q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioAssuntos VariadosHelp Post: um leitor pede ajuda à comunidade Milhas & Destinos

Help Post: um leitor pede ajuda à comunidade Milhas & Destinos

Prezados leitores, o Felipe Víveros me pediu ajuda para solucionar um problema na emissão de um bilhete com milhas/pontos:

Gostaria de uma ajuda! Moro em Pernambuco! Tenho maior disponibilidade de voos com pontos pela Multiplus e Azul. A Smiles vez ou outra tem algo bom. Quero estar viajando frequentemente para Miami e até mesmo para Las Vegas visitar meu irmao. Para Miami encontro frequentemente a 24k o trecho saindo de Recife, para LV por 70k o trecho saindo de GRU! E compro bastante nas promo de 10×1 Multiplus.

Pensei em fazer o Clube Livelo 7000 para aproveitar as promos + TudoAzul 1000 e talvez Smiles 1000 ambos para aproveitar as transferências Livelo. Só estou na dúvida sobre o Clube Multiplus, se valeria a pena o de 5000 ou investir no de 10000 para fazer no minimo 100k de transferência anual. O que voce indicaria para mim?

E aí, gente? O que vocês indicam pro Felipe? Vamos ajudar?

RELATED ARTICLES

46 COMENTÁRIOS

  1. Clube Multiplus 10.000 só vale a pena se voce for transferir muitas milhas para a LATAM. Como o preço entre Miami e Las Vegas saindo de Recife é muito discrepante, sugiro você, emitir Recife-Miami com a LATAM, e Miami-Las Vegas com a American Airlines (usando pontos British Airways, voo direto iria pagar 12.500 pontos- se você tiver cartão santander pode mandar Ibéria e depois British; se tiver Amex “raiz” gold card ou platinum card pode mandar direto British, ou via Livelo, porém perdendo 50% dos pontos. Tem ainda opção de comprar pontos Iberia via Grupon espanhol que vive fazendo promoção). Outra opção, é você emitir Miami ou Fort-Laudardale -Las vegas com a United (utilizando 12.500 pontos avianca brasil ou 15.000 pontos azul). Tem opção de ver preços Smiles Miami-Las vegas; as vezes aparece alguma promoção ou ainda comprar em dinheiro mesmo Miami ou Fort Laudardale-Las vegas (pesquisar para ter noção da média dos preços programando). Essas opções são caso aceite bilhetes separados, com uma janela de 4-5 horas para imprevistos. Caso queira no mesmo bilhete Recife-Las Vegas, lembre que Avianca tem tabela fixa por 35.000 pontos trecho voando com United (mas teria que descer ate GRU) e a LATAM também emite 35.000 pontos voando American Airlines. Eu iria preferir investir clube livelo 20.000 a pagar 10.000 multiplus, pois com os pontos Livelo, você pode verificar antes de transferir, aonde teria disponibilidade que atende melhor as suas disponibilidades (poderia mandar LATAM, SMILES, AZUL, AVIANCA e BRITISH).

    • Sensacional jose carlos! Neste caso seria interessante ter pontos Livelo para transferir para avianca ou tudo azul, e dai emitir pela United? Se for isso, é o mais interessante mesmo!

      • Sim, exatamente! Esqueci de comentar, sei que vc acumula muitos pontos Multiplus, mas saindo de Recife vc pode ir direto à Vegas, com conexão na cidade do Panamá, também com 35.000 pontos, voando COPA, usando pontos Avianca. É uma boa opção, tem boa disponibilidade, não tem que ir até GRU, e a viagem fica mais rápida. Aí os pontos Multiplus vc deixa usar Brasil ou quando não conseguir ir com a Copa

  2. Ficaria na múltiplos, já que você compra constantemente, na promoção 10×1.

    Outra opção bem econômica é Tap via Star Alliance, que sai a 55k qualquer destino da América do norte, ruim é porque você tem que emitir via call center, tem a questão da disponibilidade, do atendente, aí já sabe né?

    Dos programas que você falou, o menos pior é o múltiplos, tanto pela sua capacidade de acúmulo, quanto pela faculdade em pesquisar datas, e disponibilidade, tudo azul não conheço e smiles é muito pontual bons resgates.

    O porém, se vai existir constância, eu levaria em conta a possibilidade de estar sempre voando pagando, e acumulando, é aí o jogo muda, você pode tentar se fidelizar a alguma companhia para lá, acumular pontos. E sempre leve em consideração, se sai melhor pontos ou dinheiro.

  3. Bom Felipe, eu analisei algumas alternativas e como o foco seria emitir em classe econômica, quanto mais curto o trajeto melhor, então cheguei a seguinte sugestão:

    De Recife você pode optar por Latam REC-MIA ou agora temos a Azul com REC-FLL, pois são voos diretos pra o destino florida, nesse caso temos múltiplos e Victoria, pelo Victoria teríamos outras possibilidades como REC-BOG-MIA com as aviancas e REC-PTY-MIA com a Copa, por 55k ida e volta, além do voo direto com a Azul REC-FLL, você pode aderir ao Victoria+ que concede alguns benefícios, com destaque para cancelamento de bilhete com milhas sem custo. Já com relação a Las Vegas, novamente teríamos a opção da Copa REC-PTY-LAS ou REC-BOG-LAX-LAS com aviancas e United, a depender da flexibilidade de tempo de trajeto, o trecho REC-BOG esta disponível por 8k na Avianca BR e dura 5 horas, de Bogotá tem muita opção pagante de 200 dólares para a Flórida e pra Vegas por um pouco mais (só o trecho REC-GRU leva 3 horas, por 2 a mais você já estar na metade do caminho), aí temos uma dificuldade em definir qual programa fazer alta e baixa concentração, uma coisa é certa, invista no livelo clube 7k (eu faço isso) e caso você possa combinar REC-BOG por 8k e comprar o complemento seja interessante, você pode concentrar um pouco no Avianca Amigo e sempre atento a bonificação de pelo menos 100%, e aguardar o bônus Victoria em Junho (o Victoria é europeu e global, toda semana eles fazem uma ação de bônus em algum país, eu já vi o banner de 100% para bancos alemães, e na semana a ação pode ser no mercado holandês e assim vai, aqui o calendário aponta pra Junho) e assim ter mais opções pelo Victoria, quanto a concentrar na múltiplos, só usaria até o limite de REC-MIA ou REC-FOR-MIA, temos 50K e nada mais, a estratégia seria acumular livelo e comprar pontos com 50% por 35 reais o milheiro combinando com bônus de transferência de 50% da múltiplos, custaria pra você algo como 23,33 por k na múltiplos, a passagem ficaria na casa do 1100 mais taxas, o por você usar REC como ponto de partida, uma opção seios a Azul que tem bônus (100%) muito melhor que múltiplos e que de REC você ainda teria as opções REC-JDD a partir de 5k~6k o trecho REC-FEN a partir de 8k (bem raro) e 12k.

    espero ter ajudado e não confundido….rsrs

    No meu caso específico, eu cogito emitir executiva REC-GRU-BOG-CTG ida e volta pelo Victoria por 50k e comprar CTG-FLL (2:50 de duração) com a jet Blue por 200USD e combinar os dois destinos, fazendo GRU-BOG no A330 que dura umas 6 horas, e conseguiria economizar 40k pagando 200USD.

  4. Clube Multiplus 10.000 só vale a pena se voce for transferir muitas milhas para a LATAM. Como o preço entre Miami e Las Vegas saindo de Recife é muito discrepante, sugiro você, emitir Recife-Miami com a LATAM, e Miami-Las Vegas com a American Airlines (usando pontos British Airways, voo direto iria pagar 12.500 pontos- se você tiver cartão santander pode mandar Ibéria e depois British; se tiver Amex “raiz” gold card ou platinum card pode mandar direto British, ou via Livelo, porém perdendo 50% dos pontos. Tem ainda opção de comprar pontos Iberia via Grupon espanhol que vive fazendo promoção). Outra opção, é você emitir Miami ou Fort-Laudardale -Las vegas com a United (utilizando 12.500 pontos avianca brasil ou 15.000 pontos azul). Tem opção de ver preços Smiles Miami-Las vegas; as vezes aparece alguma promoção ou ainda comprar em dinheiro mesmo Miami ou Fort Laudardale-Las vegas (pesquisar para ter noção da média dos preços programando). Essas opções são caso aceite bilhetes separados, com uma janela de 4-5 horas para imprevistos. Caso queira no mesmo bilhete Recife-Las Vegas, lembre que Avianca tem tabela fixa por 35.000 pontos trecho voando com United (mas teria que descer ate GRU) e a LATAM também emite 35.000 pontos voando American Airlines. Eu iria preferir investir clube livelo 20.000 a pagar 10.000 multiplus, pois com os pontos Livelo, você pode verificar antes de transferir, aonde teria disponibilidade que atende melhor as suas disponibilidades (poderia mandar LATAM, SMILES, AZUL, AVIANCA e BRITISH).

