q6prmv.md.png
sábado, junho 19, 2021
q6prmv.md.png
InícioAssuntos VariadosO que são e quais são os voos de 5a liberdade (5th...

O que são e quais são os voos de 5a liberdade (5th Freedom Flights)?

Amigos, esse post é pro pessoal que gosta do tema de aviação em geral e fala um pouco sobre um tema que poucos conhecem: as liberdades do ar.

As liberdades do ar são um conjunto padronizado de direitos da aviação comercial sobre sobrevoo no espaço aéreo e pouso no território de outros países. Temos um total de nove liberdades, sendo que a que nos interessa é a 5a liberdade.

Nas imagens explicativas abaixo, o país em verde é aquele da bandeira da companhia aérea. E a seta marrom indica a rota e  os bullets redondos indicam o ponto de partida e chegada do voo. Resumidamente, a 5a liberdade é o direito de uma cia aérea de um país operar voos entre dois países diferentes daquele da sua bandeira.

Se você quer saber sobre as nove liberdades, clique aqui.

Vou dar um exemplo que todo mundo vai entender: a Qatar Airways (do Qatar) e a Turkish Airways (da Turquia) comercializam voos  entre São Paulo (Brasil) e Buenos Aires (Argentina).

Geralmente, os 5th freedom flights têm preços bem atrativos. O Madri – Frankfurt da LATAM (LAN), que opera a rota com um B787, custa cerca de USD 90 na executiva. O NY – Vancouver da Philippines Airlines custa cerca de USD 500 para uma viagem de cerca de 6 horas de duração. Outro exemplo é o Singapura – Bali da KLM, que vende a excutiva por cerca de USD 300.

Então, os 5th freedom flights são ótimos para a gente experimentar uma cia aérea diferente daquelas que estamos acostumados ou uma classe de voo diferente.

Por exemplo, a Emirates tem um 5th freedom entre Bangkok e Hong Kong (a Royal Jordanian, a Kenya Airways e a Sri Lankan também têm). Eu já até pensei em comprar uma ida em 1a classe só pra tomar banho no ar! Como é um voo mais curto, eu não precisaria vender parte do meu fígado pra pagar a passagem. As rotas em vermelho são os voos de 5a liberdade da Emirates:

Então, eu vou listar aqui uns 5th freedom flights que eu acho que valem a pena o resgate de milhas.

New York – Vancouver pela Cathay Pacific: a Cathay é uma das melhores cias aéreas do mundo e tem Hong Kong como sua base. Esse voo entre os EUA e o Canadá (e vice-versa) pode ser uma ótima oportunidade de experimentar uma das melhores primeiras-classes do mundo resgatando milhas do LATAM Fidelidade ou do AAdvantage. Quem tem Avios da British Airways e da Iberia também tá valendo.

Manchester – Houston e New York – Frankfurt pela Singapore Airlines: também reconhecidamente uma das melhores cias aéreas do mundo, quem tem AMEX pode transferir pontos para o Krysflier, programa da Singapore Airlines, e voar de 1a classe entre a América do Norte e Europa, que requer 67.500 milhas por trecho (bem menos que as 107.500 milhas necessárias para um trecho entre a Europa e Singapura). A Singapore só permite o resgate em 1a classe dos membros Krysflier e, no Brasil, só quem transfere para lá é o AMEX. Mas mesmo não tendo AMEX, você pode resgatar em classe executiva por qualquer parceiro da Star Alliance (Avianca Lifemiles, TAP, Copa etc). A disponibilidade é muito escassa, mas a classe executiva da Singapore é considerada a melhor do mundo. Vale, né?

Sydney – Auckland pela LATAM ou pela EMIRATES: A LATAM opera essa rota com os novíssimos Boeing 787. Pelo AAdvantage você precisa de 30.000 milhas para o resgate em executiva e há muita disponibilidade nessa rota. Incrivelmente, a própria LATAM não disponibiliza a quantidade de pontos necessários para resgate na rota operada por ela mesma. Vá entender … Já a Emirates opera a rota com os seus A380, mas o preço é bem salgado.

Se você ficou curioso e quer saber de outros voos de 5a liberdade, clique aqui. Mas atenção porque há algumas rotas desatualizadas, mas dá uma boa ideia.

Vocês têm alguma dica para dar sobre os 5th freedom flights?

 

 

 

RELATED ARTICLES

18 COMENTÁRIOS

  1. Prezada Beatriz,

    Parabenizo-a pelo excelente post… para quem é viajante e gosta de experimentar novas cabines, foi um proveitoso artigo.

    E por mais que eu me recuse a voar de TAM ao exterior, achei bem interessante esta opção saindo de MAD com destino a FRA, vez que usando milhas AVIOS por meros 45k voo de business até MAD via Iberia. Normalmente não aplicava tal por já haver conhecido diversas regiões da Espanha, com esta opção de “migrar” para FRA por um valor baixo e em executiva; mas com tal dica, torna-se uma opção se chegar a FRA voando business LATAM (acho que o baixo tempo de voo em tese não proporcionaria novos traumas com tal cia).

  2. Corrigindo o texto:

    Normalmente não aplicava tal por já haver conhecido diversas regiões da Espanha, mas com esta dica, vislumbro esta opção de “migrar” para FRA por um valor baixo e em executiva, tornando-se uma opção se chegar a FRA de MAD voando business LATAM (acho que o baixo tempo de voo em tese não proporcionaria novos traumas com tal cia).

    Foi mal pelo erro.

    • Oi Daniel, comprando com antecedência os preços são bem convidativos mesmo. Eu não investiria 45k Avios nessa passagem. Aliás, minha tendência é só gastar milhas e pontos em voos long-haul em executiva ou primeira. E obrigada pela força de sempre!

      • Acho que não fui claro: os 45k são do trecho GRU/GIG-MAD voando Iberia… em verdade, 42,5k na baixa temporada. Isto voando em business…

        Mas o problema é o voo ser só até MAD.

        Com este trecho da LATAM e sendo em business, há facilidade para sair de MAD, chegando em FRA, com conforto e boa franquia de bagagem por valor bem baixo…

  3. Prezada Beatriz,

    Parabenizo-a pelo excelente post… para quem é viajante e gosta de experimentar novas cabines, foi um proveitoso artigo.

    E por mais que eu me recuse a voar de TAM ao exterior, achei bem interessante esta opção saindo de MAD com destino a FRA, vez que usando milhas AVIOS por meros 45k voo de business até MAD via Iberia. Normalmente não aplicava tal por já haver conhecido diversas regiões da Espanha, com esta opção de “migrar” para FRA por um valor baixo e em executiva; mas com tal dica, torna-se uma opção se chegar a FRA voando business LATAM (acho que o baixo tempo de voo em tese não proporcionaria novos traumas com tal cia).

  4. Corrigindo o texto:

    Normalmente não aplicava tal por já haver conhecido diversas regiões da Espanha, mas com esta dica, vislumbro esta opção de “migrar” para FRA por um valor baixo e em executiva, tornando-se uma opção se chegar a FRA de MAD voando business LATAM (acho que o baixo tempo de voo em tese não proporcionaria novos traumas com tal cia).

    Foi mal pelo erro.

    • Oi Daniel, comprando com antecedência os preços são bem convidativos mesmo. Eu não investiria 45k Avios nessa passagem. Aliás, minha tendência é só gastar milhas e pontos em voos long-haul em executiva ou primeira. E obrigada pela força de sempre!

      • Acho que não fui claro: os 45k são do trecho GRU/GIG-MAD voando Iberia… em verdade, 42,5k na baixa temporada. Isto voando em business…

        Mas o problema é o voo ser só até MAD.

        Com este trecho da LATAM e sendo em business, há facilidade para sair de MAD, chegando em FRA, com conforto e boa franquia de bagagem por valor bem baixo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar
Paulo Henrique Werly Gualberto on O programa Accor Live Limitless está no ar