q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioAvaliaçõesLATAM Classe Executiva São Paulo - Frankurt B773

LATAM Classe Executiva São Paulo – Frankurt B773

Quando a LATAM fez aquela ótima promoção de classe executiva para a Europa, não resisti e comprei uma passagem para Frankfurt. Como eu saio do Rio de Janeiro,  fui do Galeão a Guarulhos em econômica. Aliás, não sei bem o porquê disso, já que meu voo foi no B767 – que tem classe executiva. Mas como era ponte aérea, não esquentei com esse “downgrade”.

Antes de proceder ao voo, esclareço que não vou fazer post do lounge da LATAM em Guarulhos devido à quantidade de pessoas que estavam na sala. Para vocês terem uma ideia, na hora que eu saí para o portão de embarque, eu contei 20 pessoas na fila para entrar na sala. Nunca vi isso em lugar nenhum do mundo.

Informações Gerais

Hora da partida: 22:10 hrs

Número do voo: JJ8070

Duração do voo: 11 horas
Hard Product

Aeronave: B777-300 (B773)

Prefixo: PTMUF

Entrada em uso: 21.08.2012

Classes de serviço: executiva e econômica

A LATAM utiliza o B773 na configuração 2-3-2 na rota São Paulo – Frankfurt. Eu realmente não entendo como uma empresa escolhe colocar no mercado um produto que já nasce desatualizado. Além disso, fiquei muito surpresa ao descobrir que esse avião entrou em operação em 2012, pois ele parece saído dos anos 90 em todos os sentidos. Não somente a configuração, como o estado geral da cabine.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Eu tive a impressão que a tela de entretenimento individual da fileira 1 é um pouco maior do que a tela embutida nos assentos.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Um dos muitos problemas dessa configuração é que não há espaço a mão para o passageiro guardar pertences que deseja utilizar durante o voo.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Essa questão se torna ainda mais sensível nos assentos centrais. Se o passageiro do meio precisar de qualquer coisa durante o voo, ele provavelmente terá que se levantar do seu assento e incomodar um dos passageiros ao seu lado.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

A tela de entretenimento individual é bem pequena para os padrões atuais da indústria. E não há wi-fi disponível a  bordo. O único lugar para guardar alguma coisa fica embaixo do descanso dos pés. E, só dá para colocar os sapatos ali …

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

O assento possui uma tomada na parte inferior da coluna de descanso dos braços.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

O assento dispõe de uma porta USB e outro tipo de tomada que não consegui identificar. Ambas são de difícil acesso, pois ficam embutidas no assento ao lado da coxa. A porta USB do meu assento estava quebrada.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

O controle remoto é bem básico e sua localização no assento é péssima. É muito difícil removê-lo para manuseio. Ao lado dele, colocaram o fone de ouvido entre o assento e a coluna divisória. Na esquerda, abaixo, a tomada para os fones de ouvido.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Os comandos do assento são de fácil acesso e manuseio, apesar do equipamento antiquado. O assento não reclina totalmente em 180o graus. Ele fica levemente levantado na parte superior como está no desenho à direita.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

A mesa fica embutida no braço do assento.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Para montar a mesa, que fica um pouco acima do colo do passageiro, o passageiro deve puxar – com força, é verdade – a alça que está no canto inferior esquerdo da foto. Como eu disse, é uma cabine bem antiquada.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Soft Product

Refeições: jantar e café da manhã

Champagne: Louis Roderer

Qualidade da comida: ruim

Qualidade das bebidas: média

Cortesia dos comissários: média

Assim que os primeiros passageiros começaram a se acomodar, os comissários passaram com uma bandeja oferecendo água ou champagne, mas não houve refill.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

O voo saiu na hora marcada e cerca de 30 mins após a decolagem, a comissária distribuiu os amenity kits. A LATAM tem ótimos amenity kits da marca italiana Salvatore Ferragamo. Os kits vem na cor bordeaux ou azul marinho.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

O amenity kit da LATAM é bem completo. Além das tradicionais meias, máscara para dormir, protetores auriculares, escova e pasta de dente e lenços de papel, ele ainda oferece pente, caneta, espelho, hidratante para as mãos e lábios, creme para a face, calçadeira e um saco que eu uso para organizar as roupas na mala. Ponto para a LATAM!

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Juntamente com a distribuição dos kits, a comissária me perguntou o que eu iria comer no jantar. O menu era o seguinte:

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Escolhi o cupim, que é uma carne que vem muito macia.  Cerca de meia hora depois, a comissária apareceu de novo, agora com o carrinho, para botar a mesa e servir a refeição. Não foi oferecido nenhum drink antes do jantar.

Foi tudo feito ao mesmo tempo. À medida que ela ia passando, preparava a mesa e, em seguida, colocava a bandeja na mesinha. Assim que fui servida, ela me perguntou o que eu iria beber. Escolhi um vinho tinto argentino que gosto bastante, o Norton.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

A salada era de uma simplicidade espartana: folhas com dois tomates cereja partidos ao meio, duas azeitonas e duas rodelas de palmito. O pão estava frio – gente, o que é que custa aquecer o pão direitinho?A sopa de milho estava quente, porém rala. E o cupim … bem, o cupim.

O cupim estava uma pedra. Duro e seco como eu jamais tinha comido. Eu só comi porque não tinha jeito. Eu não tinha comido nada no lounge e sabia que só iria comer de novo umas 8 horas depois. Eu não jantei: eu travei uma batalha.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Logo depois, foi servida a sobremesa – essa não tinha como errar: sorvete de chocolate Häagen-Dazs.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Encerrada a parte da alimentação, decidi ver um filme. Tentei usar os fones de ouvido genéricos da LATAM, mas eles estavam com problema de contato na tomada. Eu pedi outro para a comissária, mas não havia mais nenhum disponível por que a classe executiva estava lotada. Ainda bem que eu tinha levado meus fones do iPhone e me resolvi com eles.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Eu vi um pouco de filme, mas já estava com bastante sono e decidi dormir. A noite foi bem complicada, pois cabine estava quentíssima. Dormi e acordei diversas vezes. Era impossível colocar o edredon em cima do corpo. Eu fiquei pensando como os comissários não notam isso, né? Grande parte dos passageiros sem usar o edredon e ninguém se dá conta que está calor.

Cerca de 1h30 mins antes da chegada, o café da manhã foi servido. A LATAM tem o sistema de escolha para o café da manhã. A comissária passou o papel para que eu escolhesse os ingredientes durante o jantar, mas ficou difícil de fotografar porque a bandeja ainda estava na mesa.

O café me surpreendeu positivamente. As frutas estavam doces e os ovos mexidos estavam bem feitos, O pão, para variar, estava frio. Já o bolo estava fresco e macio.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

É uma pena a LATAM ter escolhido uma configuração tão ultrapassada para os seus aviões. O assento não é dos mais confortáveis além de não ter espaço adequado para o passageiro guardar seus pertences. Isso é especialmente problemático quando o voo está lotado, como era o caso. Em relação ao soft product, o jantar estava no limite do comestível. O café da manhã, contudo, se mostrou satisfatório. O serviço de bordo foi cordial e nada mais. Só vale a pena pagar por essa experiência se a empresa oferecer uma ótima promoção, como foi o meu caso.

E vocês? O que podem compartilhar sobre a executiva da LATAM?

RELATED ARTICLES

10 COMENTÁRIOS

  1. Há anos, graças à leitura de sites especializados, aprendi a viajar bem e de executiva, mesmo não sendo nenhum milionário…

    Graças a sites como este, aprendemos a como economizar e aproveitar promoções…

    Nestas experiências, e na leitura de posts sobre a executiva da LATAM, igualmente aprendi outra coisa: não voo, nem com a melhor promoção possível, de business LATAM!

    Tive péssimas experiências na executiva, igualmente quanto à alimentação e funcionamento do sistema de entreterimento. Falta de comida e controle sem funcionar. E o pior: descaso dos representantes da empresa.

    Assim, há mais de 04 anos que não tenho a ousadia de comprar executiva LATAM (ainda que esteja mais barato, o que é raríssimo). Não há arrependimento: voo bem melhor e conhecendo diversas outras cias estrangeiras, o que só reforça o acerto de minha decisão.

    Por fim, sobre o 777, não há nem o que comentar… talvez uma palavra: péssimo.

    • Só vale na promoção, mesmo. Como estou saindo da AA e quero continuar a ser Emerald com a OW, aproveitei pra computar 2 trechos em executiva dos 6 que preciso para ser Black na LATAM.

  2. ja vi diversos comentários negativos falando sobre o cupim. Absurdo trocarem um file por uma carne tão difícil de ser prepara e, após isso, requentada em avião.

  3. Bela reportagem.
    Já viajei na classe executiva dessa aeronave (PT-MUF) no trecho MIA-GRU e realmente o estado dessa avião é bem ruim. A classe executiva da Latam está bem abaixo de outras cias aereas a começar pela configuração 2-3-2.
    As vantagens ficam por conta do programa de milhagem e simpatia dos comissários(as).

  4. Bela reportagem.
    Já viajei na classe executiva dessa aeronave (PT-MUF) no trecho MIA-GRU e realmente o estado dessa avião é bem ruim. A classe executiva da Latam está bem abaixo de outras cias aereas a começar pela configuração 2-3-2.
    As vantagens ficam por conta do programa de milhagem e simpatia dos comissários(as).

  5. ja vi diversos comentários negativos falando sobre o cupim. Absurdo trocarem um file por uma carne tão difícil de ser prepara e, após isso, requentada em avião.

  6. Há anos, graças à leitura de sites especializados, aprendi a viajar bem e de executiva, mesmo não sendo nenhum milionário…

    Graças a sites como este, aprendemos a como economizar e aproveitar promoções…

    Nestas experiências, e na leitura de posts sobre a executiva da LATAM, igualmente aprendi outra coisa: não voo, nem com a melhor promoção possível, de business LATAM!

    Tive péssimas experiências na executiva, igualmente quanto à alimentação e funcionamento do sistema de entreterimento. Falta de comida e controle sem funcionar. E o pior: descaso dos representantes da empresa.

    Assim, há mais de 04 anos que não tenho a ousadia de comprar executiva LATAM (ainda que esteja mais barato, o que é raríssimo). Não há arrependimento: voo bem melhor e conhecendo diversas outras cias estrangeiras, o que só reforça o acerto de minha decisão.

    Por fim, sobre o 777, não há nem o que comentar… talvez uma palavra: péssimo.

    • Só vale na promoção, mesmo. Como estou saindo da AA e quero continuar a ser Emerald com a OW, aproveitei pra computar 2 trechos em executiva dos 6 que preciso para ser Black na LATAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Dias Ferreira