    • Sensacional jose carlos! Neste caso seria interessante ter pontos Livelo para transferir para avianca ou tudo azul, e dai emitir pela United? Se for isso, é o mais interessante mesmo!

      • Sim, exatamente! Esqueci de comentar, sei que vc acumula muitos pontos Multiplus, mas saindo de Recife vc pode ir direto à Vegas, com conexão na cidade do Panamá, também com 35.000 pontos, voando COPA, usando pontos Avianca. É uma boa opção, tem boa disponibilidade, não tem que ir até GRU, e a viagem fica mais rápida. Aí os pontos Multiplus vc deixa usar Brasil ou quando não conseguir ir com a Copa

    • tem como emitir Miami ou orlando para Ny ou boston pela United com a Avianca? essa emoção é por telefone ou pelo site? sabes quantas milhas seriam?

  5. Ficaria na múltiplos, já que você compra constantemente, na promoção 10×1.

    Outra opção bem econômica é Tap via Star Alliance, que sai a 55k qualquer destino da América do norte, ruim é porque você tem que emitir via call center, tem a questão da disponibilidade, do atendente, aí já sabe né?

    Dos programas que você falou, o menos pior é o múltiplos, tanto pela sua capacidade de acúmulo, quanto pela faculdade em pesquisar datas, e disponibilidade, tudo azul não conheço e smiles é muito pontual bons resgates.

    O porém, se vai existir constância, eu levaria em conta a possibilidade de estar sempre voando pagando, e acumulando, é aí o jogo muda, você pode tentar se fidelizar a alguma companhia para lá, acumular pontos. E sempre leve em consideração, se sai melhor pontos ou dinheiro.

  6. Bom Felipe, eu analisei algumas alternativas e como o foco seria emitir em classe econômica, quanto mais curto o trajeto melhor, então cheguei a seguinte sugestão:

    De Recife você pode optar por Latam REC-MIA ou agora temos a Azul com REC-FLL, pois são voos diretos pra o destino florida, nesse caso temos múltiplos e Victoria, pelo Victoria teríamos outras possibilidades como REC-BOG-MIA com as aviancas e REC-PTY-MIA com a Copa, por 55k ida e volta, além do voo direto com a Azul REC-FLL, você pode aderir ao Victoria+ que concede alguns benefícios, com destaque para cancelamento de bilhete com milhas sem custo. Já com relação a Las Vegas, novamente teríamos a opção da Copa REC-PTY-LAS ou REC-BOG-LAX-LAS com aviancas e United, a depender da flexibilidade de tempo de trajeto, o trecho REC-BOG esta disponível por 8k na Avianca BR e dura 5 horas, de Bogotá tem muita opção pagante de 200 dólares para a Flórida e pra Vegas por um pouco mais (só o trecho REC-GRU leva 3 horas, por 2 a mais você já estar na metade do caminho), aí temos uma dificuldade em definir qual programa fazer alta e baixa concentração, uma coisa é certa, invista no livelo clube 7k (eu faço isso) e caso você possa combinar REC-BOG por 8k e comprar o complemento seja interessante, você pode concentrar um pouco no Avianca Amigo e sempre atento a bonificação de pelo menos 100%, e aguardar o bônus Victoria em Junho (o Victoria é europeu e global, toda semana eles fazem uma ação de bônus em algum país, eu já vi o banner de 100% para bancos alemães, e na semana a ação pode ser no mercado holandês e assim vai, aqui o calendário aponta pra Junho) e assim ter mais opções pelo Victoria, quanto a concentrar na múltiplos, só usaria até o limite de REC-MIA ou REC-FOR-MIA, temos 50K e nada mais, a estratégia seria acumular livelo e comprar pontos com 50% por 35 reais o milheiro combinando com bônus de transferência de 50% da múltiplos, custaria pra você algo como 23,33 por k na múltiplos, a passagem ficaria na casa do 1100 mais taxas, o por você usar REC como ponto de partida, uma opção seios a Azul que tem bônus (100%) muito melhor que múltiplos e que de REC você ainda teria as opções REC-JDD a partir de 5k~6k o trecho REC-FEN a partir de 8k (bem raro) e 12k.

    espero ter ajudado e não confundido….rsrs

    No meu caso específico, eu cogito emitir executiva REC-GRU-BOG-CTG ida e volta pelo Victoria por 50k e comprar CTG-FLL (2:50 de duração) com a jet Blue por 200USD e combinar os dois destinos, fazendo GRU-BOG no A330 que dura umas 6 horas, e conseguiria economizar 40k pagando 200USD.

  7. Bruno esse cancelamento sem custo de bilhetes emitidos com milhas tap ao aderir ao tap+ vc ja utilizou pois vi que é só alteracao no texto , pois preciso cancelar bilhete

    • Esse é o pacote referente ao Victoria+ prime, noite também que pela adesão ao clube anual, você ganha bônus de 50% em voos TAP equivalente ao status máximo Gold, o ruim é pagar 480EUR de uma vez, segue abaixo o descritivo:

      € 480
      Pagamento único anual
      MILHAS ATRIBUÍDAS MENSALMENTE
      3.000
      MILHAS ATRIBUÍDAS NA ADESÃO
      14.000
      CRÉDITO DE MILHAS BÔNUS COM CARTÕES DE CRÉDITO APÓS A TRANSFERÊNCIA DE NO MÍNIMO 100.000 MILHAS
      15.000
      CRÉDITO ADICIONAL DE MILHAS BÔNUS EM VOOS TAP
      50%
      DESCONTO EM ALTERAÇÃO DE RESERVAS EM BILHETES-PRÊMIO
      100%
      PERMISSÃO DE LISTA DE ESPERA EM BILHETES-PRÊMIO COM A TAP AIR PORTUGAL
      Sim
      TOTAL DE MILHAS GANHAS/ANO
      65.000
      Equivale a um voo ida e volta no Brasil — Saving Season

  8. Sendo bem sucinto na resposta, de inicio falo fuja do tudo azul, ontem cotei um vôo com a parceira united executiva pra NYC final de maio e o valor (1 milhão de pontos) isso mesmo é um programa que infelizmente aparenta ser uma bagunça. Então já cravo que nessa situação Latam/multiplus é disparado a melhor opção
    Simulei algumas datas rapidas aqui e vi que REC-MIA por 24 k no multiplus quando achei eram com conexão em GRU, fazendo a viagem durar cerca de 17 horas, pra uma viagem que direto dura 8 horas.
    Pra se obter 24 k você precisa gastar em clube cerca de R$ 768,00 e pra emitir as passagens tem-se as taxas dando um total de quando simulei de 48 k (1.536,00) + 240,71 = R$ 1.776,71.
    Aí vem algumas questões pagando em cash nas mesmas datas que pesquisei, vôo direto fica em R$ 2.550,35 cerca de R$ 773,64 mais caro, em resumo quase o valor de um trecho.
    Porém a de se considerar que o mais caro tem significativas vantagens:
    _Os vôos são diretos o cansaço é infinitamente menor ainda mais se tratando de econômica e de um senhor back track.
    _Se começar a pagar no cash agora e se pretende manter um número razoável de viagens por ano vai acumular bastante milhas pra usar ano que vem, e principalmente vai em breve conseguir status no programa dá pra vislumbrar num futuro próximo você emitindo passagem com milhas na econômica e conseguindo upgrade pelo status.
    _ No dinheiro você compra a passagem hoje e vai pagando, nos pontos você primeiro tem que juntar os mesmos pra comprar as passagens.
    Em resumo eu na sua situação, de inicio partiria para o cash. Mas baseio minha opinião imaginando que você está numa situação semelhante a minha com poucos pontos multiplus na carteira e sem status fidelidade.

      • Pois é, o que faz a emissão é a oportunidade, recentemente a múltiplus fez promoção points back limitado a retorno de até 20K pra trecho Internacional, note que dos 48K ida e volta e pra quem não era do clube múltiplus, o retorno seria de até 40% limitado a 20K, temos 40% de 48K= 19,2K, custo final de 28,8K, e pra quem ainda fosse do clube múltiplos teria retorno de 50%, que nesse caso seria insignificante (0,8K), conclusão: não vale a pena clube múltiplus, que não demora muito, pude virar um espelho do smiles

  9. Bruno esse cancelamento sem custo de bilhetes emitidos com milhas tap ao aderir ao tap+ vc ja utilizou pois vi que é só alteracao no texto , pois preciso cancelar bilhete

    • Esse é o pacote referente ao Victoria+ prime, noite também que pela adesão ao clube anual, você ganha bônus de 50% em voos TAP equivalente ao status máximo Gold, o ruim é pagar 480EUR de uma vez, segue abaixo o descritivo:

      € 480
      Pagamento único anual
      MILHAS ATRIBUÍDAS MENSALMENTE
      3.000
      MILHAS ATRIBUÍDAS NA ADESÃO
      14.000
      CRÉDITO DE MILHAS BÔNUS COM CARTÕES DE CRÉDITO APÓS A TRANSFERÊNCIA DE NO MÍNIMO 100.000 MILHAS
      15.000
      CRÉDITO ADICIONAL DE MILHAS BÔNUS EM VOOS TAP
      50%
      DESCONTO EM ALTERAÇÃO DE RESERVAS EM BILHETES-PRÊMIO
      100%
      PERMISSÃO DE LISTA DE ESPERA EM BILHETES-PRÊMIO COM A TAP AIR PORTUGAL
      Sim
      TOTAL DE MILHAS GANHAS/ANO
      65.000
      Equivale a um voo ida e volta no Brasil — Saving Season

  10. Sendo bem sucinto na resposta, de inicio falo fuja do tudo azul, ontem cotei um vôo com a parceira united executiva pra NYC final de maio e o valor (1 milhão de pontos) isso mesmo é um programa que infelizmente aparenta ser uma bagunça. Então já cravo que nessa situação Latam/multiplus é disparado a melhor opção
    Simulei algumas datas rapidas aqui e vi que REC-MIA por 24 k no multiplus quando achei eram com conexão em GRU, fazendo a viagem durar cerca de 17 horas, pra uma viagem que direto dura 8 horas.
    Pra se obter 24 k você precisa gastar em clube cerca de R$ 768,00 e pra emitir as passagens tem-se as taxas dando um total de quando simulei de 48 k (1.536,00) + 240,71 = R$ 1.776,71.
    Aí vem algumas questões pagando em cash nas mesmas datas que pesquisei, vôo direto fica em R$ 2.550,35 cerca de R$ 773,64 mais caro, em resumo quase o valor de um trecho.
    Porém a de se considerar que o mais caro tem significativas vantagens:
    _Os vôos são diretos o cansaço é infinitamente menor ainda mais se tratando de econômica e de um senhor back track.
    _Se começar a pagar no cash agora e se pretende manter um número razoável de viagens por ano vai acumular bastante milhas pra usar ano que vem, e principalmente vai em breve conseguir status no programa dá pra vislumbrar num futuro próximo você emitindo passagem com milhas na econômica e conseguindo upgrade pelo status.
    _ No dinheiro você compra a passagem hoje e vai pagando, nos pontos você primeiro tem que juntar os mesmos pra comprar as passagens.
    Em resumo eu na sua situação, de inicio partiria para o cash. Mas baseio minha opinião imaginando que você está numa situação semelhante a minha com poucos pontos multiplus na carteira e sem status fidelidade.

      • Pois é, o que faz a emissão é a oportunidade, recentemente a múltiplus fez promoção points back limitado a retorno de até 20K pra trecho Internacional, note que dos 48K ida e volta e pra quem não era do clube múltiplus, o retorno seria de até 40% limitado a 20K, temos 40% de 48K= 19,2K, custo final de 28,8K, e pra quem ainda fosse do clube múltiplos teria retorno de 50%, que nesse caso seria insignificante (0,8K), conclusão: não vale a pena clube múltiplus, que não demora muito, pude virar um espelho do smiles

  11. Gostaria de aproveitar o Post e tirar uma dúvida. De Miami ou Orlando para NY e Boston. Qual seria a melhor parceira para emitir com milhas? E saberiam o valor. Os pontos United emitindo com pontos avianca são feitos por telefone ou da para fazer pelo site? Obrigado.

  12. Gostaria de aproveitar o Post e tirar uma dúvida. De Miami ou Orlando para NY e Boston. Qual seria a melhor parceira para emitir com milhas? E saberiam o valor. Os pontos United emitindo com pontos avianca são feitos por telefone ou da para fazer pelo site? Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo