q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioAvaliaçõesLATAM classe executiva São Paulo - Frankfurt no B773

LATAM classe executiva São Paulo – Frankfurt no B773

No início de março fui à Alemanha voando na classe executiva da LATAM no B773 de São Paulo para Frankfurt. Como já tinha feito um trip report completíssimo do mesmo voo há cerca de um ano atrás (clique aqui para ler), vou fazer esse post bem condensado, mostrando o hard product, mas focando no soft product.

O VOO

De São Paulo para Frankfurt são cerca de 11:00 hrs de voo e 6.000 milhas de distância.

A CABINE E O ASSENTO

Apesar da sua frota de B773 não ser antiga – as aeronaves têm cerca de 10-12 anos, a LATAM escolheu um produto para a executiva muito desatualizado. Além da configuração 2-3-2, o assento em si deixa muito a desejar. Além de não ser lie-flat – ele tem uma leve angulação – a tela de entretenimento é pequena.

Para mim, a única vantagem aqui é o descanso para os pés, que não sofrem constrição durante o voo.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

As luzes individuais estavam imundas …

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

O AMENITY KIT E OUTROS PRODUTOS SERVIDOS A BORDO

A LATAM recentemente trocou seus amenity kits. Agora, é oferecida uma bolsinha listrada com produtos L’Occitane.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Eu gosto muito da L’Occitane, mas Salvatore Ferragamo é um degrau acima …

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Os fones são genéricos, mas dão conta do serviço.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

O SERVIÇO DE BORDO

Logo que chegamos a bordo, foram oferecidos água, suco e espumante com nuts.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Eu já estava toda contente com o bacalhau confit com cogumelos ostra grelhados quando a comissária informou que esse menu estava errado – era o da volta! Foram todos recolhidos e substituídos.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

A carta de vinhos era a mesma.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Ainda em terra, foram oferecidos jornais e revistas.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Pouco tempo depois da decolagem, começou o serviço de bordo. Inicialmente, deram uma toalhinha quente.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Na LATAM, o serviço é feito em uma só vez: os comissários já oferecem a bebida junto com a comida. Não há drinks antes das refeições.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Eu escolhi o filet mignon com pimenta, que foi acompanhado de um tinto chileno. Um problema seríssimo do jantar da LATAM – que é política da empresa e não é culpa do comissariado – é que o pão é servido frio.  Me escapa a compreensão dessa lógica: não vamos esquentar o pão para o jantar, só para o café da manhã. Alguém me explica, por favor?

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

A salada era bem simples, e foi servida com o tradicional azeite com balsâmico.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

O filet mignon não tinha a melhor apresentação do mundo estaca mais para passado – que não é minha preferência pessoal, mas estava “comível”.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

A comissária me ofereceu sorvete Haagen Das, mas eu declinei. Logo depois do jantar, foi passado o menu do café da manhã para escolha prévia:

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

Eu gosto desse sistema, pois dá liberdade ao passageiro de escolher exatamente o que quer comer.

Após uma longa noite de sono, acordei para o meu café da manhã, que consistiu de frutas, cereais e café preto.

JJ business class GRU – FRA B773 mar 2018

CONCLUSÃO

A LATAM não oferece um produto competitivo com as demais empresas que fazem a rota entre Brasil e Europa.  Talvez a business da British também possa estar nesse mesmo nível, apesar de oferecer assentos cama.

Os comissários são bem intencionados e muito simpáticos, mas falta aquela proatividade básica que a gente sempre comenta.

O catering foi suficiente, mas o pão frio é inadmissível.

Valeu pelos EQDs creditados na minha conta AAdvantage …

 

RELATED ARTICLES

22 COMENTÁRIOS

  1. Prezada Beatriz,

    Considero que ainda há vários passageiros que ousam comprar em tal cia pois testemunho, em blog e conversas com conhecidos, a “preferência” de alguns por voarem em uma companhia que “falam português”…

    De minha parte, nunca mais! Há vários anos que, ainda que haja a melhor das promoções, não voo Business LATAM. Catering sempre fraco, frequência de falhas em comidas (tal como o que houve com você, de errarem o cardápio, ou, comigo, em dois voos não ter o prato que solicitei), carta de bebidas ridícula frente a de outras companhias e aeronaves nada confortáveis (em regra, 777 que apenas reclina ou os pequenos 767; agora que, aos poucos, introduzem 787 – maioria fica no Chile – e, quiçá, promessas de A350 cujas rotas nunca se firmam, a todo momento alterando qual rota há aeronaves novas).

    O mais incrível é terem a ousadia de denominar a executiva como “PREMIUM”, ou seja, como se fosse algo melhor do que uma executiva das demos companhias, pois seria uma executiva “premium”… é muita cara de pau ou falta de vergonha mesmo… “premium” executiva para cadeiras que não deitam 180º? executiva premium para carta de vinhos regional? Premium executiva para uma companhia não reconhecida por sua qualidade na executiva?

    Por mim, deveria se chamar é “basic business”…

  2. Prezada Beatriz,

    Considero que ainda há vários passageiros que ousam comprar em tal cia pois testemunho, em blog e conversas com conhecidos, a “preferência” de alguns por voarem em uma companhia que “falam português”…

    De minha parte, nunca mais! Há vários anos que, ainda que haja a melhor das promoções, não voo Business LATAM. Catering sempre fraco, frequência de falhas em comidas (tal como o que houve com você, de errarem o cardápio, ou, comigo, em dois voos não ter o prato que solicitei), carta de bebidas ridícula frente a de outras companhias e aeronaves nada confortáveis (em regra, 777 que apenas reclina ou os pequenos 767; agora que, aos poucos, introduzem 787 – maioria fica no Chile – e, quiçá, promessas de A350 cujas rotas nunca se firmam, a todo momento alterando qual rota há aeronaves novas).

    O mais incrível é terem a ousadia de denominar a executiva como “PREMIUM”, ou seja, como se fosse algo melhor do que uma executiva das demos companhias, pois seria uma executiva “premium”… é muita cara de pau ou falta de vergonha mesmo… “premium” executiva para cadeiras que não deitam 180º? executiva premium para carta de vinhos regional? Premium executiva para uma companhia não reconhecida por sua qualidade na executiva?

    Por mim, deveria se chamar é “basic business”…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar