quando tentou adquirir parte da AA (se não estou enganado).

    Eu lembro quando a Etihad estava usando os aviões da Jet Airways, minha primeira viagem com a EY foi para a incrível Índia, em maio de 2014, e no trecho, Abu Dhabi-Mumbai, voei na business class de um avião da Jet. No mais, desejo a volta dos anos de glória a Etihad, pois dinheiro o emirado de Abu Dhabi tem bastante, precisa de uma melhor gestão!

  4. Alguém acredita que a cia posso acabar? Ou mesmo se juntar à Emirates?
    Uma pena mesmo! E o livery deles é simplesmente genial… das mais lindas aeronaves.

  5. Triste, cancelarão SFO também, se já não cancelaram. Vai acabar se concentrando em poucos destinos. Acho difícil voltar para o Brasil, mas agora que estou cheio de AA, seria ótima opção.

  6. Alguém acredita que a cia posso acabar? Ou mesmo se juntar à Emirates?
    Uma pena mesmo! E o livery deles é simplesmente genial… das mais lindas aeronaves.

  7. Prezada Beatriz,

    Tive a experiência de conhecer, no mês passado, o Apartment (First EY no A380)… e, por mais absurdo que o possa parecer, fiquei um pouco decepcionado. Explico-me:

    Primeiramente, havia lido em inúmeros blogs nacionais e, principalmente, internacionais, a respeito do alto nível e, em especial, da ampla disponibilidade de alimentação a bordo, vez que há um chef para a First. Além disto, o lounge da First em AUH era altamente elogiado, razão pela qual indicavam que se deveria chegar bem cedo para “curtir” o lounge e jantar neste.

    Ou seja, criamos (eu e minha esposa) ampla expectativa.

    Ao conhecermos (02 voos de 14hs. cada aproximadamente), veio a realidade.

    Quanto ao hard product, é inegável a qualidade incrível das cabines. Espetacular é pouco para definir o espaço e o conforto!!! Mas o bar a bordo com respectiva mesa é fraquíssimo se comparado ao da Qatar (o qual conheço), e não duvido que se comparado ao da Emirates.

    Já na parte de alimentação, as opções eram bem mais restritas que as que verifiquei na First Qatar. Esperava muito mais! E, pelo que percebi, comparado ao que lia nos blogs nacionais e internacionais, houve redução drástica da disponibilidade a bordo de alimentos para preparo no voo…. os Chefs, em ambos os voos, foram de uma atenção ímpar, oferecendo não apenas as opções do cardápio como “criações” diante do embarcado; mas, como dito, ao tentarmos “criar” conforme nosso gosto, as opções eram muito poucas. Ou seja, a alimentação, como um todo, não foi muito superior, por exemplo, à business da Cathay ou da Qatar (eu disse “não muito superior”… claro que melhor, mas nada impactante, tal como tivemos na First Qatar).

    Já quanto ao lounge em AUH, consideramos uma decepção. Não que seja ruim… mas se dizia como de altíssimo luxo, de uma atenção única e alimentação incrível. Ao chegarmos, tal como já anunciado, sem “barbearia” e “manicure”, fechados no mês anterior. O “restaurante” não mais possui comidas árabes… havia apenas uma opção de cardápio ocidental, ou seja, as opções de comidas árabes que sempre eram tão elogiadas saíram do cardápio. A comida foi normal, nada extraordinário, com, salvo engano, uma ou duas opções de carne no cardápio e uma de peixe… cardápio bem sucinto mesmo. Além disto, ausência de sala de descanso e um atendimento frio, sem maior atenção diferenciada (não que tenha sido ruim… mas nada, como dito, de se impressionar… um atendimento tal como de algumas outras salas Vip’s já visitadas).

    Acredito que todas estas impressões decorram de queda de qualidade por redução do custo da companhia aérea.

    Fica um lamento enorme, pois, como dito, o hard product é incrível. Mas, ao menos no nosso caso, por exemplo, ora juntamos milhas na AA não mais para repetir o Apartment, mas sim visando a voar, novamente, na First Qatar, a qual achamos o atendimento muito superior e cuja sala Vip em Doha (da First) foi de relembrar durante um bom tempo (até o atendimento e restaurante da sala Vip Qatar em Paris foi melhor, na visão minha e de minha esposa, do que da Sala Vip First EY em AUH).

    • … boa descrição Daniel … emiti CDG/SYD pela First Qatar e a volta pela Business da EY … considerando seu post acho que vou cancelar e tentar voltar pela Qatar (talvez SYD/ICN (Korean) e ICN/DOH/MAD pela Qsuites …

      • Eu não cancelaria… pois é um produto a conhecer.

        Não sei seu perfil de viajante, mas sou adepto de conhecer novas cabines em distintas companhias (claro, desde que sejam boas).

        Não disse que o produto é ruim. Apenas decepcionante face a expectativa criada e, também, por termos previamente experimentado a Qatar…

        No seu caso, eu manteria, de forma a experimentar as duas empresas.

  8. Prezada Beatriz,

    Tive a experiência de conhecer, no mês passado, o Apartment (First EY no A380)… e, por mais absurdo que o possa parecer, fiquei um pouco decepcionado. Explico-me:

    Primeiramente, havia lido em inúmeros blogs nacionais e, principalmente, internacionais, a respeito do alto nível e, em especial, da ampla disponibilidade de alimentação a bordo, vez que há um chef para a First. Além disto, o lounge da First em AUH era altamente elogiado, razão pela qual indicavam que se deveria chegar bem cedo para “curtir” o lounge e jantar neste.

    Ou seja, criamos (eu e minha esposa) ampla expectativa.

    Ao conhecermos (02 voos de 14hs. cada aproximadamente), veio a realidade.

    Quanto ao hard product, é inegável a qualidade incrível das cabines. Espetacular é pouco para definir o espaço e o conforto!!! Mas o bar a bordo com respectiva mesa é fraquíssimo se comparado ao da Qatar (o qual conheço), e não duvido que se comparado ao da Emirates.

    Já na parte de alimentação, as opções eram bem mais restritas que as que verifiquei na First Qatar. Esperava muito mais! E, pelo que percebi, comparado ao que lia nos blogs nacionais e internacionais, houve redução drástica da disponibilidade a bordo de alimentos para preparo no voo…. os Chefs, em ambos os voos, foram de uma atenção ímpar, oferecendo não apenas as opções do cardápio como “criações” diante do embarcado; mas, como dito, ao tentarmos “criar” conforme nosso gosto, as opções eram muito poucas. Ou seja, a alimentação, como um todo, não foi muito superior, por exemplo, à business da Cathay ou da Qatar (eu disse “não muito superior”… claro que melhor, mas nada impactante, tal como tivemos na First Qatar).

    Já quanto ao lounge em AUH, consideramos uma decepção. Não que seja ruim… mas se dizia como de altíssimo luxo, de uma atenção única e alimentação incrível. Ao chegarmos, tal como já anunciado, sem “barbearia” e “manicure”, fechados no mês anterior. O “restaurante” não mais possui comidas árabes… havia apenas uma opção de cardápio ocidental, ou seja, as opções de comidas árabes que sempre eram tão elogiadas saíram do cardápio. A comida foi normal, nada extraordinário, com, salvo engano, uma ou duas opções de carne no cardápio e uma de peixe… cardápio bem sucinto mesmo. Além disto, ausência de sala de descanso e um atendimento frio, sem maior atenção diferenciada (não que tenha sido ruim… mas nada, como dito, de se impressionar… um atendimento tal como de algumas outras salas Vip’s já visitadas).

    Acredito que todas estas impressões decorram de queda de qualidade por redução do custo da companhia aérea.

    Fica um lamento enorme, pois, como dito, o hard product é incrível. Mas, ao menos no nosso caso, por exemplo, ora juntamos milhas na AA não mais para repetir o Apartment, mas sim visando a voar, novamente, na First Qatar, a qual achamos o atendimento muito superior e cuja sala Vip em Doha (da First) foi de relembrar durante um bom tempo (até o atendimento e restaurante da sala Vip Qatar em Paris foi melhor, na visão minha e de minha esposa, do que da Sala Vip First EY em AUH).

    • … boa descrição Daniel … emiti CDG/SYD pela First Qatar e a volta pela Business da EY … considerando seu post acho que vou cancelar e tentar voltar pela Qatar (talvez SYD/ICN (Korean) e ICN/DOH/MAD pela Qsuites …

      • Eu não cancelaria… pois é um produto a conhecer.

        Não sei seu perfil de viajante, mas sou adepto de conhecer novas cabines em distintas companhias (claro, desde que sejam boas).

        Não disse que o produto é ruim. Apenas decepcionante face a expectativa criada e, também, por termos previamente experimentado a Qatar…

        No seu caso, eu manteria, de forma a experimentar as duas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar