q6prmv.md.png
sexta-feira, junho 18, 2021
q6prmv.md.png
InícioProgramas de FidelidadeSmiles: Novos Meios de Acumular Milhas Qualificáveis

Smiles: Novos Meios de Acumular Milhas Qualificáveis

Ontem, eu postei sobre as mudanças radicais do Clube Smiles. Além ótima notícia que as milhas terão validade de 10 anos, um  outro benefício chamou a atenção: as milhas do Clube agora se transformam em milhas qualificáveis na proporção 10:1.

Hoje, fui checar quantas milhas tenho e quantas preciso para ser Diamond, quando me deparei com essa informação aqui embaixo:

Agora, os pontos transferidos do cartão de crédito se transformam em milhas qualificáveis na proporção 10:1. É um ótimo benefício! As milhas qualificáveis servem para alcançar status com o programa e, quanto maior o seu status, mais benefícios você tem.

A Smiles está aprimorando o seu produto em função das necessidades dos clientes e  isso é tão estranho no mundo dos programas de milhas que a gente até desconfia. Mas, no momento, estou dando um voto de confiança para o programa. Faltam duas coisas para a Smiles se tornar o melhor do Brasil:

(1) maior disponibilidade com as parceiras em cabine premium. Na Qatar, Air France, KLM está impossível de achar passagens em executiva. Para a Europa a única executiva que aparece é com a TAP.

(2) quantidade mais razoável de milhas necessárias para emissão: 90.000 milhas em executiva do Brasil para os EUA com a Copa Airlines em um B737 é um exagero (180.000 ida e volta!). Via TAP Victoria, a ida e volta em executiva  do Brasil para os EUA sai por 90.000, voando nos assentos-cama do moderníssimo B787 da United, ou no A330 da Avianca.

Enfim, já tem um tempo que ouço muitas críticas a Smiles. Espero que os executivos do programa estejam realmente promovendo as mudanças necessárias para fazê-lo voltar a ser o que já foi um dia.

 

 

RELATED ARTICLES

24 COMENTÁRIOS

  1. Beatriz, bom dia! Essa proporção de 10:1 em milhas qualificáveis já se aplica ao Smiles há um bom tempo! E não vale só para cartão de crédito mas também para quase todos os parceiros não aéreos. Por exemplo, transferência do Dotz, compra em hotsites de e-commerce parceiros. O TudoAzul também faz a mesma coisa, porém a proporção dele é pior, é de 15:1. E a regra é a mesma, vale tanto para transferência dos cartões quanto para todos os parceiros não aéreos.

    • Só complementando o TudoAzul… O pontos vindo do cartão co-branded da Itaú qualificam na proporção 10:1, mas com a desvantagem de nunca poderem aproveitar os bônus de transferência.

  2. Henrique, muito obrigada pela contribuição! Há 2 anos, fiz minha última transferência pra Smiles e não recebi nada. Nunca olho meu status e hoje, quando vi essa informação, foi novidade para mim.

    • Não existe nenhuma exceção na regra, Claudete: 11.18. A categoria do Participante no Programa Smiles será definida de acordo com a quantidade de Milhas Qualificáveis acumuladas ou pela quantidade de Segmentos Aéreos voados durante o ano civil (janeiro a dezembro)com as Parceiras Aéreas nas hipóteses apresentadas a seguir e na seguinte proporção ora vigente:

      a) 10 (dez) Milhas Smiles obtidas com Parceiras Comerciais, Parceiros Financeiros ou por meio do plano do Clube Smiles ativo ou produto que permita tal acúmulo nos termos do regulamento do produto e à critério da Smiles, dão direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, emitidas não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas;

  3. Boa tarde a todos
    As milhas qualificáveis que conduzem você a subir de categoria.

    Porém no próprio site eles relacionam MILHAS VOADAS = MILHAS QUALIFICÁVEIS

    O que entendo por isso? Que se eu voei de RJ para Amstedan, são 5.947 milhas, esta quantidade de milhas tem que fazer parte das minhas milhas QUALIFICÁVEIS (não confundir com MILHAS A SEREM CREDITADAS NO PROGRAMA SMILES, OK?).

    A Smiles / Gol não está querendo entender assim, mas eu tenho certeza que eles estão cometendo PROPAGANDA ENGANOSA se não cumprirem com o que está escrito!

    Concordam?

    • Depende da classe tarifária que vc comprou, Maria Beatriz. Nas parceiras, as milhas qualificáveis e as milhas de acúmulo são a mesma coisa (veja o regulamento 11.4.b) 01 (uma) Milha Smiles proveniente de Parceiras Aéreas dá direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas.
      Imagino que você tenha voado pela Air France/KLM. Envio o link da tabela.
      https://www.smiles.com.br/air-france-klm

    • Maria, acho que há um equívoco quando você diz “Milhas voadas”, pois na realidade a Smiles usa o termo “Milha acumulada = Milha qualificável”. E por milha acumulada aí vai depender de várias coisas, como a Beatriz explicou no comentário acima.

      • Olá, pessoal!

        Estou com dúvidas sobre esse conceito de “milhas qualificáveis” quando se referem a milhas provenientes de voos da Delta, Air France e KLM.
        Vamos pegar o exemplo da tabela que está no link compartilhado pela Beatriz. Cada cabine e cada classe de reserva possui uma quantidade chamada de “Total de Acúmulo” que é igual a “Base Miles” + “Bônus por cabine”.
        O regulamento do Smiles a respeito das milhas qualificáveis de parceiros aéreos não é muito claro. Vejamos:
        “Item 11.3.b) 01 (uma) Milha Smiles proveniente de Parceiras Aéreas dá direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”.
        A expressão “exceto milhas distribuídas a título de bônus” parece ser claro, mas, logo depois está escrito: “ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”.
        O texto antes do “ou seja” leva a crer que o “Bônus por cabine” se enquadra na definição de bônus e não contaria como milha qualificável. Porém, o texto depois do “ou seja”, que serve para definir “milhas distribuídas a título de bônus”, dá a entender que o “Bônus por cabine” corresponde sim a milhas qualificáveis já que esse bônus é decorrente “da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”, nesse caso o voo em uma cabine cujo “Total de Acúmulo” engloba o “Bônus por cabine”.
        Qual é a interpretação de vocês? Alguém já teve crédito de milhas da Delta no Smiles depois da mudança das regras e saber nos dizer o que está valendo?
        Abraço!

        • Leo, vou voar Delta agora em dezembro e vou mandar as milhas pro Smiles. A redação é confusa e não passou por um revisor. Vou voar Delta em business agora em dezembro creditando na minha conta Smiles. Vamos ver o que vai acontecer.

    • Não existe nenhuma exceção na regra, Claudete: 11.18. A categoria do Participante no Programa Smiles será definida de acordo com a quantidade de Milhas Qualificáveis acumuladas ou pela quantidade de Segmentos Aéreos voados durante o ano civil (janeiro a dezembro)com as Parceiras Aéreas nas hipóteses apresentadas a seguir e na seguinte proporção ora vigente:

      a) 10 (dez) Milhas Smiles obtidas com Parceiras Comerciais, Parceiros Financeiros ou por meio do plano do Clube Smiles ativo ou produto que permita tal acúmulo nos termos do regulamento do produto e à critério da Smiles, dão direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, emitidas não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas;

  4. Beatriz, bom dia! Essa proporção de 10:1 em milhas qualificáveis já se aplica ao Smiles há um bom tempo! E não vale só para cartão de crédito mas também para quase todos os parceiros não aéreos. Por exemplo, transferência do Dotz, compra em hotsites de e-commerce parceiros. O TudoAzul também faz a mesma coisa, porém a proporção dele é pior, é de 15:1. E a regra é a mesma, vale tanto para transferência dos cartões quanto para todos os parceiros não aéreos.

    • Só complementando o TudoAzul… O pontos vindo do cartão co-branded da Itaú qualificam na proporção 10:1, mas com a desvantagem de nunca poderem aproveitar os bônus de transferência.

  5. Boa tarde a todos
    As milhas qualificáveis que conduzem você a subir de categoria.

    Porém no próprio site eles relacionam MILHAS VOADAS = MILHAS QUALIFICÁVEIS

    O que entendo por isso? Que se eu voei de RJ para Amstedan, são 5.947 milhas, esta quantidade de milhas tem que fazer parte das minhas milhas QUALIFICÁVEIS (não confundir com MILHAS A SEREM CREDITADAS NO PROGRAMA SMILES, OK?).

    A Smiles / Gol não está querendo entender assim, mas eu tenho certeza que eles estão cometendo PROPAGANDA ENGANOSA se não cumprirem com o que está escrito!

    Concordam?

    • Depende da classe tarifária que vc comprou, Maria Beatriz. Nas parceiras, as milhas qualificáveis e as milhas de acúmulo são a mesma coisa (veja o regulamento 11.4.b) 01 (uma) Milha Smiles proveniente de Parceiras Aéreas dá direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas.
      Imagino que você tenha voado pela Air France/KLM. Envio o link da tabela.
      https://www.smiles.com.br/air-france-klm

    • Maria, acho que há um equívoco quando você diz “Milhas voadas”, pois na realidade a Smiles usa o termo “Milha acumulada = Milha qualificável”. E por milha acumulada aí vai depender de várias coisas, como a Beatriz explicou no comentário acima.

      • Olá, pessoal!

        Estou com dúvidas sobre esse conceito de “milhas qualificáveis” quando se referem a milhas provenientes de voos da Delta, Air France e KLM.
        Vamos pegar o exemplo da tabela que está no link compartilhado pela Beatriz. Cada cabine e cada classe de reserva possui uma quantidade chamada de “Total de Acúmulo” que é igual a “Base Miles” + “Bônus por cabine”.
        O regulamento do Smiles a respeito das milhas qualificáveis de parceiros aéreos não é muito claro. Vejamos:
        “Item 11.3.b) 01 (uma) Milha Smiles proveniente de Parceiras Aéreas dá direito a 01 (uma) Milha Qualificável, exceto milhas distribuídas a título de bônus, ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”.
        A expressão “exceto milhas distribuídas a título de bônus” parece ser claro, mas, logo depois está escrito: “ou seja, não em decorrência da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”.
        O texto antes do “ou seja” leva a crer que o “Bônus por cabine” se enquadra na definição de bônus e não contaria como milha qualificável. Porém, o texto depois do “ou seja”, que serve para definir “milhas distribuídas a título de bônus”, dá a entender que o “Bônus por cabine” corresponde sim a milhas qualificáveis já que esse bônus é decorrente “da efetiva prática de um Ato Gerador de Milhas”, nesse caso o voo em uma cabine cujo “Total de Acúmulo” engloba o “Bônus por cabine”.
        Qual é a interpretação de vocês? Alguém já teve crédito de milhas da Delta no Smiles depois da mudança das regras e saber nos dizer o que está valendo?
        Abraço!

        • Leo, vou voar Delta agora em dezembro e vou mandar as milhas pro Smiles. A redação é confusa e não passou por um revisor. Vou voar Delta em business agora em dezembro creditando na minha conta Smiles. Vamos ver o que vai acontecer.

  6. Henrique, muito obrigada pela contribuição! Há 2 anos, fiz minha última transferência pra Smiles e não recebi nada. Nunca olho meu status e hoje, quando vi essa informação, foi novidade para mim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular

Recent Comments

Viajante Pobretão Jr. on Tóquio estuda novo estado de emergência
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Felipe Oliveira Silva on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
disqus_OagBp1mexo on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Emanuel Soares on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Beatriz Roland on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
Adalberto Moscal on O Santander não se emenda …
Robson Pereira on O Santander não se emenda …
lissandro dauer on O Santander não se emenda …
Mário Sérgio Oliveira on O Santander não se emenda …
ronald william on O Santander não se emenda …
Evandro Sperandio on O Santander não se emenda …
Thiago Soares Correia on O Santander não se emenda …
Gilberto Carmona on O Santander não se emenda …
Henrique P. P. on O Santander não se emenda …
Cinthia Rangel on O Santander não se emenda …
Raimundo Almeida Júnior on A Avianca é a nova parceira Smiles?
luiz paulo alencar on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Afonso De Oliveira Barros on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Quero Viajar na Faixa on As Viagens Inusitadas da Minha Vida
Raimundo Almeida Júnior on Accor amplia o portfólio de hotéis do grupo
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: Viaje Fácil com 75% de desconto
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Guilherme Marchese on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Deyvisson F. R. Almeida on Como a COVID-19 afetou suas viagens?
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Raimundo Almeida Júnior on Qatar Airways sem primeira classe até 2021
Marry manuelli paes de farias on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Vanessa de Carvalho Dias on Como a pandemia afetou minhas viagens
Deyvisson F. R. Almeida on Como a pandemia afetou minhas viagens
Paulo André Metchko on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Tiago Luiz Martins S Costa on Reserva Cool orienta clientes a pedir chargeback
Luiz Henrique Moraes Barros Ca on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leonardo Tito Preza Figueiró on Problemas com os cartões Santander AAdvantage
Leandro Esteves on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Ronaldo Azevedo on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodrigo Guimaraes on E agora, clientes LATAM Pass?
Luis Ghivelder on E agora, clientes LATAM Pass?
Rodolfo França on E agora, clientes LATAM Pass?
André Ferreira on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Gustavo Botelho on E agora, clientes LATAM Pass?
Beatriz Roland on E agora, clientes LATAM Pass?
Renan Augusto Arboleda on E agora, clientes LATAM Pass?
Raimundo Almeida Júnior on Smiles: 70% de desconto na compra de milhas
Denilson Vargas Lima Junior on Os recentes erros de pesquisa no site do Smiles
Thiago Soares Correia on LATAM Pass atualiza o seu programa
Mauricio Laukenickas on LATAM Pass atualiza o seu programa
Leonardo Tito Preza Figueiró on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antagonista Caratinguense on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Renan Augusto Arboleda on Itaucard Pão de Açúcar Platinum
Antonio Carlos Oliveira Junior on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Renan Augusto Arboleda on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Eduardo Caldeira Meira on GOL: um voo diferente na ponte aérea
Ricardo Baccarelli Carvalho on GOL oferece milhas bônus em atraso de voo
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar
Esron Anibal Freitas da Rosa on O programa Accor Live Limitless está no ar